Os 7 lugares mais perigosos do planeta

Por , em 19.07.2011

Sim, a Terra por si só pode ser um lugar perigoso: terremotos, inundações e outros desastres naturais mataram mais de 780.000 pessoas na última década, e milhões ficaram feridos ou desabrigados. Ninguém sabe o que a próxima década aguarda, mas devemos nos preocupar mais com algumas áreas. Confira quais:

1 – Lago Nyos, Camarões

Um assassino silencioso se esconde sob a superfície desse lago do Oeste Africano. A bolsa de magma nas suas profundezas vaza dióxido de carbono para a superfície do lago. Sob a pressão de 200 metros de água, o dióxido de carbono se dissolve (como a carbonatação em uma garrafa de refrigerante).

Só que nem sempre. Na noite de 21 de agosto de 1986, a água no lago de repente revolveu, e o dióxido de carbono se despressurizou e explodiu como um refrigerante chacoalhado. A nuvem de dióxido de carbono resultante se espalhou, asfixiando 1.700 pessoas e milhares de animais. Nos 24 quilômetros de vale abaixo do lago, quase nada sobreviveu.

Hoje, tubos são usados para “retirar” o dióxido de carbono da água do fundo do lago Nyos. Os tubos evitam o acúmulo do gás, mas isso não torna o local totalmente seguro. O lago ainda é muito perigoso.

2 – Nápoles, Itália

Em 79 d.C., o Monte Vesúvio explodiu, enterrando as antigas cidades de Pompéia e Herculano. Mais de 50 erupções subsequentes que deixaram para trás cinzas e grandes cavidades, entretanto, não dissuadiram as pessoas de povoar as encostas à beira-mar da cidade.

Nápoles fica na base do vulcão, e até 650.000 pessoas vivem nas suas encostas. Uma erupção iminente poderia forçar a evacuação de mais de um milhão de pessoas. Além disso, Vesúvio não é o único vulcão ativo ameaçando esta área densamente povoada. O Mar Mediterrâneo ao largo da costa da Itália é repleto de vulcões. O mais preocupante fica na ilha turística Ischia. Uma erupção não só afetaria Nápoles como poderia ser pior do que uma erupção hipotética do Vesúvio.

3 – Miami, Flórida

Ninguém pode prever onde um furacão vai surgir, mas o sul da Flórida é sempre uma aposta razoável. O Serviço Geológico dos EUA estima que a ponta sul da Flórida pode esperar mais de 60 furacões ao longo de um período de 100 anos. Em 2008, Miami foi classificada como a cidade mais arriscada para catástrofes naturais do país.

A história já é repleta deles. Em 1926, o Grande Furacão de Miami destruiu ou danificou cada edifício no centro de Miami e matou pelo menos 373 pessoas. Menos de 10 anos mais tarde, o furacão do Dia do Trabalho de 1935 matou 408 pessoas na Flórida. Em 1960, o furacão Donna rugiu através do sul da Flórida, trazendo consigo tempestades de 3 a 5 metros.

Talvez o furacão mais famoso seja o que atingiu o sul da Flórida em 1992. O furacão Andrew explodiu como uma tempestade de categoria 4 com ventos tão altos que quebraram instrumentos de medição. Andrew matou 23 pessoas nos Estados Unidos, e custou mais de 41,57 bilhões de reais.

4 – Região Sahel, África

A seca não recebe tanta atenção quanto outros desastres naturais, mas pode ser uma grande assassina: mais de 100.000 pessoas morreram por causa da seca na região Sahel da África entre 1972 e 1984. Outros 750.000 foram incapazes de plantar e ficaram completamente dependentes de ajuda para se alimentar.

A região árida do Sahel faz fronteira com o deserto do Saara, que se estende pelo norte da África através da Mauritânia, Senegal, Mali, Níger, Burquina Faso, Nigéria, Chade, Sudão, Argélia, Etiópia e Eritreia. A água limitada na área está causando desertificação, aumentando ainda mais o risco de seca e fome na região.

5 – Guatemala

América Central é a casa de uma tripla ameaça: terremotos, furacões e deslizamentos de terra. Juntamente com a costa ocidental da América do Norte e do Sul, a América Central encontra-se no Anel de Fogo, um local sismicamente ativo que circunda o Oceano Pacífico.

Guatemala não é o único país afetado, mas tem sido duramente atingido: em 1976, um terremoto de 7,5 graus de magnitude matou 23.000 pessoas. Graças ao terreno montanhoso do país, deslizamentos de terra dificultaram o transporte e os esforços de salvamento.

A combinação de topografia e clima pode ser fatal também. Fortes chuvas podem saturar encostas, levando a deslizamentos de terra devastadores. Em 2005, os restos do furacão Stan atingiram Guatemala, El Salvador e sul do México, causando mais de 900 deslizamentos de terra. Aldeias inteiras foram enterradas; uma, Panabaj, foi declarada um cemitério depois que autoridades desistiram de escavar os corpos de 300 moradores desaparecidos. O número exato de mortos é desconhecido, mas algumas estimativas sugerem que até 2.000 pessoas perderam a vida.

6 – Java e Sumatra, Indonésia

Essas duas ilhas da Indonésia enfrentam mais riscos de desastres naturais do que qualquer outro lugar. Secas, inundações, terremotos, deslizamentos de terra, vulcões, maremotos: todos ameaçam a Indonésia, onde Java e Sumatra têm o maior risco.

O desastre mais famoso é o tsunami no Oceano Índico de 2004, que matou um número estimado de 227.898 pessoas após um terremoto de 9,1 graus na escala Richter provocar a enorme onda. A Indonésia foi o mais atingido entre os países do sudeste asiático afetados, com mais de 130.000 pessoas mortas.

Desastres menores causam sofrimento mais regular. Entre 1907 e 2004 (antes do tsunami), secas mataram 9.329 indonésios, vulcões mataram 17.945 pessoas e terremotos mataram 21.856. Uma das erupções mais famosas da história, do vulcão Krakatoa, ocorreu no Estreito de Sunda entre as duas ilhas. Recentemente, em fevereiro deste ano, enchentes empurraram milhares de moradores a oeste de Java, e um deslizamento de terra na vila de Tenjolaya matou dezenas de pessoas.

7 – Istambul, Turquia

Ninguém sabe quando a falha do Norte da Anatólia irá ruir, mas uma coisa é certa: ela vai ruir. O terremoto resultante pode ser uma má notícia para as 12,8 milhões de pessoas em Istambul.

No século passado, terremotos na falha no norte da Turquia têm aumentado para o oeste. O último grande terremoto aconteceu em 1999, quando um tremor de 7,6 graus devastou a cidade de Izmit. O número oficial de mortos é de cerca de 17.000, mas uma estimativa o aumenta para 45.000.

A próxima vez que o chão tremer, os cientistas esperam que seja ainda mais a oeste, ao sul de Istambul. Um estudo realizado em janeiro de 2010 concluiu que as tensões ao longo da falha poderiam provocar múltiplos terremotos, ou ela poderia ruir de uma vez. Em março, o geofísico Tom Parsons disse que as chances de Istambul ser atingida por um terremoto de magnitude 7 ou maior nos próximos 25 anos são entre 30 e 60%.[OurAmazingPlanet]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)

84 comentários

  • Jean Canelas:

    Controle da população…

  • Lucas Queiroz:

    E no rio de janero, brasil??

  • Joe Daniel:

    e Yellowstone nos EUA o supervulcão??? que se entrar em erupção causa um destruidor terremoto de 9 graus e uma enorme nuvem de cinzas que é capaz de cobrir toda a américa do norte???? e Los Angeles e São Francisco que podem a qualquer momento ser assolados por um mega-terremoto de 10 graus devido ao rebentamento da falha de santo andré e por consequente a cedência da placa norte-americana ao oceano pacífico????? resumindo…toda a costa oeste dos EUA é um perigo eminente….poderá desaparecer toda a qualquer momento!!! FICA O ALERTA!!

    • Joe Daniel:

      AH E O JAPÃO!!! GRANDES TERREMOTOS…QUE CAUSAM TSUNAMIS E POR SUA VEZ DESASTRES NUCLEARES!!!

  • Central Box:

    Esqueceram de São Paulo.

  • de Jesus Ramos:

    Tam bem esqueceram de Brasilia.

    • claudemir da silva:

      comtudo isso a terra é um planeta lindo cheio e apesar q o homem mem respeite muito a natureza

  • vanessa:

    Acredito que nos dias de hoje realmente não estamos podendo fugir das coisas ruins do mundo em modo geral todos nos vivemos num mundo perigoso cada um com a sua maneira seja pelas alterações da natureza ou seja pela ruindada das pessoas que matam sem a maior dor no coração e na consciencia.

  • italo:

    Sinceramente n gostei.
    Tem lugares muito mais perigosos do q esses

    Tipo:

    The Door to Hel, The Zone of Alienation, Mud Volcanoes of Azerbaijan, Yungas Road

    E mais

  • Iron:

    esqueceram o rio de janeiro

    • Mauricio Galdino de Araujo Silva:

      Cade o RIO DE JANEIRO, esse tambem e um lugar perigoso!!!

  • khfigkbyufgikb:

    Esqueceram do Parque Jellystone( Zé Colméia) nos EUA. Há um supervulcão abaixo dele.

    • John jones:

      e yellowstone colega

  • jonas:

    se esqueçeram da ¨Rocinha¨.

    • EU:

      NA VERDADE AGORA É A REGIÃO DO MORRO DO ALEMÃO (THE GERMANY HILL), É ISSO TÁ FICANDO GLOBAL.

  • claudemir da silva:

    já aqui no brasil é pior lugar pra se morar por causa da violência

  • Éder Augusto:

    Fico triste por Istambul e Nápoles,ainda bem que por enquanto elas ainda estão aqui.E Los Angeles e San Francisco?A falha de San Andreas não pode se “mexer” a qualquer momento e mandar elas pro espaço?

  • TT:

    eu hein!!!!! hj em dia não se respeita + a opinião de cada um!!!!! eu posso não concordar mas não vou ficar por aí insultando o que o outro acredita e defende!!!! Pra ganhar crédito argumenta a sua teoria não xingue a teoria do outro não viu?!!! just saying…

  • Jn:

    Brasília não, lá é um dos melhores lugares do mundo pra se morar, lá é que os políticos ganham mais dinheiro…o nosso dinheiro.

  • Mente Cósmica:

    Obrigado por ter lido meu comente, a intenção era apena para que vocês leiam os sites, pois lá tem material de grande teor, para vocês criar postagem de alto teor, sobre o que está acontecendo com o Mundo, não precisa postar aqui!
    Obrigado

  • Samuel:

    Tenho pena desse Glauco, não é raiva, não é preconceito, é pena.
    Todos seus comentários foram fortemente negativados e você afirma sem nenhuma duvida que “Só tô dizendo que não existe cataclisma nem extinção de espécies por queda de asteroides!” negativando assim várias teorias de extinção em massa criadas, estudadas, e evidenciada por cientistas sérios e não por pseudo-especialistas deprimentes e ignóbeis como você.
    @samuelmadeirab

    • Chico Lobo:

      o Glauco deve ser um criacionista defendendo suas “teses” … kkkkkk

    • Glauco:

      Esse é o problema dos leitores de sites de ciências. Ou o indivíduo concorda com as idéias preestabelecidas da ciência, ou é um criacionista.

      OMG, quanta limitação…

    • Glauco:

      Vc não sabe nada de ciências.

      Gerta Keller, Thierry Adatte, Alfonso Pardo Juez, and Jose G. Lopez-Oliva
      New evidence concerning the age and biotic effects of the Chicxulub impact in NE Mexico
      Journal of the Geological Society, May 2009; 166: 393 – 411

    • Glauco:

      E eu não tô nem aí para a votação. Aqui posso ter sido mal votado, mas ma maioria fui mto bem votado. E vc??

      E eu sei q tem gente de plantão prá votar negativo nos meus comentários, mas continuo adiante!

    • Jn:

      É Samuel, agora quem tá perdendo é vc, devia respeitar mais a opinião do próximo…

    • Glauco:

      Hehehehe =D

      E agora José??

  • Reynaldo Andrade:

    Estes lugares perigosos, não chega nem de pertinho num lugar super perigoso, pior do que uma tsunami, vulcão, areia movediça, pestes, aids, e outros perigos de grande porte, é o famoso lugar mundialmente conhecido chama-se ( B R A S I L ), o Rio de Janeiro se não é por cima é por baixo, ( B U E I R O S ).Pra não falar de outros eminentes perigos, CORRUPÇÃO e por aí afora vai, e viva se puder.

  • marcos:

    Faltou um Brasilia, a coisa lá tá feia..

  • Glauco:

    O maior exemplo de cratera que nós temos: cratera de Chicxulub, o buraco da provável causa da extinção dos dinossauros.

    Não matou nenhuma espécie animal a mais de duas milhas de distância. Na verdade, só houve destruição local.

    Quem matou os dinossauros foram cometas passantes, não a queda de asteróides!

    • gargwlas:

      passe fontes…. comprove tuas afirmações.

      sobre a ofensa eu nem foi da moral porque sei que voce tem perturbação mental e sabe quase nada do que fala

    • Glauco:

      Bixo, foi vc qm começou. Veja q seu comentário sobre mim também foi apagado.

      “(…)Verificamos que entre 4 e 9 metros de sedimentos foram depositados a cerca de 2 ou 3 centímetros a cada mil anos após o impacto. O nível da extinção em massa pode ser observado em sedimentos bem acima desse intervalo”(…)

      Fonte: [Gerta Keller, Thierry Adatte, Alfonso Pardo Juez, and Jose G. Lopez-Oliva
      New evidence concerning the age and biotic effects of the Chicxulub impact in NE Mexico]

      em http://jgs.geoscienceworld.org

      Vc tá mto desatualizado…

    • Glauco:

      Procure por Gerta Keller em jgs.geoscienceworld.org, “New evidence concerning…”.

    • gargwlas:

      esta mais para alguem que quer ganhar notoriedade do que algo plausivel.

    • Glauco:

      Esse menino só acredita no HypeScience mesmo =D

      Existe uma regra no mundo da publicação de trabalhos: Para ser publicado, precisa de Peer Review. Se foi publicado, o conteúdo é científico.

      Arranja desculpa melhor agora, já que eu te forneci provas de que a extinção da época dos dinossauros começou 300 mil anos depois da queda do tal “asteróide assassino”.

  • Nie:

    Rio de Janeiro? BUEIROS Aires?

    • burro:

      Muito bem lembrado,e acrescento;Avn.Brasil,bairro de Santo Cristo,RJ,e Capão Redondo SP…

  • clarice:

    nossa….aonde quer que olhamos tem perigo né…..
    reportagem ótima.

  • Daniel Iserhard:

    vamos cuidar a tradução? tem coisas bizarras aí hein

  • Nie:

    No Brasil também, mas no lugar de furacões são arrastões e deslizamento de terras…

  • Chico Lobo:

    qualquer lugar do planeta pode ser perigoso diante da inesperada e imprevisivel queda de um asteroide

    • Glauco:

      Asteróide não faz nada, só destruição local. Aquela história de terremotos destruidores e vulcões que entram em erupção nas quedas deles são pura invenção.

      A Terra não é tão sólida assim, é um amontoado de detritos na verdade. Se um asteróide, digamos, com o dobro do tamanho do asteróide que teoricamente matou os dinossauros caísse novamente, no máximo teríamos alguns tremores, um belo estrondo e problemas com as formas de vida locais.

    • Flor de Lis:

      E vc acha pouco????

    • Glauco:

      Prá quem espera um evento cataclísmico, prá mim é pouquinho sim… não q eu queira um desses caindo na minha cidade…

    • Nie:

      Áh tá, que caia na cidade dos outros, pimenta nos olhos dos outros é refresco…né?

    • Glauco:

      Não bote palavras na minha boca! Só tô dizendo que não existe cataclisma nem extinção de espécies por queda de asteróides!

    • gargwlas:

      cara… eu não sei o que voce tem na cabeça.. mas calcula o peso + velocidade de impacto de um asteroide e veja que força resultante da.

      só o maremoto com impacto e fervura instantanea de agua ja devastaria muita coisa…

      se fosse na terra quantidade de poeira e detritos jogados na atmosfera seria o suficiente para causar um inverno nuclear…

      sem falar de dos eventos resultantes

    • gargwlas:

      só para ter uma ideia da asneira que tu esta falando.

      a bomba CZAR (em torno de 50 a 57 megatons) gerou terremoto de 5,2 graus na escala richter no norte da russia.

      O asteroide da extinção, calculando peso e velocidade de entrada, gerou uma força de 10.000 megatons (10 mil) no impacto.

    • Glauco:

      É fácil pegar um peixe pela boca. tô de olho.

      Vc possui mtas informações, mas pelo visto nunca tentou ligá-las.

      Prá evitar linhas e linhas de discussão, vou te dar o exemplo da cratera de Chicxulub, o buraco da provável causa da extinção dos dinossauros.

      Não matou nenhuma espécie animal a mais de duas milhas de distância. Na verdade, só houve destruição local.

      Se você pegar uma escavadeira gigante e tirar um pedaço de terra do tamanho da cidade de São Paulo, por exemplo, por uns 1000km de profundidade, não vai encontrar um bloco único e perfeito. Vai encontrar muito detrito e algumas pedronas.

      Não importa se a queda de um meteorito causaria um impacto de 100000 kilotons. A Terra, por não ser uma estrutura maciça mas sim puro detrito, absorveria o impacto desse meteoro e vc !nunca! veria um único vulcão entrar em erupção.

  • Antonio Carlos V.Braga:

    Brasília, DF, onde há um buraco negro que traga todos os tostões nacionais.

  • Glauco:

    As Ilhas Canárias também são um problemão. Toda a encosta, milhões e milhões de toneladas de pedra, é um vulcão adormecido! Se aquilo explodir ou rolar algum terremoto forte, blau-blau costa Leste dos EUA!

  • Danibyo:

    Listinha muito fraca!Faltou pesquisa! O Lago Kruguer no Parque Yelowstones e as armadilhas Siberianas sás o maior Estupim da Terra!!

  • Rafael:

    Mais uma lista fraca nesse site, sem nenhum critério de classificação.

  • WILSON QUEIROGA:

    O lugar mais perigos do mundo é o Rio de Janeiro pois quando o bandido não mata e rouba;a polícia o faz !

    • Maurício:

      Bom, se não é a polícia nem os bandidos, são os boeiros perdidos!!!

  • marcio:

    o lugar mais perigoso do planeta é o brasil.

  • Glauco:

    Faltaram as Ilhas Canárias. Se aquela encosta ruir sobre o mar, vai causar tsunamis que vão destruir até a costa da Flórida…

    • Carlos Machado:

      Tem tbm aquela ilha que fica perto do Brasil não ?? que se ela demoronar vai causar serios danos no litoral nordestino.

    • Glauco:

      Essas são as ilhas Canárias, mas fica longe do litoral brasileiro. As tsunamis que viessem prá cá não seriam tão terríveis quanto as que atingiriam os EUA. Elas seriam até fraquinhas, eu diria…

    • Lucas:

      Também tem as Ilhas Trindade

    • Joe Daniel:

      pahahaha as ilhas canárias tão perto do brasil???? vão se informar!!!

    • Joe Daniel:

      e as ilhas canárias ficam tão longe do brasil como dos EUA, pior do que os EUA ficaria a costa africana, cabo verde e meu Deus o meu Portugal!!

  • eduardo:

    Esqueceu de citar Rio de Janeiro…..

    • BossGrave:

      Recife ganha.

    • Henrique:

      Hauhauhauhauhauahuah, nem Liberty City é páreo para bueiros-bomba, meu caro

    • Callao:

      Aposto que é paulista…

  • res: Ailton:

    Ae Ailton o pior lugar pelo menos do Brasil é a “Ingrejas”, a religiosidade acaba com o ser humano e a engana com uma vida eterna no jardim do Édem, se Deus e criador de todas as coisa por que ele mata tanto com armas inovadoras e chocantes?
    não sou ateu, sou um revoltado com as promessas de um dia melhor, aco que até Deus deixou de acreditar que poderia salvar a humanidade.
    Inclusive eu.

    • Glauco:

      Vc responsabiliza seus pais pelos seus erros pessoais? Ou espera que eles vão poder te salvar de suas enrascadas??

      Que menino imaturo!!

    • Samuel:

      Ainda bem que você não é ateu, pois do jeito que escreve seria mais uma vergonha para quem se diz ateu e prega respeito e não agressão.
      @samuelmadeirab

    • Andrew:

      Não é uma vida eterna no éden… é no céu.
      Deus não mata com armas inovadoras e chocantes. Quem mata são aqueles humanos que só pensam em poder e em dinheiro.
      É uma pena que você não tenha mais esperanças de que Deus não nos quer salvar mais. Espero que um dia você volte a acreditar.

  • Stella:

    Não existe lugar mais perigoso no planeta do que na casa da minha sogra..

  • Cristiano:

    Perigoso mesmo é na minha cidade que nem na POLÍCIA se pode mais contar…
    Sou deficiente físico e fui fazer um serviço numa residência que estava pra alugar, chegando lá havia um caminhão bitrem estacionado na entrada da garagem chamei a POLÍCIA pois não sabia de quem era o caminhão. Eles ficaram irritados comigo e ainda falaram pra eu levar minhas ferramentas nas costas.
    Vê se pode eu deficiente físico tinha que levar minhas ferramentas nas costas e eles nem multa deram pro caminhão Dai perguntei se eu estava errado e quase apanhei.
    Estes fenômenos acima são causado pela natureza ato involuntário já estes POLICIAIS são uma vergonha pra nossa cidade se eu estava errado deveriam ter me orientado mas eu não estava pois quando tirei minha carteira de motorista aprendi que não deve estacionar em vagas de garagem.
    Aproveito este espaço pra expressar minha indignação.
    Deus abençõe mossa nação.

    • Bombs:

      estória engraçada

  • Carlos Bayma:

    Faltou Brasília, congresso e planalto.

    • Amigo:

      Pois é… o congresso nacional é mesmo um lugar muito perigoso, já que lá se decide tudo a favor dos políticos e contra o povo.

    • Flor de Lis:

      Realmente… mais perigoso do que esse bando de corrupto acabando com o povo não existe… os políticos de países como o nosso matam muito mais gente que os vulcões e as catástrofes naturais! É só dar uma breve lida nos jornais e ver os noticiários pra constatar quanta gente morre de fome e nas filas dos hospitais pelo mundo todo…especialmente nos países mais pobres, onde os políticos ao invés de ajudarem o povo acabam retirando desse mesmo povo o pouco que eles tem pra sobreviver!

  • diego:

    o lugar mais perigoso era o jardim do eden,onde um homicidiio acabou com 25% da populaçaçao mundial.

    • Franklin:

      Isso aconteceu depois que Adão e Eva foram expulsos do Éden.

    • khfigkbyufgikb:

      Não. Ocorreu antes. Se é que o Éden existiu. Não que eu negue sua existência, mas até que se prove, tudo é relativo.

    • Nie:

      Afff…onde ouviu isso?
      Procure a informação correta.

  • Hugo:

    Mais perigoso que na rua que moro? duvido…

  • Mente Cósmica:

    Se alguém quiser saber onde é o melhor lugar para se viver, e saber o porque está acontecendo isso tudo em nosso Mundo, veja no site ou envie e-mail, para receber do Google os links dos sites, ou procurem por Mente Cósmica no dihitt.

  • Alter ego: Analista:

    Não acho que sejam lugares tão perigosos para se viver, pois neles ainda há pessoas que levem sua vida normalmente e sem medo, como Miami, Istambul e Nápoles, por exemplo. Mas certamente estes lugares estão sempre sob a ameaça de serem atingidos por alguma catástrofe natural.

  • AiltonWarrior:

    Deus ajude as formas de vida que vivem nestes lugares!População,fauna,flora e etc,…

Deixe seu comentário!