OVNIs podem ter visitado a civilização Maia

Por , em 6.10.2011

Extraterrestres contactaram a civilização maia no México, milhares de anos atrás. É o que garante o produtor de cinema Raul Julia-Levy – e ele diz que vai provar isso em seu próximo filme “Revelations of the Mayans 2012 and Beyond” (Revelações dos Maias, 2012 e Além – em português).

Alegações não comprovadas de antigos astronautas têm sido feitas há décadas, mais notadamente por Erich von Daniken, autor do best-seller clássico de pseudociência “Chariots of the Gods? Unsolved Mysteries of the Past” (o livro ainda não tem tradução para o português). Von Daniken escreveu que os antigos egípcios não tinham nem a inteligência nem as ferramentas suficientes para criar as grandes pirâmides de Gizé e, por isso, elas foram feitas por alienígenas.

Alguns também afirmam que os desenhos gigantes no deserto de Nazca, no Peru, foram criados por naves espaciais. Na verdade, as Linhas de Nazca foram criadas pelos índios do local, provavelmente como parte de um ritual ou de uma cerimônia.

Assim, as afirmações deste novo documentário não são novidade – mas as evidências para essas alegações ainda tem que ser mostradas.

O que é esta nova evidência que vai fazer a Terra tremer? Os cineastas estão sendo discretos sobre o que exatamente eles têm em mãos (eles querem que você vá ver o filme), mas o Ministro do Turismo do México emitiu um comunicado dizendo que o contato entre os maias e os extraterrestres é apoiado por traduções de verdadeiros manuscritos. (O fato desta informação impressionante ter sido anunciada por um funcionário do turismo, e não por um arqueólogo ou antropólogo profissional, levanta a suspeita de que o filme pode não ser baseado em pesquisa científica sólida).

Os cineastas também se referem à pistas de aterrisagem na selva, que datam de três milênios. O que não está claro é por que os alienígenas precisariam de uma pista exclusiva para suas naves espaciais, já que muitos relatos de testemunhas oculares de supostas naves extraterrestres sugerem que elas podem pousar em praticamente qualquer terreno (embora a tecnologia do pouso alienígena deva ter melhorado ao longo dos últimos 3 mil anos).

Alguns pesquisadores acreditam que essas afirmações são um insulto a ambos: aos maias e à audiência de agora.

De acordo com eles, os maias antigos eram perfeitamente capazes de desenvolver uma arquitetura sofisticada, um calendário, a matemática, a linguagem escrita e um elaborado sistema agrícola sem a intervenção de extraterrestres. Para eles, as alegações de que os maias foram visitados, inspirados ou orientados por ETs é um pouco mais do que uma fantasia banal e absolutamente desprovida de qualquer evidência de confirmação.

O produtor Julia-Levy insiste que o filme é um documentário, não ficção científica, e rejeita as especulações de que o filme é uma manobra oportunista para capitalizar o interesse da visão apocalíptica do calendário maia do ano de 2012. Ele acredita que nada menos do que a sobrevivência da humanidade pode depender das pessoas assistirem o filme (ou pelo menos ouvir sua mensagem). Para o bem da humanidade.

A história promete ser cheia de revelações sobre coisas nunca divulgadas, que vão abalar as estruturas da Terra, como a descoberta da arca de Noé (que parece ter sido encontrada em 1973, 1993, 2006, 2010, etc); a descoberta do corpo de um Pé-grande (em 2008); provas de que o caso Roswell, de 1947, foi real (encontradas em abril de 2011). Cada uma dessas afirmações iam e vinham há muito tempo. E parece que a prova do contato maia com extraterrestres será mais uma adição à essa lista. [Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

127 comentários

  • Daaniel Caarlos Coelho:

    Não é atoa que muitas pessoas não acreditem, vc simplificou demais os estudos de 45 anos de Erich von Daniken. Escreveu tanta coisa sem dizer nada. Esse é um assunto complexo, com muitas coisas a serem acrescentadas e analisadas.
    Chega a ser uma vergonha dizer que as Linhas de Nazca foram feitas por Índios.Você ao menos sabe os tamanhos destas linhas e a precisão com que foram feita pra postar isso?

    Quem quer ver um pouco mais, assista aos vídeos:
    http://www.youtube.com/watch?v=xAG7bV6CGN4
    http://www.youtube.com/watch?v=Ruwk-LAtquY
    http://www.youtube.com/watch?v=TE8QCP2XaGg

  • leandro ballbino:

    gostei da reportagem exelente uma prova irrefutavel que existe objetos voadores nao identificados

  • leandro ballbino:

    mi irrita bastante esses produtores de antigos astronautas beira o ridiculo total nao tem um analise cientifica nenhuma nao passa de um censsacionalismo para a midia eles deferiam ser prosseçado

  • fernando freitas:

    É Melhor para abrir sem numeração.
    Não esquecer de selecionar e clicar com o botão direito, caso precise.

    http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=endscreen&v=Itkt-_4qFDA

    http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=cAOKqRzkYhg

    http://www.youtube.com/watch?v=0NEY5O73scg

    http://www.youtube.com/watch?v=m2XVOXzmR6w&feature=related

  • fernando freitas:

    Meu amigo antes que eu esqueça, procuro dar educação e cultura para não acontecer essas coisas.

    1-http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=endscreen&v=Itkt-_4qFDA

  • fernando freitas:

    Tenho umas coisas que peguei no Big Brother pode acessar a vontade e vou estudar arqueologia conservadora.

    1-http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=cAOKqRzkYhg

    2-http://www.youtube.com/watch?v=m2XVOXzmR6w&feature=related

    3-http://www.youtube.com/watch?v=0NEY5O73scg

  • Chico Lobo:

    Todo conhecimento científico precisa ser democratizado, mas quando se deixa para leigos opinarem sobre questões científicas, mais atrapalha do que ajuda….

  • Chico Lobo:

    Os extraterrestres quando visitaram as civilizações maia e asteca conheceram e gostaram do que os caras estavam fumando… não é atoa que eles hoje vivem aparecendo em São Thomé das Letras em MG

  • fernando feitas:

    Certas culturas desenvolveram porque foram visitadas por alienígenas e outras não, muitos lugares os índios continuaram a fazer suas cabanas de palha, os deuses ou extraterrestres vieram de passagem e foram embora e ficou os rituais indígenas louvando os extraterrestres conhecidos como DEUSES; Simples quando entende a pouca vergonha camuflada através dos tempos pela grande elite governamental e a igreja através dos tempos.

    • Chico Lobo:

      quanta bobagem sem fundamento… meu querido amigo, vá estudar arqueologia, antropologia…

  • José Dimas Lopes de Azevedo:

    A ciência, à proporção que se adianta no conhecimento da Natureza, tem conseguido fazer recuar a idéia de Deus, mas esta se engrandece, recuando. O Ser eterno, do ponto de vista teórico, tornou-se tão majestoso como o Deus fantástico da Bíblia. O que a Ciência derruiu para sempre foi a noção de um Deus antropomorfo, feito à imagem do homem, e exterior ao mundo físico. Porém, a essa noção veio substituir uma outra mais elevada, a de Deus, imanente, sempre presente no seio das coisas. Para nós, a idéia de Deus não mais exprime hoje a de um ser qualquer, porém, sim, a do Ser que contém todos os seres.

    O Universo não é mais essa criação, essa obra tirada do nada de que falam as religiões. É um organismo imenso animado de vida eterna. Assim como o nosso corpo é dirigido por uma vontade central que governa os seus atos e regula os seus movimentos, do mesmo modo que através das modificações da carne nos sentimos viver em uma unidade permanente a que chamamos Alma, Consciência, Eu, assim também o Universo, debaixo de suas formas cambiantes, variadas, múltiplas, reflete-se, conhece-se, possui-se em uma Unidade viva, em uma Razão consciente, que é Deus.

    O Ser supremo não existe fora do mundo, porque este é a sua parte integrante e essencial. Ele é a Unidade central onde vão desabrochar e harmonizar-se todas as relações. É o princípio de solidariedade e de amor, pelo qual todos os seres são irmãos. É o foco de onde se irradiam e se espalham no infinito todas as potências morais: A Sabedoria, a Justiça e a Bondade!
    Não há, portanto, criação espontânea, miraculosa; a criação é contínua, sem começo nem fim. O Universo sempre existiu; possui em si o seu princípio de força, de movimento. Traz consigo seu fito. O Universo renova-se incessantemente em suas partes; no conjunto, é eterno. Tudo se transforma, tudo evolui pelo jogo contínuo da vida e da morte, mas nada perece. Enquanto, nos céus, se obscurecem e se extinguem sóis, enquanto mundos envelhecidos desagregam-se e desfazem-se, em outros pontos, sistemas novos elaboram-se, astros se acendem e mundos vêm à luz. De par com a decrepitude e com a morte, humanidades novas desabrocham em eterno renovar.

    E, através dos tempos sem-fim e dos espaços sem limites, a obra grandiosa prossegue pelo trabalho de todos os seres, solidários uns com os outros, e em proveito de cada um. O Universo oferece-nos o espetáculo de uma evolução incessante, para a qual todos concorrem, da qual todos participam. A essa obra gigantesca preside um princípio imutável. É a Unidade universal, unidade divina, que abraça, liga, dirige todas as individualidades, todas as atividades particulares, fazendo-as convergir para um fim comum, que é a Perfeição na plenitude da existência.

    Ao mesmo tempo em que as leis do mundo físico mostram-nos a ação de um sublime ordenador, as leis morais, por intermédio da consciência e da razão, falam-nos eloqüentemente de um princípio de justiça, de uma providência universal.

    O espetáculo da Natureza, o aspecto dos céus, das montanhas, dos mares, apresenta ao nosso espírito a idéia de um Deus oculto no Universo.

    A consciência mostra-o em nós, ou, antes, dá-nos alguma coisa dele, que é o sentimento do Dever e do Bem; é um ideal moral para onde tendem as faculdades do espírito e do coração. O dever ordena imperiosamente, impõe-se; sua voz domina todas as potências da alma. Possui uma força que impele os homens até ao sacrifício, até à morte. Por si só, dá à existência sua grandeza e sua dignidade. A voz da consciência é a manifestação em nós de uma Potência superior à matéria, de uma Realidade viva e ativa.
    A razão igualmente nos fala de Deus. Os sentidos fazem-nos conhecer o mundo material, o mundo dos efeitos; a razão revela-nos o mundo das causas. A razão é superior à experiência. Esta verifica os fatos, a razão agrupa-os e deduz as suas leis. Por si só, demonstra que, na origem do movimento e da vida, se acha a Inteligência; que o menor não pode conter o maior, nem o inconsciente produzir o consciente, fato este que, entretanto, resultaria da concepção de um universo que se ignorasse a si mesmo. A razão descobriu as leis universais antes da experiência; o que esta fez foi tão-somente confirmar as suas previsões e fornecer as provas. Porém há graus na razão. ela não é igualmente desenvolvida em todos os homens. Daí a desproporção e a variedade de opiniões.

    Se o homem soubesse recolher-se e estudar a si próprio, se sua alma desviasse toda a sombra que as paixões acumulam, se, rasgando o espesso véu em que o envolvem os preconceitos, a ignorância, os sofismas, descesse ao fundo da sua consciência e da sua razão, acharia aí o princípio de uma vida interior oposta inteiramente à vida externa. Poderia, então, entrar em relação com a Natureza inteira, com o Universo e Deus, e essa vida lhe daria um antegozo daquela que lhe reservam o futuro de além-túmulo e os mundos superiores. Aí também está o registro misterioso em que todos os seus atos, bons ou maus, ficam inscritos, em que todos os fatos de sua vida se gravam em caracteres indeléveis, para reaparecerem à hora da morte, como brilhante clarão.

    Algumas vezes, uma voz poderosa, um canto grave e severo ergue-se dessas profundezas do ser, retumba no meio das ocupações frívolas e dos cuidados da nossa vida, a fim de chamar-nos ao dever. Infeliz daquele que recusa ouvi-la! Chegará o tempo em que o remorso ardente lhe ensinará que não se repelem impunemente as advertências da consciência.

    Sim, há em cada um de nós fontes ocultas de onde podem brotar ondas de vida e de amor, virtudes, potências inumeráveis. É aí, é nesse santuário íntimo que cumpre procurar Deus. Deus está em nós, ou, pelo menos, há em nós um reflexo dEle. Ora, o que não existe não poderia ser refletido. As almas refletem Deus como as gotas do orvalho da manhã refletem os fogos do Sol, cada qual segundo o seu brilho e grau de pureza.
    É por essa refração, por essa percepção interna, e não pela experiência dos sentidos, que os homens de gênio, os grandes missionários, os profetas conheceram Deus e suas leis, e revelaram-nas aos povos da Terra. (Léon Denis – Obra: Depois da Morte).

    Próximo

  • fernando freitas:

    Logo não vai ser novidade para ninguém.

  • fernando freitas:

    Na minha opinião existem várias evidências só não vê quem não quer.
    1- http://www.youtube.com/watch?v=m2XVOXzmR6w&feature=related

  • João Baptista Jacobs:

    A verdade…não se obtém de braços cruzados.Mas no labor e determinação de uma ansiedade latente,viva, nas mentes fecundas e nos corações daqueles,que com suas concepções, fazem materializar os seus sonhos.Os sonhos da humanidade,tornando-os o elixir…a força vital das verdadeiras transformações,em sua jornada ao futuro.
    Talvez esta mencionada pseudo-ciência, seja também praticada por Maurice Cotterell em”Os segredo das Pirâmides Peruanas-A Tumba Perdida de Viracocha”.Em “As Profecias de Tutankhamon,-O Segredo Sagrado dos Maias, Egípcios e Maçons” e “Os Super-deuses”..Possa também estar presente,esta pseudo-ciência,nas obras do historiador e antropólogo Russo, que hoje trabalha na NASA, Zacharia Sitchim.Decifrador de línguas extintas há milênios como o Sumério.Ora,sabe-se que este povo situado geograficamente no sul do Iraque,contemporâneo,na antiga mesopotâmia,cerca de 3.600 anos A.C, deixaram cerca de 60.000 tábuas de argila sob escrita cuneiforme.Espalhadas hoje em vários locais da Europa e América do Norte,foram nas mesmas registrados, todos os conhecimentos possíveis daquela época,daquele povo.Contudo em suas verdadeiras “decodifica- ções,Zacharia Sitchim deparou-se,nesse trabalho, com o inusitado…descrições minuciosamente elaboradas sobre os costumes e hábitos de seus deuses ANUNNAKIS. Deuses que se alimentavam de carne e exploravam uma variação ainda mais rara do ouro,em todo o nosso Planeta.O ouro mono-atômico …usado em compostos orgânicos ligados à longevidade. Mas os registros também falam de manipulação de genes…em engenharia genética…de planetas como Plutão,considerado hoje como um astro menor…que somente obtivemos conhecimento de sua existência a partir da década de 1930.Mencionando ainda ser o nosso sistema solar…um sistema binário,onde o
    o sol de nosso sistema, estaria preso a outra estrela.Uma estrela marrom,e a sua volta em órbita,cerca de 05 planetas. Zacharia Sítchim escreveu e escreve uma coletânea de obras sobre o assunto,entre outras, “O 12ºPlaneta”.
    O ciclo Maia,se inicia em 13/ago/3113 A.C,e termina em 21/12/2012…coincide com prognósticos de fins de
    eras ou lapsos temporais calculados e poucos conhecidos,mas
    EXISTENTES em várias outras culturas antigas espalhadas sobre o nosso planeta.Logo,ignorar as possibilidades adotando posturas cépticas,pode até certo patamar da sanidade, ser uma
    medida da prudência…mas quando vemos pesquisas Russas em cidades flutuantes e inafundáveis.O mercado comum europeu,in-
    vestindo no solo Norueguês em um silo onde se recolhe sementes de vegetais consumíveis e úteis à existência humana
    em escala global,e guardando-as sob pretensa cautela às extinções…nos acende uma centelha, a centelha que nos ilumina e induz aos questionamentos.O realmente estaria acon-
    tecendo? Pois sabemos que vivemos sob um sistema econômico orientado por motivos pouco nobres,relativo à “massa” humana.
    Mas objetivando interesse de uma parcela mínima desta civili-
    zação.Um sistema econômico baseado no lucro, no dinheiro.
    Quem sabe os lunáticos seríamos todos nos…ironicamente,os
    cépticos convictos?…O tempo nos dirá.

    Maurice Cotterell…Editora Madras.www.madras.com.br
    ção

  • José Calasans:

    Patricia botou a turma para trabalhar pesado,o caldeirão da discussão ferveu,assim é que é bom. Concordo com o Glauco,realmente é difícil se fazer obras do porte dessas pirâmides sem uma tecnologia avançada,seria muito egoismo de nossa parte,achar que estamos sozinhos nesse imenso universo.E depois dos avanços da física quântica onde certos fenômenos e leis que eram impossíveis para a física clássica,acabam sendo possíveis na quântica,realmente acabo achando que seres de fora detiveram e utilizaram no passado,tecnologias que só conseguiremos daqui para frente.Isso é um espelho,no caso de nós encontrarmos om planeta parecido com o nosso,porém em um nível tecnológico inferior e nós interferíssemos em sua tecnologia acrescentado ou mudando algo.pode ter sido isso que aconteceu com as civilizações em questão.

  • kaos:

    na minha opiniao mesmo se os ets fizeram ou nao nao importa mais o passado e passado importante e agoraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    • Lulu:

      Pontuação textual também… dificil entender o que vc quis dizer em apenas 2 linhas…

  • Andre:

    Citação do Texto:

    “Alegações não comprovadas de antigos astronautas têm sido feitas há décadas, mais notadamente por Erich von Daniken, autor do best-seller clássico de pseudociência “Chariots of the Gods? Unsolved Mysteries of the Past” (o livro ainda não tem tradução para o português).”

    O tal livro já foi traduzido há quase 30 anos como “Eram os deuses astronautas”.

  • JOSÉ DIMAS LOPES DE AZEVEDO:

    SEGREDOS E MISTÉRIOS SOBRE A CIVILIZAÇAO, COLONIZAÇÃO DA TERRA: SUGIRO AOS ESTUDIOSOS, CURIOSOS, PSEUDOCONHECEDORES…
    “A CAMINHO DA LUZ” Pscografia de Francisco Candido Xavier, pelo Espírito Emmanuel. e “OS EXILADOS DA CAPELA” nao me lembro os autores, mas encontrados facilmente nas livrarias espíritas. Aí se encontram os ensinamentos para os grandes enigmas em relação as dúvidas e questionamentos bíblicos sobre a origens das raças, o elo perdido, o ceu, o inferno, o diabo, os demonios…

  • ze:

    Se alguém dissesse que a torre eiffel e o cristo redentor ou o world trade center foram feitos por alienigenas alguem acreditaria? Não, foram feitos pelas engenhosidade humana.

    Mas o preconceito europeu e americano contra os egipcios e maias, nao aceita que africanos e nativos da america tivessem uma civilização superior à deles enquanto eles não passavam de barbaros idiotas.

    Brasileiros parem de engolir essas bobagens racistas do norte.

    Os egipcios e os maias criaram tudo sozinhos, parem de acreditar nessas babaquicees estrangeiras e tenham orgulho de nossos ancestrais.

    • CristianoR:

      Putz…excelente resposta! Que mania de achar que os seres humanos não podem inventar ou construir algo sem ajuda dos “bichos ET´s”….oooo falta de raciocínio dessas pessoas.

    • Daniel Carletti:

      Zé, gostei desse seu reply.

      Os seres humanos tem uma capacidade incrível de produzir utilizando a criatividade. Essa comparação de não-aceitação dos europeus e norte-americanos chega a ser uma regressão para a humanidade. Existem lugares exuberantes que não estão situados à estes arredores.

      Porém aqui fica minha opnião de que também é muito egoísmo da raça humana acreditar que não existem extraterrestres ou vida à fora. O Universo é ‘infinito’, quantos outros lugares não existem para que a vida também possa se proliferar?
      Deve existir em algum lugar ou em muitos outros lugares civilizações como a raça humana ou semelhantes que já passaram por milênios de evolução. Nós somos uma raça relativamente nova, estamos passando por evoluções e aprendendendo sobre nossas dúvidas pouco-a-pouco.

      A raça humana, tem o defeito de ser manipulada e alienada pelas mídias inescrupulosas e também de acreditar só em que os olhos podem ver(salvas exceções).

      Eu queria viver para desvendar todas minhas dúvidas a respeito desses assuntos, porém é impossível.

      Fica aqui minha opnião.
      Obrigado,
      Daniel.

  • verner:

    o universo e misterioso e se expande a cada dia por que nos seriamos o único planeta com vida com um numero infinitos de outros planetas

  • desaww:

    eu acredito no obvio existe vida la fora e um dia nao sera mais segredo pra ninguem o governo esconde informaçoes com registro autentico porem o governo assim como a igreja esconde os fatos eles sao manipuladores de mente para eles e mais facil que as pessoas nao acreditem fato as pessas sao manipuladas desde as primeiras civilizaçoes e vao continuar assim ate que abrao suas mentes.fato nos viemos das estrelas e um dia voltaremos para elas.muitas pessoas nao querem acrediar.porque tudo que elas acreditam hoje cairia por terra.ate mesmo por medo do desconhecido.pena pois ai e que esta o fascinio de tudo.pensem nisso e abrao suas mentes.se voce nao viu um dia vera e vai dizer quanto tempo perdido.um abraço e passem adiante essas palavras.um abraço forte…..

  • Aron:

    Neutrinos, simples assim. Se Einstein estava realmente errado – porque ainda não foi comprovado se os neutrinos superam a velocidade da luz -, por que o resto da humanidade não poderia estar? Quem disse que 1+1 é igual a 2? A lógica? A conta nos dedinhos? Peraee… Existia matemática no “inicio” de tudo? Quem inventou a matemática e decidiu que 1+1 é dois e não “três”?

    Enfim, coisas simples que alguns vão me chamar de jumento por questionar.

    Não posso afirmar nada sobre o passado, não estive lá. Mas posso dizer o mesmo que um personagem de livro diz: “Você vê o que você espera ver” – Albus Dumbledore.

  • eu:

    preparem-se pra ouvir mais histórias da carochinha nos próximos tempos…

  • sabio:

    vamos deixar o blablabla, pra lá e pensar um pouco.
    se os maias tiveram contato com alienigenas ou não, se todos os outros mistério não puderam ser provados, por que existem tantos estudiosos que não chegam a ligar algum, exemplo:arqueologos, geologos, ufologos,etc.
    pra que servem? quem garante que não existem provas?
    acho que existem muintas coisas que ainda não foram nos reveladas pelas agencias governamentais e agumas outras não governamentais.
    pensem nisso.

    • Jonatas:

      O bom pensador não tira conclusões baseado naquilo que não tem certeza.

  • Jonatas:

    Sente-se diante dos fatos como uma criança e prepare-se para sacrificar todas a noções preconcebidas, siga humilde por toda parte e por todos os abismos a que a natureza o levar, ou você não aprenderá nada.

    (T. H. Huxley)

    A presença de seres extraterrestres no passado das civilizações carece de provas definitivas pelo menos a nível de reconhecimento geral da comunidade cientifica, ainda que haja bons indícios de ser real. Teremos a resposta quando filtrarmos o que é real separando da especulação e distorção de fatos.

  • Skill:

    o que me deixa encabulado é o fato (se for verdadeiro) destas civilizações terem sido ajudadas por ETs (ou nós do futuro) eles simplesmente não inventaram armas poderasas e se defenderam ou dominaram o mundo.

    Fica meio esquisito os ETs virem para a Terra e deixarem conhecimento somente na área da contrução civil. Com toda aquela matemática so maias, astecas etc deveriam ter se defendido dos invasores.

    Então por isto sempre vai ficar a dúvida se de fato foram ajudados por ETs…

    • Marcos – DF:

      Olá Skill !
      Bem, talvez a natureza não beligerante dos ET´s explique isso.
      Talvez o obejtivo deles era tão sómente o de melhorar a qualidade de vida dos contatados, exluindo-se aí, por conseguinte, a guerra …
      Abraços

    • Marcos – DF:

      Desculpem os erros:
      Objetivo e excluindo-se …
      Foi mal !
      🙂
      Abraços

  • Eddy:

    Gente não posso contar muito mais vi com meus próprios olhos o material que revela a presença de uma câmara debaixo da Esfinge onde o sarcófago foi encontrado vazio. Prefiro parar por aqui.

    Logo, a televisão francesa que cobriu, ou melhor, encobriu o evento, adicionando posteriormente elementos de cerâmica, múmia e outros objetos para encaixar com a época “aceitável” do sistema. A data do sarcófago? ± 10,000 > 13,000 anos atrás. Putz… ferrou com toda a história conhecida.
    Ainda que estudos dos registros de corrosão causado por chuvas na Esfinge, apontam que naquela época ouve muita chuva com a presença uma civilização que construiu a Esfinge e que existiu muito antes das pirâmides. Sabem que datas apontam esses registros? ± 10,000 > 13,000 anos atrás.

    Assim que falar da Lei da Comparação é uma brincadeira de mau gosto.
    Acreditar nos “contadores de história”, no mínimo uma irresponsabilidade.
    Adicionar nessa análises objetos arqueológicos como um martelo de ± 10 milhões de anos… Nem pensar porque teríamos que reconstruir TODA nossa história “antiga”.

    • Marcos – DF:

      Olá Eddy !
      Pô, conta aí o que voce viu, irmão !!!!
      🙂
      Abraços

  • Magda Patalógica:

    Sobre a construção das pirâmides

    Permitam um pitaco no conversê.

    Se os extraterrestres participaram da construção das pirâmides (o que acredito), então temos que admitir que a tecnologia empregada ali, foi deles.

    Então os blocos de pedra foram cortados com raios tipo laser.(vide os Crop Circles ingleses)

    No transporte e assentamento, aplicaram um sistema de anulação da força da gravidade, deixando os blocos com peso de isopor.

    Já li alhures, que eles utilizam a força da gravidade para viajar.
    Ajustam a sintonia da nave com a da gravidade do planeta de destino e viajam em ultra velocidade. Ao chegarem, diminuem a força de atração para não se chocarem com o solo.

    Então por quê não poderiam usar a mesma tecnologia para levantar os blocos das pirâmides?

    Será que viajei muito pela Hellmann’s Airlines?

    Fui

    • Nik:

      Só sei que até hoje não encontraram esqueletos de pessoas “esmagadas” por esses blocos, e isso é realmente muito estranho. Quero dizer, eles tinham tecnologia mais avançada do que nós e ainda com 100% de segurança?!

      (Hellmann’s Airlines, curti o/)

    • Marcos – DF:

      Olá Nik !
      Bem, se tinham esta tecnologia toda, é contínuo pensar que a segurança também seria de primeira ordem. Além do mais, admitindo-se que a colocação dos blocos de pedra foi feita por anti-gravidade, não haveria porque algum destes blocos cair e esmagar as pessoas, concorda ?
      Abraços

    • Baltazar:

      Que viagem! Daria um bom filme de ficção cientifica!

    • Marcos – DF:

      Olá Magda !!!
      Se voce viajou, viajamos juntos pois concordo inteiramente com voce !
      A sua lógica é a minha lógica e acredito que possa ter sido bem assim, ou parecido …
      Hoje em dia, com toda a tecnologia disponível, não conseguimos nem chegar perto do que realizaram os egípcios e maias, então, só nos resta pensar nestas hipóteses (que são fatos, mas só são admitidos como hipótese) …
      Abraços

  • Skill:

    E pensar que mesmo hoje NÃO TEMOS TECNOLOGIA PARA FAZER AS PIRAMIDES.

    E se começarmos agora terminaremos em 20 anos…

  • Neo:

    Chuck Norris ergueu sozinho todas as pirades, e enterrou as ki ele ñ gostou.

  • Paulo Rosas Moreira:

    Disse certa feita um homem chamado Odsson Ferreira : “Se voce não questiona o que acredita, como pode acreditar ? ”
    Quem nunca viu, não deve duvidar. Li,acredito que, no livro de Erich von Daniken, “Eram os Deuses Astronautas ?”, uma passagem em que nos apresenta uma descoberta feita a tempos no mar morto, se não me engano,de um instrumento de voo, um astrolábio, cuja análise apontou para a sua existencia centenas de anos AC.
    Fez mais; além de foto, indicou em que museu da França ele se encontrava. Quem duvida vá lá conferir.

  • Neo:

    Chuck Norris fez as pirâmides, sozinho!!!

  • Danilo M.:

    não creio na vinda de aliens aqui na Terra pois já está provado que não existe vida no nosso sistema solar além da Terra,pode haver vida inteligente no universo,mas anos luz daqui, os aliens não viajariam anos luz até a Terra,só se tivesem um nave que viajasse na velocidade da luz,enfim os maias foram uma grande civilização,eram grandes astrônomos e matemáticos,sabiam fazer cálculos com tanta presição quanto os calculos feitos pela NASA e eram uma civilização 1000 nos a frente de sua época tudo o que eles fizeram era mérito apenas deles,não só porque qeam avançados demais pra sua época que vamos acreditar que alienígenas vieram aqui e os ensinaram né!!!

    • Senhor Spock:

      Nossa Ciência ainda engatinha…

      Não podemos a priori descartar a hipótese de como se processariam os deslocamentos de SUPOSTAS naves pelo espaço de anos-luz!

      Pela ótica da intuição é provável que tenhamos tido algum contato com entidades exteriores. Só não acredito que tenha sido tão determinante!

    • Marcos – DF:

      Olá Danilo !
      E os maias aprenderam tudo isso com quem ? E por que perderam este conhecimento ?
      O mesmo pensamento vale para os egípcios …
      Abraços

    • Jonatas:

      Realmente é estranho, pelo caminho normal seriam as moaires potências de hoje. Acho que a chegada européia estragou tudo.

  • ratatouli:

    “Alguns também afirmam que os desenhos gigantes no deserto de Nazca, no Peru, foram criados por naves espaciais”

    que viagem, a teoria é que antigos habitantes da região faziam isso pra chamar atenção dos que viam de cima, sim, os visitantes.

  • Marte:

    Li todos os comentários e posso garantir: meninos, a coisa é mais complicada do que parece. Inclusive a relação das pirâmides maias com as egípcias é muito maior. Ao que parece, há um alinhamento dessas e isso só pode ser verificado hoje, através dos satélites.

    Sim, eu creio que os deuses eram astronautas. E deixaram várias provas disso por aí.

    • Jonatas:

      Herrare Human, Zé Ramalho, já escutou? “Nem Deuses. Nem astronautas. Éram os Deuses Astronautas…

  • Jhonatan:

    Bem imparcial este texto, né?

  • Cristiano M. G.:

    Pode até ser fantasiosa a hipótese da ajuda de “Aliens Ancestrais” na construção das pirâmides, mas com certeza há algo obscuro que demanda maior estudo e que a arqueologia tradicional não se interessa.
    A bem da verdade, considerando-se os 2.500.000 de blocos de pedras de 80 toneladas usadas na construção da Grande Pirâmide, seria necessário assentar pelo menos um bloco a cada 3 ou 4 minutos para que a pirâmide ficasse pronta em 20 anos, como estimam os arqueólogos. Para uma civilização que nem utilizava a roda, é um feito não condizente com a tecnologia empregada na época.
    Outro exemplo são os Templos de Abu Simbel, que foram transportados e reconstruídos em outro lugar por causa de uma hidrelétrica construída no final da década de 1960. A ideia dos engenheiros era levantar os blocos com guindastes, mas não conseguiram e tiveram que retalhar em vários pedaços os blocos.
    No entanto, quando os egípcios fizeram aquelas estruturas, elas foram feitas em blocos maciços inteiros e sem cortes, e erigidos sabe-se lá como, coisa que seria impossível de se fazer hoje, mesmo com o melhor maquinário existente.
    O que eu penso: é inconcebível que a humanidade, do dia pra noite, saia das cavernas e passe a erigir monumentos titânicos, existe uma lacuna a ser preenchida, talvez a existência de uma civilização muito avançada anterior à egípcia. Claro, é apenas uma hipótese.

    • Marcos – DF:

      Olá Cristiano !
      Parabéns pelo lúcido e embasado comentário !
      Abraços

  • Marcos:

    Mais um caça níqueis para aproveitar a moda: 2012.
    Não há necessidade de se procurar explicações além Terra para a engenhosidade humana, basta ter paciência, disciplina e método. Conclusões apressadas e análises superficiais levam a a absurdos.

    • Orion c.:

      Absurdo é tentar explicar o inexplicável.

    • Prego:

      Absurdo é criar ilusões e deuses diante da primeira dificuldade ao nos deparar com algo (ainda) inexplicável. É melhor estudar e estudar e estudar até encontrar a verdadeira explicação do que simplesmente inventar que foram os “ET´s” ou ou deuses.

    • Mochileiro:

      Concordo com você @Prego e digo mais, para mim Jesus Cristo era um hibrido alienigena que veio ao mundo para tentar “salvar” a humanidade.

      Seus milagres nada mais eram que a utilização de aparatos de alta tecnologia como botas anti gravidade (caminhar sobre a agua) e nanotecnologia (transformar agua em vinho e curar doenças). Implorou para que seu pai (nave mãe) não castigasse os seres humanos (entenda: destruição total da especie) e após ele ser cruxificado, subiu ao céus (vide: foi abduzido de volta por seus semelhantes).

      E agora me diga: a religião catolica se torna mais “plausivel” por causa disso? Por que se basta colocar aliens no meio de algo para que todo mundo passe a acreditar nela como fato CONCRETO, então a igreja catolica esta fazendo tudo errado.

    • Marcos – DF:

      Olá Marcos, xará !
      Veja o comentário do Cristiano, por favor.
      A humanidade é engenhosa, sem dúvidas, mas tem coisas que nem com paciência, disciplina e método, se consegue – pelo menos, por enquanto.
      Abraços

  • Rajmx:

    Sou analfabeto, em comparação a vcs aqui. Mas tenho algumas questões a ser solicitadas por vcs. Estamos raciocinando com o nosso conhecimento, e não imaginando que existe por ai diversas formas de pensar. As ciências vem aos poucos descobrindo coisas q algum tempo atrás nem se imaginavam. Exemplo foi uma bactéria q vivi sem oxigênio, a pouco tempo atrás tinhamos a certeza que a terra era o centro do universo, entre outras. Acredito q não estamos só no universo, não sabemos u q tem além do nosso alcance, depois do fim tem u q ? Todas as civilizações aqui citadas pelos colegas, podem ou não terem sido ajudadas por indivíduos fora da terra. Eles viveram o suficiente para poderem contruir seus impérios ? Se tinham ajuda de extra, por que os extra, pemitiram a sua destruição ?, por que não é fácil provar a existência deles ?, foi mais fácil provar a existência dos dinossauros ? Se os extra já tiveram aqui, pode ser q sintam saudades e voltem um dia, mas como viram q está tudo mudado dos relatos dos seus antepassados, que ficam com medo de entrar diretamente em contato com a nossa civilização, pode ser por isso q eles aparecem em locais remotos e de pouca quantidade de luz. Na suposta vinda deles não tinhamos cidades iluminadas como hoje. Se somos descendente dos extra, por que nos deixou aqui sem apoio logístico ? Sem uma forma de entrar em contato com eles ?.
    Na questão das pirâmides, q foi bastante discutido aqui, eu tenho uma opinião. Vcs já imaginaram q as pirâmides podem ter sido contruída de cima para baixo ? Fazendo escavações e colocando as pedras umas debaixo das outras ? Várias cidades já foram descobertas com escavações.
    Bem amigos eu acredito q tudo é possível, basta imaginarmos q não temos imaginação e ela irá se tornar realidade.

  • Perguntante:

    Será que se um dia deixar de viver virar moda todo mundo vai se matar ? Ciência sempre deve estar presente sendo ela fora de moda ou não. Essa geração disneylandia flu flu tem cada uma.

  • Mark:

    Talvez sirva como complementa – “Civilização Maia e seu contato com os visitantes das estrelas” – http://www.ets-e-ovnis.com/2011/09/civilizacao-maia-e-seu-contato-com-os.html

  • Rock:

    Recentemente descobriu-se cidade na Turquia de cerca de 10.000 a.C. com técnicas construtivas assombrosas para “selvagens”.No México arqueologa pesquisava sítios e começou encontrar artefatos, etc. que contrariavam em dezenas de milhares de anos (não vou falar que eram milhoes de anos senão os crente o pessoal surta) as datações aceitas como certas (aquelas que falam do acesso pelo estreito de Bering na última glaciação) e subitamente perdeu todo seu patrocionio e apoio de instituições.Pegadas de humanos juntamente com as de dinosssauros fossilizadas no rio Paluxy nos EUA.Mohenjo Daro com ossadas carbonizadas junto com areia vitrificada com radioatividade altissima.Se lerem os Vedas Indus (que datam do 10.000 a.C. pela historia oral e escritos por volta de 5.000 a.C. observarão descrições de como pilotar naves aéreas ou Vimanas, como agir em determinadas condições atmosféricas, com diferentes aparelhos. Tem o chamado “Mapa do Criador” (assim o chamaram) descoberto na Russia com 120 milhoes de anos com gravações só possiveis com máquinas de altissima precisão http://frankherles.wordpress.com/2008/02/16/o-mapa-do-criador/ e por aí vai poderia citar dezenas de anacronismos não explicados pela arqueologia oficial e , convenientemente, colocados debaixo do tapete.Mas quanto ao filme em questão deve ser uma viagem do pessoal e diz que é documentário como jogada de marketing.Isto só prejudica pesquisas sérias e fica perfeito para a mídia taxar de malucos quem pensa diferente das pesquisas “oficiais”

    • Cesar:

      Paluxy foi uma fraude perpetrada por criacionistas. O autor da alegação em 1985 confirmou que não é verdade. E até hoje a mentira segue sendo contada…

    • Glauco:

      E o resto?

    • Rock:

      Prezado Cesar .Sobre o rio Paluxy:Nao obtive esta informaçao de site criacionista, pois nao os visito assim como evito ateistas, pois nao é aferrado a conceitos que chegaremos a verdade (ah palavra tao abusada, ao mesmo tempo tao distante e tao proxima).Além disto existem contestaçoes a ser fraude.Segue texto

      “…Foi dito que as pegadas do Rio Paluxy são uma fraude e que foram talhadas na rocha como atração turística.

      – Encontramos trilhas seguindo para baixo das camadas de calcário. Removemos as camadas, uma lasca de rocha por vez. Descobrimos que as pegadas de dinossauro e as humanas continuam sob as camadas de rocha. Esta evidência é real.”

      E existem outras pegadas em outros locais.Mas cada qual que pense como julgar melhor.

    • Silvio RC:

      Postei uma mensagem com o e-mail da Magda, minha sobrinha, e aparece o avatar da bruxinha.

      Faço agora um teste com o meu e-mail.
      Ainda não mr acostumei com a mudança e assim que tiver um tempo, criarei um avatar pessoal.

      Abs:
      Silvio

    • Marcos:

      Um mapa de 120 milhões de anos descrevendo um relevo que é de hoje?
      Erosão, movimentação de placas, glaciações, nada disso modificou o local?
      Não é no mínimo estranho?

    • Rock:

      O texto comenta mudanças da placa tectonica sim.Se a informação é veridica ou não, mesmo com as credenciais dos pesquisadores envolvidos, certamente não posso afirmar com certeza

      “Identificamos a altitude de Ufa – sendo o Canyon de Ufa o ponto chave de nossas provas – porque conduzimos estudos geológicos e encontramos o seu rastro onde ele estaria de acordo com o mapa antigo. O deslocamento do canyon aconteceu por causa das placas tectônicas que moveram-se do leste”. Em coletiva à imprensa Alexander Chuvyrov disse: “Vejam este ponto, aqui é o Canyon de Ufa – a fratura da crosta terrestre, estendida de cidade de Ufa até a cidade de Sterlitimak. No momento, o Rio Urshak corre pelo antigo canyon

    • Cristiano M. G.:

      Ótimo comentário, Rock. Esta descoberta da Turquia de 10.000 anos realmente deixou em polvorosa toda a comunidade científica. Aliás, os arqueólogos daquela descoberta acreditam que seja possível encontrar artefatos mais antigos ainda. Interessante notar que aquele achado de 10.000 anos atrás foi propositalmente enterrado por seus autores, e as outras construções feitas posteriormente por cima eram cópias mal feitas daquela de 10.000 anos, como se com o passar do tempo foram perdendo a técnica adquirida….

    • Silvio RC:

      Olá, Rock

      Você citou: “Recentemente descobriu-se cidade na Turquia de cerca de 10.000 a.C”

      Estou fazendo um estudo sobre a Turkia e o assunto me interessa bastante.
      Você poderia fornecer mais detalhes e links?

      Desde já, agradeço.

      Abs:
      Silvio

    • Rock:

      Olá Silvio. Procure por “Gobekli Tepe”.A notícia original vi em canais como Terra, etc. E não achei novamente.Mas no Google achará várias matérias com fotos (impressionantes). Alguns se referem a ter sido descoberto onde era o éden, o que não respaldo, pois não se achará na terceira dimensão o que sempre esteve e está na quarta dimensão. Fraterno abraço para ti e tua sobrinha 🙂

    • Rock:

      Curioso que a palavra “tepe” ,que signignifica colina nas antigas linguas turcas do sudoeste asiatico é quase identico a “Tepec” colina em Nahuatl, falado no México pré-colombiano e ainda hoje, conforme nos lembra o mundialmente famoso linguista (saudades do trema) internacional Charles Berlitz em seu livro “As línguas do mundo”.

    • Eddy:

      Assim como o Aramaico (ou Arameu em português?) se confunde com a língua Maya também no México.

    • Rock:

      Respondi mas esta sendo analisada .Pesquise no Google por Göbekli Tepe

  • André:

    Legal. Só que não se tem provas concretas.

    • Glauco:

      O que você quer? Um vídeo no Youtube?

    • Nik:

      Eu ri.

    • André:

      Muitas pessoas dizem que viram, dizem que existem. Mas não apresentam provas. O dia que aparecer provas, eu acredito.

    • Nik:

      Acontece que as provas já estão aí.
      Só não esperar por coisas muito óbvias.

    • Mochileiro:

      “Muitas pessoas dizem que viram, dizem que existem. Mas não apresentam provas. O dia que aparecer provas, eu acredito.”

      “Acontece que as provas já estão aí. Só não esperar por coisas muito óbvias.”

      Seguindo esse pensamento Deus existe então 😀

    • Nik:

      Eu sigo e sou ateu.

      Com “nada muito óbvio” eu quis dizer uma placa dizendo: “Ei, somos aliens e ajudamos os humanos a criar estas bagaças!”

      Você usando um nick desses deveria saber interpretar melhor frases…

    • CristianoR:

      Et´s são é demônios querendo desencaminhar a humanidade, ao invés de se preocuparem com ser que não vemos, porque não ajudar seu irmão que passa fome, frio, necessidades básicas, só assim faríamos um mundo melhor de se viver. Preocupem-se com o que vemos, não o que imaginamos, só porque “falam” que viram, conjecturas…nada mais…

  • Fito:

    Não li o artigo, devido ao tema, da jornalista não tenho q reclamar, mas digo que Ets estão fora de moda.

  • Glauco:

    Fala com a minha mão!

  • eduardo:

    Cara, qual a dificuldade de construir pirâmides?
    É moleza…

    E falando sério… que indício já encontraram se as pirâmides egípcias e/ou as cidades maias foram construídas por et’s?
    Acho que seria mais misteriosos se a arquitetura dessas civilizações antigas fossem um tanto mais modernistas, ou pelo menos não tão rústicas como são…

    Esse cineasta deve ser amiguinho do Dan Brown e do James Cameron…

    • Glauco:

      Dan Brown e James Cameron só querem atrapalhar e fazer dinheiro. Mas não sei das intenções desse novo diretor.

      A dificuldade em construir pirâmides se encontra em:
      Na impossibilidade de se partir pedaços de pedras de centenas de toneladas em ângulos perfeitos com as ferramentas primitivas que eles possuíam. Nem com uma serra elétrica de precisão moderna você consegue essa engenharia;
      Na impossibilidade de se transportar esses monolitos a centenas de km do local onde as mesmas eram construídas. Atualmente só os caminhões moderníssimos da Caterpillar possuiríam essa capacidade;
      Na impossibilidade de se içar os monolitos do solo até a altura em que eles foram colocados. Nenhum guindaste atual suportaria o peso;
      Na impossibilidade de se alinhar esses monolitos em ângulos perfeitos de uma pedra com a outra. Mesmo que os guindastes atuais suportassem o trabalho, não possuiríam tanta precisão;
      Na impossibilidade de se fazer todo esse trabalho de lapidagem, transporte, içamento e montagem alinhado perfeitamente com estrelas de referência;
      Na impossibilidade de esse mesmo fato ter se repetido ao redor do mundo – Maias, egípcios, chineses.

      Já que esses fatos impossibilitam a construção de uma pirâmide mesmo nos tempos atuais, fica claro que uma tecnologia superior à nossa e totalmente desconhecida foi empregada nessa empreitada. Alguns chamam de ETs, eu chamo de ETs + Humanidades anteriores à nossa.

    • Felipe:

      Primeira vez que vejo o Glauco positivado…

    • Glauco:

      Que isso, já apareci na lista de mais votado diversas vezes…

    • Afonso:

      – O Egipto foi outrora um grande império, tinham gente suficiente para partir as pedras com martelos ao mesmo tempo, e não eram assim tão perfeitos os cortes das pedras. Hoje em dia consegue-se cortar assim uma pedra muito mais perfeitamente em questão de minutos.

      – A invenção da roda foi fantástica. Mas o processo de transporte seria mais fácil com troncos de árvores ou mesmo de pedra de forma a que rolassem.

      – Mais uma vez, com os troncos. Não se içava, mas transportava-se. Ia-se arrastando as pedras pelos troncos com rampas ao longo da pirâmide conforme de ia construindo.

      – Actualmente içar umas toneladas é uma banalidade. O que é comparado umas toneladas de pedra com um submarino que já se levantou do fundo do mar?

      – Não havia assim uma precisão como fazes crer. Não existe precisão nanométricamente. Existiam matemáticos e conseguiam os ângulos que queriam com cálculos.

      Acho perfeitamente que o ser humano há 5 mil anos atrás tinha perfeitamente inteligência para construir as pirâmides. Claro que não era gente banal, mas sim grande engenharia que só algumas mentes conseguiam, assim como se consegue algumas mentes brilhantes hoje em dia.

      Não ponho de parte a hipótese de vida alienígena ter vindo à terra, o que mais me intriga são os desenhos enormes na América central que apenas se percebem vistos de cima a grande altitude. Agora tecnologia ou construções fora do âmbito do ser humano, nunca foi mostrado, e não sei se alguma vez foi encontrado.

    • Glauco:

      Não importa o tamanho do império: não dá prá cortar pedras daquele tamanho e daquele tipo com instrumentos de bronze. E, se desse, ia ser tanta gente ocupada com isso que o resto do império iria parar. Se você erra o corte de uma pedra, ela não serve prá nada. Aquelas pedras são milimetricamente cortadas, vá ver fotos com detalhes dos encaixes delas na internet. E a não ser que você possua uma bela serra elétrica de diamante ou um feixe laser, não vai conseguir cortar nem uma pedra, quanto menos milhares.

      Não dá prá rolar cubos de pedra de centenas de toneladas sobre troncos de árvores, além do que aquela região não possui florestas. Rodas de pedra com tal capacidade seriam tão impossíveis de serem talhadas quanto os próprios cubos.

      Uma rampa para subir essas pedras titânicas e colocá-las no local exato necessitam ser de pedra tão pesada e resistente quanto elas. Não dá prá arrastar esses cubos por essas rampas de pedra sem um sistema de deslize que não existe nem hoje em dia, e você precisaria de uma rampa para cada andar. Não há rampas próximas às pirâmides.

      Atualmente içar centenas de toneladas milhares de vezes com precisão milimétrica não é banalidade, muito menos a mais de 10000 anos atrás.

      Conseguir ângulos perfeitos por cálculos é fácil. Difícil é jogar Tetris com cubos pesando centenas de milhares de toneladas.

      Com certeza a humanidade do passado possuía tecnologia para construir pirâmides, e é isso que estou dizendo. Mas encontre mentes brilhantes hoje em dia capazes de construir pirâmides se for capaz. Você não está considerando que essas pessoas deveriam ter acabado de sair da Idade da Pedra na época da construção delas.

    • Afonso:

      Mais uma vez digo, não há essa precisão milimétrica nas pedras como dizes, e o Egipto na época tinha gente suficiente para cortar as pedras em poucos dias, e hoje em dia corta-se perfeitamente esse tipo de pedra em minutos milimétricamente. Mas pouco importa para a questão hoje em dia.

      Dá sim senhor para rolar pedras sobre troncos com facilidade. Basta ter algum conhecimento de física, e até mesmo experiência da vida, o que custa é o arranque, que depois rola com facilidade. Óbvio com bastante gente a puxar, mas mais uma vez um grande império tem gente suficiente para puxar.

      Dava perfeitamente para montar uma rampa de areia temporária. Areia devia ser o que não faltava. E não são rampas ao lado das pirâmides, e sim, formadas mesmo em cima das pirâmides quando surgiam do solo para cima.

      Fui pesquisar, e há 10 anos atrás o tal submarino russo foi levantado do fundo do mar. Levantar milhares de toneladas, a mais de 100m de profundidade, devem corresponder a milhões de toneladas de força. Levantar uma pedras do Egipto hoje em dia, é uma banalidade.

      Montar as pedras pelas rampas formadas na própria pirâmide ao longo da sua construção, e logo de seguida removidas.

      Eu acredito na inteligência do homem. Há 5 mil anos atrás, já se controlava a agricultura há uns 3000 mil anos. O ser humano tem uma grande capacidade de aprender sozinho e descobrir por si.

    • Marcos – DF:

      Olá Glauco !
      Perfeito seu comentário !
      Abraços

    • Lulu:

      Ademais a tudo isso, importantent lembrar a construção das engenhosíssimas câmaras interiores..

      Os humanos passados não teriam capacidade de sequer erguer as stonehenges, imagina se seriam capazes de erguer pirâmides alinhadas com constelações/estrelas, e entre si em vários pontos do globo…

      Existem diversas provas de contatos alieníginas o fato é que essas informações são secretas aos órgãos governamentais e não serão divulgadas à população tão cedo…

    • Hugo:

      Engenharia permite isto tudo aí. Deixe um maluco árabe que gosta de gastar dinheiro com merda querer construir um, que constroi em 6 meses.

      Quando você tinha 5 anos e ia fazer morro de areia da praia, qual era o formato? Pirâmide ou cônico, sempre. É o formato mais fácil de fazer algo ganhar altura, aumentando as bases.

      Isto tudo já era possível a muito tempo, o que me impressiona mais é o poder dos faraós egípcios de mobilizar tanta gente, dar tanto trabalho. Acho que é um estudo mais interessante pro pessoal de humanas do que de exatas.

    • Glauco:

      É impossível arrastar pedras de centenas de milhares de toneladas pelo deserto com tração humana ou animal.

    • Bruno D.:

      Você está exagerando um pouco nos fatos, cada bloco que compõe a grande pirâmide de Queóps, por exemplo, pesa cerca cerca de 2,5 toneladas, o peso de uma pickup, e não “centenas de toneladas” como você afirmou. Os caminhões de mineradoras tem capacidade para carregar cerca de 300 ton. Além disso fora a teoria de as pedras terem sido trazidas em barcos através do Nilo, há também outra muito plausível que afirma que os blocos são sintéticos. Acredita-se que era possível confeccionar os blocos in loco em formas de madeira com uma mistura de cal e salitre como aglomerantes e areia e calcário dolomítico como agregados. Além de o assentamento ser quase perfeito, Esses componentes são mais fáceis de serem transportados e encontrados na região e teriam a mesma composição quimica dos blocos analisados.

    • Glauco:

      Tem razão, exagerei: cada bloco pesa entre 2.5 e 15 toneladas, e cada pirâmide tem cerca de 2300000 blocos. 2.5 ou 15 toneladas ainda é muito para se arrastar pelo deserto, ainda mais quando se multiplica esse número por milhões para cada pirâmide construída.

      Trazer essas pedras pelo rio Nilo ainda não resolve o problema totalmente, pois ainda existe o transporte entre o local de preparo das pedras e o rio, e o tranporte, içamento e alinhamento delas sobre o local exato da construção. Como o peso delas variava, provavelmente a localização de cada uma dentro da pirâmide também importava.

      Se era possível criar pedras de calcário à partir dessa receita, então o mesmo deveria ser válido para hoje em dia. Você sabe onde está essa receita e se ela é possível de ser feita hoje em dia?

    • Bruno D.:

      Como mensionou, a teoria de que os blocos seriam transportados a grandes distâncias tem vários aspectos que a fazem parecer improvável, mas sem um rigoroso estudo não se pode dizer que é impossível. Quanto a confecção dos blocos, afirmo com absoluta certeza que é possível…a mistura foi muito utilizada na construção civil (sem o uso do salitre, que tem sua comercialização controlada pelo exército) como argamassa de assentamento, quando há necessidade de redução de custos. sou químico e trabalho em um laboratório, não tenho salitre no momento, mas poderia confeccionar uma amostra somente com cal (óxido de cálcio), calcário (carbonato de cálcio) e areia e te mandar uma foto por e-mail, se estiver interessado é claro.

    • Cristiano M. G.:

      Opaaa..Finalmente o Glauco largou as dorgas manolo e fez um comentário decente. Para aqueles que torcem o nariz para a ideia de alienígenas ancestrais, devemos lembrar que há fatos incontestáveis de algo estranho que não condiz com a teoria vigente sobre o desenvolvimento humano. No mínimo, se não houve ajuda de Ets, havia alguma civilização avançadíssima anterior aos egípcios. Ex: Mapa do Pire Reis mostrando em detalhes a Antártica muito tempo antes de sua descoberta, o povo Dogon que conhece em detalhes há milhares de anos o sistema estelar Sirius, indicando astros que nem atualmente foi possível fazer uma análise detalhada, vestígios de explosão atômica há 5.000 anos atrás, o relato de Gilgamesh há milhares de anos, que disse ter sobrevoado a Terra e visto que ela era redonda e azul…

    • Marte:

      Os Dogons é um assunto bem cabeludo mesmo. Sabiam com exatidão a duração da órbita de Sirius B, há milhares de anos, e Sirius B só foi descoberta recentemente.

      E sobre as pirâmides, a utilização de PI na sua construção – que só seria descoberto pelos gregos séculos depois – é mais desconcertante do que o transporte de toneladas de pedras pelo deserto (que segundo uma egiptóloga que conheci, eram transportadas por telecinese).

    • Mochileiro:

      @Marte: “(…) a utilização de PI na sua construção – que só seria descoberto pelos gregos séculos depois” – A civilização egipcia é bem mais antiga que a grega, logo é possivel que eles tenham descoberto o PI primeiro que eles, mas estes ultimos teriam levado o credito.

      E não sendo a historia uma “ciencia exata” ela deixa margem a esse tipo de acontecimento.

    • Marcos – DF:

      Aeeeeee Cristiano !!!!!
      Valeu !!!
      Abraços

    • Cesar:

      Pois é, o pessoal subestima a capacidade dos povos antigos, que eram capazes de fazer cerâmica e arte sofisticada, mas, segundo esta gente, não eram capazes de amontoar pedras na forma de um monte…

    • Glauco:

      Você tá comparando prato e vaso de cerâmica com o entalhe, transporte, içamento e posicionamento de pedras de centenas de milhares de toneladas?

    • Flor de Lis:

      pois é, Cesar, e eles tanto foram capazes de amontoar pedras na forma de montes, que estes mesmos montes continuam de pé até hj pra provar a capacidade dos nossos antepassados!

    • Mochileiro:

      Concordo com você @Cesar: E acho estranho que para provar a existencia de “Deus” seja preciso provas empiricas e indiscutiveis sobre o assunto, ja para provar que alienigenas visitaram a terra basta a alegação de que “o homem não seria capaz de tal feito de engenharia, logo ele teve ajuda”.

    • Marcos – DF:

      Olá Flor de Lis !
      Perfeita sua resposta !
      Valeu !
      Abraços

    • eduardo:

      Caramba, eu nunca fui tão negativado…. kkkkkkkkkk….

    • %:

      Muito fácil !
      Vai lá e me faz uma replica em tamanho real de QUALQUER PIRAMIDE!!!!
      co conhecimentos tão avançados quanto o deles!!!

  • Nik:

    Levando em conta que os humanos não eram TÃO PERIGOSOS antigamente (quanto ao armamento) é bem provavél que tenha havido visitas sim, isso parece bem lógico.
    Também deve se levar em conta de que houveram muitos acontecimentos estranhos antes do nascimento de Cristo, coisas das quais não existem registros ou então faltam detalhes… mas de qualquer forma as pessoas da época descreveriam como coisas místicas ou sobrenaturais mesmo.

    Agora tem também a finalidade da pesquisa né, que até hoje… desculpem, mas não vi nenhuma. A não ser que DAR AUDIÊNCIA tenha virado objetivo de pesquisa né…

  • Denzel:

    tenho algumas matérias legais aqui no pc, mais não consigo falar com ninguém do hypescience =/

  • Anita:

    Vou mostrar essa reportagem para o meu orientador. Quero ver a reação dele: se ri ou chora.
    Há anos nós da arqueologia tentamos trazer um pouco de luz empírica para desmistificar essas ridicularidades, porém as pessoas continuam caindo nessas ladainhas místicas e pseudo-acadêmicas.

    Sensacionalismo escrachado e a transformação de um patrimônio cultural da humanidade e os remanescentes de uma antiga civilização em mercadoria patética.

    Nova evidência? hahaha, falácia nunca foi e nunca será evidência. Além do mais esses “estudiosos” e “cientistas” esquecem de uma pequena lei da arqueologia: a lei da comparação.

    Como estes “gênios” simplesmente assumem que qualquer registro arqueológico é alienígena são não possuem nem um artefato definitivamente alienígena para análise comparativa?

    Piada.

    • Glauco:

      A arqueologia só atrapalha o entendimento de certos fatos do passado. Nunca conseguiram explicar a construção de pirâmides de forma satisfatória, mas se satisfazem em dizer que, se extraterrestres não existem, então as pirâmides só podem ter sido feitas por pessoas recém saídas da Idade da Pedra, sendo que nem hoje em dia conseguimos fazer outras pirâmides iguais.

      Lamentável, senhora arqueóloga…

    • Afonso:

      Conseguir, até se conseguia. Só não há interesse económico nenhum actualmente em juntar uns milhões de pedras.

    • Glauco:

      É a mesma desculpa para não irmos à Lua. Muito conveniente isso.

    • Marcos – DF:

      Olá Afonso !!
      Conseguir fazer uma pirâmide nos dias de hoje ? Como ??
      Abraços

    • Carlos Wendel:

      Anita, concordo com o que você diz, mas você comete o mesmo erro dos ignorantes que tanto criticou: Entra no achismo e na generalização.

      Ademais, o teu tom irônico em relação à tais pessoas só demonstra desrespeito, e não superioridade, algo que você aparenta querer apresentar com “ladainha”, “gênios” e “falácias”.

      Que fique claro que não sou um defensor das pseudo-ciências nem de qualquer doutrina de desprendimento da metodologia científica que insista em dizer que contém conhecimento científico, mas como interessada em arqueologia, você deve estar ou já aprendeu que não se deve tirar conclusões antecipadas.

      Talvez essas pseudo-ciências tenham, em meio a tanta misinformação e desinformação, algo a ser verificado e benéfico à cultura e o conhecimento.

      Peço que tenha um mínimo de tolerância, pra que não se alimente o pseudo-ceticismo já encrustrado em alguns nem a inimizade crescente (aparentemente) em relação à ciência.

      Não é com ofensas que iremos resolver nada.

    • Bovidino:

      Você e o seu orientador poderiam nos tirar dessa ignorância, nos explicando cientificamente como as pirâmides foram construídas. Estamos aguardando.

    • CristianoR:

      kkkkkk ignorantes pensam assim, não sabem a capacidade que o ser humano tem de aprender e fazer coisas que até eles mesmo acham que não podem…se informe melhor antes de lançar estas perguntas sem conjecturas…

    • ratatouli:

      que vergonha de ler isso haha, tinha que ser arqueólogo,
      pior que criacionista

  • Mochileiro:

    Isso me lembra um memoravel debate que se teve sobre as piramides do egito e sua construção por alienigenas.

    “Ele acredita que nada menos do que a sobrevivência da humanidade pode depender das pessoas assistirem o filme (ou pelo menos ouvir sua mensagem).

    Para o bem da humanidade.”

    Eu ri.

  • Glauco:

    Eles se perturbam com visões alternativas, entretanto não fornecem explicação convincente para a construção das pirâmides. Dizem que foram criadas por escravos, entretanto nem com a nossa tecnologia atual poderíamos fazer igual mesmo com o dobro de pessoas. É claro que esse filme pode nos ajudar a interpretar melhor o assunto.

  • Glauco:

    Nem sempre as tecnologias espantosas de construção de pirâmides tiveram ligação direta com extraterrestres: humanidades anteriores à nossa possuíam tecnologia suficiente para essas construições e até mesmo para “naves espaciais”, e esses terráqueos de antes ajudaram a nova raça humana em seu desenvolvimento primordial. Entretanto, a visita de seres extraterrestres também ocorreu, mas foram fatos que ocorriam ao mesmo tempo, e a intenção de ambos era estabelecer uma civilização inicial para que o resto da humanidade pudesse se desenvolver nos próximos milênios.

    Os cientistas sempre ficam perturbados quando alguém tenta mostrar uma visão alternativa a respeito desses assuntos que são grandes mistérios do nosso passado: insistem ser pseudociência apenas por discordar dos resultados obtidos. Não aceitam testemunhos e nem registros históricos do passado ou contemporâneos, entretanto não fornecem uma explicação plausível para a construção de pirâmides ao redor do mundo inteiro, sendo que nem com a tecnologia disponível atualmente conseguiríamos repetir o feito.

    Espero que esse filme sirva para uma discussão decente sobre o assunto, e não para ser mais um filme bobo na prateleira…

    • Afonso:

      Não subestimes o ser humano. Há 5 mil anos haviam pessoas mais inteligentes que 99% da população mundial actualmente. Assim como hoje existe pessoas mais inteligentes que 99% das pessoas na altura. Um artigo mostra que mal evoluímos, por isso sempre houve mentes sobre-dotadas, e alguns casos de engenharia.

      E eu pergunto-me, por que raio vinham aí seres com tecnologia super sofisticada, com grandes naves que poderiam viajar anos-luz, juntar um monte de pedras umas em cima das outras? Para uma civilização assim tão sofisticada esperava algo melhor, edifícios metálicos, tecnologia electrónica… e não pedras.

      PS: Li algures que anteriormente as pirâmides do Egipto eram cobertas de algum metal.

    • Glauco:

      Considerando que nós hoje em dia possuímos tanta tecnologia, prá vc dizer isso mostra q vc concorda que eles possuíam tecnologia superior à atual. E é exatamente o que estou dizendo: nós possuíamos tecnologia própria para a construção das pirâmides, mas a visita de ETs aconteciam pois os relatos da época existem. Eles viriam para nos ajudar a construir as bases para a nova humanidade vindoura após os Atlantes, e a tecnologia usada para a construção delas era atlante.

      Nós construímos essas pirâmides pois são construções que duram dezenas de milênios, e de acordo com os antigos, elas possuíam diversas funções que não se encaixam nessa discussão. Mas as pirâmides eram recobertas por um metal, e esse metal era ouro. Mas isso é assunto para ocultismo.

    • Marcos – DF:

      Olá Afonso !
      As pirâmides não eram sómente um amontoado de pedras umas em cima das outras; tinham várias funções, entre elas, provávelmente, a de observatório astronômico.
      Abraços

    • Marcos – DF:

      Olá Glauco !
      A sua observação sobre o comportamento dos cientistas a respeito do desconhecido foi brilhante !
      Se algo “foge do manual científico”, deve ser ridicularizado e classificado como “não ciência” e assim, ser posto de lado. Na verdade, o fato deveria ser exaustivamente estudado e pesquisado para que se chegasse a uma conclusão sobre sua natureza.
      Abraços e parabéns !

Deixe seu comentário!