Passarinho sacana imita outros animais para roubar comida

Por , em 10.05.2014

“Drongo” é um termo usado às vezes na Austrália, que quer dizer “estúpido” ou “imbecil”. Mas drongo também é um tipo de pássaro africano que certamente não é burro. Um novo estudo descobriu que drongos podem imitar as “vozes” de 51 espécies diferentes, o que é impressionante por si só – outras aves podem se lembrar de até 32 vozes animais diferentes.

Mas, enquanto drongos rabo-de-forquilha (Dicrurus adsimilis) muitas vezes alertam outros animais sobre a presença de predadores imitando suas chamadas de alarme, eles também usam esses alarmes falsos para fazer com que animais abandonem sua alimentação no meio, para então roubar suas comidas.

Os alertas de sua própria espécie muitas vezes fazem o trabalho, mas, se isso não acontecer, eles mudam a voz para imitar outra espécie, muitas vezes o tipo de animal que eles estão tentando roubar. Eles podem imitar muitas aves e até mamíferos, como suricatos.

Drongos conseguem cerca de 23% de sua alimentação diária usando este tipo de truque, de acordo com um estudo recente publicado na revista Science.

De acordo com os cientistas, esta prática é comum na natureza. Geralmente, depois de um tempo, as vítimas entendem que aquilo é um alarme falso e não caem mais na armadilha. A diferença dos drongos é que eles conseguem flexibilizar os gritos de alerta da mesma espécie, como se fossem emitidos por animais diferentes. No estudo, os pesquisadores descobriram que, alternando suas vozes, os drongos foram capazes de continuar enganando os mesmos alvos.

Se eles continuam usando a mesma voz, os outros animais logo entendem o que está acontecendo, talvez vendo as drongos como o “menino que grita lobo”, como na fábula. Mas os drongos são inteligentes o suficiente para saber isso, então aprenderam a cantar de forma variada o mesmo grito de socorro. Incrível, não? [POPSCI]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!