Teria este inteligente corvo reinventado o trenó?

Por , em 19.12.2013

Uma família russa filmou uma cena insólita e divertida de um corvo repetida e deliberamente deslizando por um teto cheio de neve usando uma tampa de conserva como trenó.

As corujas são consideradas símbolos de conhecimento mas é o corvo e outras aves muito inteligentes (entre outros animais) que merecem reconhecimento pela sua perspicácia.

Estas aves já foram avistadas realizando todo tipo de comportamento complexo para alcançar seus objetivos. Esta parece estar se divertindo, o que traz implicações muito curiosas. Assista a seguir outros vídeos de corvos espertalhões.

Especialista em uso de múltiplas ferramentas

Usando humanos e suas gaiolas móveis para quebrar nozes

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

9 comentários

  • Marco Carmo Do Monte:

    Pense num pássaro inteligente…

  • Matheus Ailton:

    Poxa e dizem por ai que aves e animais não são inteligentes srsrsr! Ainda vamos ver novas especies inteligentes vivendo em harmonia com a humanidade!

  • Renato Lima:

    E nos achamos inteligente…

  • PHAS:

    E um tal de homo sapiens ainda se acha a única criatura inteligente nesse planeta…

  • Gustavo Souza:

    O comportamento de adaptação desse corvo, ou desses corvos, é, incrível!

    Pelo que já vi e pude presenciar com clareza, estes animais estão tentando estabelecer formas criativas e interativas, espalhando próprias criações e recebendo estímulos de novas atividades dos “colegas” no cenário que nós modificamos.

    A inteligência dos bichinhos chega a me surpreender, e me deixa realmente excitado sobre as possibilidades. Como vivem em grupos, imaginem como a esperteza deles pode abranger ENORMES, sim, gigantescas chances de que se, hipoteticamente unissem em uma sociedade ainda mais complexa, desenvolvessem ainda mais habilidades.

    O sistema de compartilhamento de habilidades provém à os corvos ensinarem e aprenderem. Penso muito no que eles usarão para sobreviverem nas nossas metrópeles e, juro que não serão extintos tão facilmente.

  • Gustavo Souza:

    O comportamento de adaptação desse corvo, ou desses corvos, é, incrível!

    Pelo que já vi e pude presenciar com clareza, estes animais estão tentando estabelecer formas criativas e interativas, espalhando próprias criações e recebendo estímulos de novas atividades dos “colegas” no cenário que nós modificamos.

    A inteligência dos bichinhos chega a me surpreender, e me deixa realmente excitado sobre as possibilidades. Como vivem em grupos, imaginem como a esperteza deles pode abranger ENORMES, sim, gigantescas chances de que se, hipoteticamente unissem em uma sociedade ainda mais complexa, desenvolvessem ainda mais habilidades.

    O sistema de compartilhamento de habilidades provém à os corvos ensinarem e aprenderem. Penso muito no que eles usarão para sobreviverem em conjunto nas nossas metrópeles e, juro que não serão extintos tão facilmente.

  • leigo:

    Corvo Sapiens

  • Daniel Araújo:

    não há qualquer sinal que sugerindo que ele estivesse fazendo isso por instinto; mas sim de forma planejada, por diversão ou curiosidade, ou seja lá o que for. Esse tipo de comportamento levanta questões muito relevantes sobre a natureza dos animais, deixando bastante evidente haver algum grau de consciência e senciência nele.

  • Cesar Grossmann:

    Impressionante.

    Melhor, não é impressionante, é IMPRESSIONANTE!!!!!

Deixe seu comentário!