Pedra que rolou pela lua é fotografada pela NASA

Por , em 15.02.2012

Cientistas da NASA fotografaram uma pedra que rolou por toda a superfície da lua. A imagem, capturada pelo Lunar Reconnaissance Orbiter Camera (Câmera do de Reconhecimento do Orbitador Lunar), mostra a pedra que caiu em um declive na cratera Schiller, deixando para trás sua trilha original.

Mas longe de ser um evento recente, as marcas da rocha sugerem que ela se moveu pela lua entre 50 e 100 milhões de anos atrás.

Pesquisadores acreditam que a pedra começou a rolar depois de ser atingida por um meteorito, ou depois de ser desalojada por tremores de um impacto nas proximidades. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

52 comentários

  • Cleivson Lopes:

    Acredito eu que não se trata de pedras rolando e sim meteoritos e meteoros que caem na superfície da lua, acredito que nem todo meteoro caia em vertical, de encontro com o solo lunar, mas sim também na horizontal com pouca velocidade como se fosse uma pedra atirada na superfície de um lago, atirada de forma que a pedra quique.

  • Victor Limas:

    Formigas lunares sempre provando que são mais fortes, deixam pedras em qualquer lugar mesmo!

    Mas sem brincadeiras o fato é muito interessante mesmo!

  • renarruda:

    Esses movimentos não poderiam ser influenciados pela gravidade aqui da Terra!? Pensando que “nossa” gravidade segure a lua e luas temporárias, como descrito em outra matéria, levando em conta o peso lunar e das rochas em sua superfície, a gravidade teria um efeito “acelerado” sobre um corpo de menor peso, fazendo com que se mova, como se estivesse andando na superficie. Uma espécie de imã!

    • cientista:

      Pessoal, se vocês observarem melhor a foto irão ver que aparece mais uma pedra menor que também ” rolou”, no canto direito abaixo , da foto.
      e outro coisa que se olharem bem, é que no rastro da pedra maior, cada marca ou ondulação deixada, da para ver que existem pequenas marcas ou miniburacos de meteoritos que ja se chocaram com a superfície, o que confirma que o movimento ja ocorreu a muito tempo, e agora ela parece estar estática. Porem , o que causa esse movimento até agora não tem explicação plausível.

      Uma nova missão tripulada ao solo lunar e um estudo do comportamento dessas rochas , com certeza teremos uma explicação.

  • Erivelto:

    Ah, então eles andam “varrendo” a superfície lunar por fotografias?
    Por que então eles não tiram fotos do local do pouso do homem na Lua onde está fincada a famosa bandeira americana?

  • diego dos santos:

    eu assistir apollo 18 e fala sobre as rochas alieniginas em videos reais e mostra que a nasa esconde a verdade de nós o tempo todo,eu assisto o history channel e eles abordam o assunto de alienigenas o tempo todo esses quer que agente saiba sobre esses assunto.

  • Dalamatia:

    Isso não é uma pedra comum. Na verdade é um dado. Está meio deformado pela erosão provocada pelo impacto dos micrometeoritos. Einstein saberia dizer quem esteve jogando dados na Lua. Ou, então, poderia criar uma teoria da rolatividade para explicar melhor isso.

  • erica:

    Assitam o filme apollo 18 ai vcs podem tirar algumas duvidas!!!

    • Gustavo J.C:

      Kkkkkkkkkkk muito comédia você!

    • Jonatas:

      As rochas lunares são aranhas-caranguejos alienígenas.

    • Bruno L. Rocha:

      São Decepticons. Cuidado! Chamem o Optimus!!!!

  • Leandro:

    Essa história está meio estranha…
    Olhem essas fotos aqui:
    http://ufrrj99.blogspot.com/2010/03/pedras-que-se-movem-sozinhas-na-lua.html

    Quero ver alguém explicar isso!!!

  • ASSIS FERNANDES:

    SÓ QUERIA SABER O PORQUÊ COM TANTA TECNOLOGIA E EU NUNCA VI UMA FOTO REAL ACORES. DESCULPE MINHA INGNORÂNÇIA.

    • Walrus:

      Mas ela está em cores……
      O problema é que lá não tem Paris nem Las Vegas, ora….

  • harrison:

    Já começa dizendo que rolou por toda a lua, depois ainda afirma há quanto tempo aconteceu!!!
    Claro, meu avô, talvez outro parente do cientista estivesse lá…

  • Paulo Eduardo:

    Eu acho que a pedra estava pulando! he he!!

  • Wilmar:

    Analisando a fotografia, parecer que a tal pedra diminuiu a velocidade de relagem rapidamente, pois os buracos no rastro mais distante parecem mais ovais, indicando que estava em velocidade suficiente para sulcar e ao final mais redondos. Creio que rolou bem pouco e não na lua inteira, pois teria que ter uma velocidade absurda para superar a resistência do atrito com o solo. Pode-se fazer um experimento desse na areia da praia… Outra coisa é que apesar do rogolito lunar ser bem fofo, não foi e não será coberto devido a inexistência de atmosfera.

  • nght:

    não deveria ter outras pedras do lado?

    só existe essa pedra na lua? Como que essa pedra poe estar s[o se ela foi empurrada por um meteoro?

  • paulo:

    Cientistas da NASA fotografaram uma pedra que rolou por toda a superfície da lua. Se foi assim não deixou rastro, toda a superficie da lua é o rastro.

    • Jonatas:

      O texto passa a ideia de que ela foi rolada por um impulso, um pequeno tremor sísmico ou choque de meteoro. Sabem os meteoros que entram na nossa atmosfera e se desintegram? também caem a Lua. Só que não há atmosfera para desintegra-los, e todos os dias a Lua é bombardeada por micro meteoros.

  • vinicius:

    Com certeza se trata de um aerolito.

    • Jonatas:

      Pícollo, do planeta Nameko, é você?

    • Glauco:

      kkkkkkkkk

    • Flor de Lis:

      Com certeza é ele… talvez possa nos dizer onde estão as esferas do dragão! rsrsrs

    • vinicius:

      Provavelmente não estão rolando na lua. 😉

  • Lucio Azevedo:

    Alguns Ufólogos acham que esse é o rastro de um artefato alienígena.
    O artefato é bem visível, pôs sua massa forma uma sombra ao final do rastro.

  • epivametal:

    “Mas longe de ser um evento recente, as marcas da rocha sugerem que ela se moveu pela lua entre 50 e 100 milhões de anos atrás.” Os caras mau conseguem voltar pra lá e dizem que a pedra rolou faz 100 mi anos. Me ajuda aí véio.

    • Glauco:

      É viagem deles, don. A poeira no solo lunar é extremamente fofa e constantemente reposta, já deveria ter tapado esses buraquinhos. se eles dizem que essa pedra rolou a milhões de anos, provavelmente ocorreu ano passado.

    • Jonatas:

      É preciso ver o que os especialistas em solos dizem de um terreno arenoso sob um sexto da gravitação terrestre, sem pressão atmosférica e nem ventos… Se ocorreria erosão, por exemplo.

    • Cesar:

      Você concorda comigo que quanto maior a vala, mais tempo leva para ela ser coberta, não importa se o regolito lunar caia a uma taxa constante?

      O pedregulho em questão tem 9 metros de diâmetro. Supondo que ele não tenha afundado muito no solo lunar, e que a forma dele seja aproximadamente esférica, isto significa uma trilha de pelo menos 6 metros de diâmetro. Leva um tempo para cobrir uma trilha destas e, como apontam os cientistas, eventualmente a trilha será realmente apagada.

    • L.Polarius.L:

      Mais de 10 Mi de toneladas de poeira se depositam por ano na superfície lunar.

      Milhões de anos = pelo menos uma centena de metros de pó.
      http://cre-ev.dwise1.net/slusher.html

      Deve ter rolado no ano passado mesmo…

  • Mamamia:

    Por quê um alien iria rolar uma pedra?
    Aiai, esses aliens de hoje…

  • Vander™:

    Eu diria que ela não rolou, ela foi arrastada, porque se ela rolasse não deixaria uma trilha tão reta asim e bem marcada.

    • Jonatas:

      Na verdade, é como se tivesse sido tombada várias vezes, pela profundidade das fissuras no chão.

    • Jonatas:

      e a sequência de formas, observe as arestas da pedra e as arestas das fissuras, elas variam.

    • geomundo:

      Mas se não existe gravidade como ela poderia rolar??
      de um alto para baixo, ou de um baixo para alto???
      Que força poderia obrigá-la a mudar de local??

    • Bruno L. Rocha:

      Está louco? Na Lua existe sim gravidade, e ela é 1/6 a da Terra, mas tem sim.

  • Glauco:

    Rolling Stones na Lua!!

  • Leandro:

    Foi um “Dichotomius Anaglypticus” que empurrou ela até lá. 🙂

  • Jonatas:

    Tem algo mais aí. Essa pedra não devia ter seguido um caminho tão reto num terreno tão irregular.

    • Glauco:

      Muito bem observado… fiquemos de olho!!

    • Leandro:

      E se essa pedra veio do espaço e caiu rente a superfície e não perpendicular?

    • Elton:

      Talvez seja aliens brincalhões e suas pedras rolantes…

      ¬¬”

    • kayane porto alegre RS:

      aliens jogando bola!!kkk

    • Dinho Rox:

      Aparentemente elas “rolam” em superfícies anômalas da Lua também, chega a ser muito suspeito.. http://www.ufo.com.br/blog/marcopetit/espaconaves-da-nasa-descobriram-objetos-que-se-movimentaram-pelo-solo-lunar

    • Marlon Alves Skãzi:

      Hmmm bem observado, massssssss, será q a diferença de gravidade, atmosfera, densidade não mudaria essas propriedades, por isso que ela rolou assim?

    • Cesar:

      Por que não? Com que velocidade ela fez a trilha? Qual a distância que ela percorreu? Qual a energia necessária para que ela consiga percorrer esta distância toda? Sem contar que na Lua a gravidade é menor, então uma pedra com 9 metros de diâmetro ainda vai ter o mesmo tamanho, mas terá 1/6 de seu peso na Lua do que teria na Terra. Com tudo isto o momento de inércia não é desprezível, e a força necessária para desviar a rocha de sua trajetória também não.

      Finalmente, se você colocar uma régua sobre a imagem vai perceber que a pedra sofreu pequenas alterações na sua trajetória.

    • Glauco:

      Não convenceu, César. Mas tb não convenço, então fico quieto.

    • Marcos-DF:

      Olá a todos !
      Olhando a foto com lupa, já quase no final do curso da pedra, há uma elevação, ou o que se parece com uma … Sendo assim, a pedra mágica não poderia subir a elevação por si só.
      Além do mais, parece beeeem extenso este rastro, né não ?
      Abraços

    • Jonatas:

      Mas o peso menor da pedra a deixaria mais sensível aos atritos com as elevações do solo, alterando sua trajetória ainda mais do que seria na Terra. Um movimento cuja força veio de impulso natural, como na teoria, perderia força na trajetória, entretanto, as fissuras tem a mesma profundidade até o ponto em que está a pedra, como se ele tivesse parado subitamente e não gradualmente. E onde a pedra começou seu caminho o terreno mais escuro parece mais uma depressão do que uma elevação.

    • Caio:

      Se você pensar que a areia na Lua é um pó “igual a talco”, a rolagem em lina reta é algo perfeitamente possível em determinadas condições, num plano inclinado. A leis de nossa física convencional também podem ser aplicadas em nosso universo, não acha? mas a foto é no mínimo, muito interessante!

Deixe seu comentário!