“Pelos” do nariz podem indicar a hora exata da morte

Por , em 8.12.2011

Apesar de parecer tão fácil nos programas de TV determinar a hora da morte de um corpo, a prática exige muitas adivinhações difíceis (a menos que alguém tenha visto o fato, é claro). Uma gama de fatores ambientais e outras circunstâncias podem influenciar a declaração do horário de morte estimado.

Mas uma equipe de cientistas italianos encontraram um relógio embutido na cavidade nasal humana que indica que um corpo foi morto e que pode ajudar na estimativa do horário de morte com mais precisão.

Existem várias maneiras para os examinadores forenses avaliarem a hora da morte – taxa de decomposição, o estado de rigor dos músculos, a temperatura do corpo – mas as circunstâncias específicas da morte muitas vezes podem influenciar os indicadores e introduzir variáveis que são difíceis de explicar.

Agora, os pesquisadores teorizaram que os cílios nasais – pequenas projeções digitiformes no nariz que ajudam as mucosas a expulsar bactérias e poeiras para fora do nariz – continuam a pulsar após a morte. Para testar sua hipótese, a equipe coletou amostras de 100 cadáveres recentemente falecidos para examinar as características dos cílios pós-morte.

Eles descobriram que os cílios realmente continuam pulsando até 20 horas após a morte e que o batimento diminui a um ritmo previsível e consistente durante esse tempo, independentemente de fatores ambientais. Isso significa que as equipes forenses e médicos poderiam usar a velocidade com que os cílios de uma pessoa estão batendo para fazer da determinação do momento da morte de uma pessoa: pura ciência. [Popsci]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)

21 comentários

  • Silrax:

    Agora é só retirarmos os pelinhos do nosso nariz e esperarmos a morte chegar. Ou fazer como Raul Seixas… Esperando a morte chegar… Moooorre! Mooorre!

  • Ezio José:

    Um ataque cardíaco fulminante seguido de morte súbita num momento de sexo oral; o espírito sentirá o cheiro da coisa por horas antes de partir para o além.

  • ALX:

    Confesso que não entendi a materia, rs

  • Alan Jorge …:

    Partindo do principio, que a ciência explica quase tudo e a religião não explica nada, talvez, essa “descoberta” esteja certa.

    • Utilidades Virtuais:

      Sou contra a sua teoria, mas sei que o ato de crer em uma ideologia é relativo. Sabemos que não existe verdade absoluta, tanto para a ciência quanto para a religião. Agora se você analisar o que a ciência e religião querem dizer em um ambito geral, ambas falam a mesma coisa, porem a ignorância de muitos cientistas e religiosos provoca confrontos ideologicos. Veja bem, a ciência diz que o universo foi criado a partir do Bigbang, a religião fala em SENTIDO SIMBÓLICO que Deus criou o universo. O bigbang baseia-se em uma força/energia criadora. Deus também pode apresentar as mesmas características de força/energia criadora. Portanto, tanto faz você chamar de Bigbang ou Deus, estará se referindo a mesma coisa.

    • Alan Barbosa Loyola:

      Nossa como você é presunçoso.

  • Felipe:

    então meu amigo é um morto-vivo, o nariz dele mais pelo do que eu no sovaco

  • Joabe:

    Isso esta me cheirando a morte.

  • Gui Melo:

    Eles podiam descobrir agora se conseguem desvendar o dia que a pessoa irá morrer né xD

    • Gui Melo:

      eu tive essa ideia também, ja tava entrando em choque ahahha

    • Daniela:

      Eu também tive essa impressão!

    • Camila:

      Também foi nisso que pensei.

    • Leandra:

      Achava que tinha sido só eu!

    • Asdrubal:

      Olha, também pensei isso. 😀

    • Ezio José:

      O título é de dúbia interpretação e talvez propositalmente. Resta cada consciência seguir a linha de pensamente reinante.

    • Flor de Lis:

      Quanta gente pensou a mesma coisa… e eu também. O título dá a entender que já existe um cálculo capaz de mostrar quando será o fatídico dia.

    • Glauco Mega_X:

      O título trollou todo mundo XD

  • Leandro:

    Seria uma coisa sinistra ver o legista enfiando o dedo no nariz do morto. Hehe, acho que 20 horas é pouco tempo pra analisar, aqui no Brasil, até o legista chegar, já é tarde. 🙂

    • Tigre:

      Corrigindo, até a polícia chegar, já e tarde.

  • Davi:

    Incrível,quando morrer já vou ter essas dicas em minha mente 😉

    • Ezio José:

      Você poderá subornar os peritos criminais que começarem o uso desta nova técnica.

Deixe seu comentário!