Por que a lama tóxica da Hungria é vermelha?

Por , em 10.10.2010

Se você está acompanhando as notícias sobre o desastre ambiental na Hungria com certeza já reparou que a lama tóxica é vermelha. Mas por que ela tem essa coloração? Nós temos a resposta!

A lama é, basicamente, um resíduo obtido durante a produção de óxido de alumínio – ou seja ferrugem. E é isso que dá à lama a cor avermelhada. No entanto a composição química da lama vermelha varia com a qualidade dos processos pelos quais ela passou.

O processo para criar a alumina foi desenvolvido por Karl Bayer, em 1888 e, basicamente, consiste em refinar bauxita usando soda cáustica – isso em altas temperaturas. O produto dessa reação é vermelho e é insolúvel em água: ele só é removido através de filtragem e decantanção.

Segundo a Unidade de Desastres Nacionais da Hungria, a lama é cáustica, levemente radioativa e pode queimar a pele mesmo através da roupa. É muito tóxica se for ingerida e sua poeira pode causar câncer de pulmão.

Apesar de sua toxidade e de ser um subproduto, essa lama pode ter algumas utilidades – desde ser usado em produtos de cerâmica, em estradas e em tijolos. [Life’s Little Mysteries]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

7 comentários

  • Milka:

    Seja lá o que for, a coisa é pior do que se imagina!

  • Richard Fontana:

    O termo “ferrugem” é próprio e único para derivados de ferro e não de aluminio. Embora o aluminio também possa de oxidar.
    A cor vermelha é decorrente do tratamento químico posterior de uso do óxido de aluminio (ou alumina). Ao se transformar em hidroxido e como possui características de formar flocos e absorver impurezas de águas em tratamento, torna-se assim de cor avermelhada e que é prória deste hidróxido. É o mesmo “barro” que normalmente saem das torneiras de suprimento de água nos meios urbanos.
    Sua maior toxidez reside no fato de que ao ser absorvida por qualquer organismo vivo que dependa de troca gasosa (oxigênio e gás carbônico), acaba por interferir neste processo. Motivo pelo qual peixes mergulhados em água tratada urbana, e esta mesmo tendo ppp – parte por milhão – deste hidroxido de aluminio, acabam por morrer, pois suas guelras ficam paralizadas pelo poder tóxico deste produto. Deixam assim de “respirar”.
    Hypescience não é “hiper” na forma de pesquisar e expor noticias e assuntos gerais.

  • ninja burro:

    Mas a ferrugem não se origina da oxidação do ferro? Para aluminio deveria ser aluminiugem.

  • Gustavo:

    O artigo original deixa esse detalho bem claro…

  • Gustavo:

    Corrigindo a construção: Só para esclarecer, FERRugem é um termo geral para óxidos de FERRO, que também estão presentes na bauxita.

  • Gustavo:

    Só para esclarecer, FERRugem é um termo geral óxidos de FERRO, que também estão presentes na bauxita.

  • Carlos:

    Óxido de FERRO é a ferrugem, que é de tom avermelhado ou marrom.

Deixe seu comentário!