Cientistas criam porcos “low fat” usando manipulação genética

Por , em 26.10.2017

Cientistas chineses criaram porcos com menos gordura usando novas técnicas de engenharia genética. Em um artigo publicado nesta semana na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, os cientistas relatam que criaram 12 porcos saudáveis ​​com cerca de 24% menos gordura corporal do que porcos normais.

Bichos da seda geneticamente modificados produzem “teia do Homem Aranha”

De acordo com os pesquisadores, eles criaram os porcos “fitness” na esperança de proporcionar aos criadores de porcos animais menos caros de se criar e que sofreriam menos com o frio. “Este é um grande problema para a indústria de suínos”, diz Jianguo Zhao, do Instituto de Zoologia da Academia Chinesa de Ciências de Pequim, que liderou a pesquisa.

Os animais têm menos gordura corporal porque eles têm um gene que lhes permite regular suas temperaturas corporais melhor, queimando gordura. Isso poderia fazer os agricultores economizar milhões de dólares em custos de aquecimento e alimentação, além de evitar que milhões de porcos sofram e morram por causa do frio.

“Eles podem manter a temperatura do corpo muito melhor, o que significa que eles poderiam sobreviver melhor ao clima frio”, disse Zhao em uma entrevista. Outros pesquisadores dizem que este é um avanço significativo. “Este é um documento tecnologicamente bastante importante”, diz R. Michael Roberts, professor do departamento de ciências animais da Universidade do Missouri, nos EUA, que editou o artigo para a revista científica. “Isso demonstra uma maneira de melhorar o bem-estar dos animais ao mesmo tempo que também melhora o produto desses animais – a carne”.

‘Super boi’ é criado na Bélgica

Outros dizem que esperam que o gado geneticamente modificado acabe se tornando mais aceitável tanto para os reguladores quanto para o público. “A população de nosso planeta deverá chegar a cerca de 10 bilhões em 2050, e precisamos usar abordagens genéticas modernas para nos ajudar a aumentar o suprimento de alimentos para alimentar essa população em crescimento”, diz Chris Davies, professor associado na escola de Medicina Veterinária na Utah State University, também nos EUA.

Zhao diz que duvida que a modificação genética afetaria o sabor da carne dos porcos. “Uma vez que a raça de porcos que usamos neste estudo é famosa pela qualidade da carne, assumimos que as modificações genéticas não afetarão o sabor da carne”, acredita.

Os cientistas chineses criaram os animais usando uma nova técnica de edição de genes conhecida como CRISPR-Cas9. Ela permite que os cientistas façam mudanças no DNA de forma muito mais fácil e precisa do que nunca. Os porcos normais não possuem um gene, chamado UCP1, que a maioria dos outros mamíferos tem. O gene ajuda os animais a regular suas temperaturas corporais em climas frios. Os cientistas colocaram uma versão do do gene de ratos em células de porco. Eles usaram essas células para criar mais de 2.553 embriões de porco clonados.

7 bizarrices genéticas criadas pelo homem que você pode ter em sua casa

Em seguida, os cientistas implantaram os embriões de porco clonados geneticamente modificados em 13 porcos fêmeas. Três das fêmeas ficaram grávidas, produzindo 12 leitões machos, informaram os pesquisadores.

Os testes nos leitões mostraram que eles eram muito melhores para regular a temperatura corporal do que os porcos normais. Eles também tinham cerca de 24% menos de gordura em seus corpos, informaram os pesquisadores.

Os animais foram abatidos quando tinham seis meses de idade para que os cientistas pudessem analisar seus corpos. Eles pareciam perfeitamente saudáveis ​​e normais, diz Zhao. Pelo menos um macho se acasalou, produzindo filhotes saudáveis, diz ele. [NPR]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votos, média: 3,89 de 5)

3 comentários

  • Edgard Gevaerd:

    A mercantilização da ciência servindo aos pecuaristas. Desserviço para aquela que deveria ser a verdadeira ciência, ética e compromissada.

    • Cesar Grossmann:

      Só serve aos pecuaristas? Os consumidores de carne suína não se beneficiam em nada? Nadinha?

  • Tiago Vieira da Rocha:

    Não acabando com o Bacon ta ótimo.

Deixe seu comentário!