7 bizarrices genéticas criadas pelo homem que você pode ter em sua casa

Por , em 28.11.2014

Depois de centenas de milhões de anos de evolução, o nosso mundo foi totalmente preenchido com animais bonitos, eficientes e bem adaptados a uma tarefa: sobreviver. Em seguida, a humanidade surgiu, passou alguns anos brincando com a criação de animais e arruinou tudo. A seguir, alguns dos animais de estimação bizarros que nós criamos:

Gato Lobisomen

6c2d625d2a1bc4907aa9b2355b015fb0

O Lykoi foi criado para pessoas que, aparentemente, querem ter um gato e um morcego-vampiro com uma aparência doente em casa, mas só têm espaço para um animal de estimação. Sua pelagem escassa e desigual acontece devido a uma anomalia genética rara.

Os 7 experimentos genéticos mais bizarros

O variante de gene responsável pelo visual sarnento causa estragos nos folículos pilosos dos gatos, deixando-os incapazes de produzir e/ou manter a pele macia que normalmente faz os bichanos atraentes.

Felizmente, estes gatos não parecem sofrer de quaisquer efeitos adversos para a saúde, até agora, embora os geneticistas e veterinários alertem que problemas potenciais podem não se manifestar até que os animais tenham 6 ou 7 anos de idade. Já que os gatos Lykoi são uma invenção recente, os criadores estão atualmente aguardando para ver o que pode acontecer.

Cabras Damascenas

damacene-goat-cropped-ears

Estas cabras são o auge de anos e anos de criação cuidadosamente regulada. Nativas da Síria, as cabras damascenas também são chamadas de Shami, Baladi e Aleppo. Sabe do que mais elas são chamadas? De lindas. Uma cabra damascena ganhou o título de mais bela cabra em uma competição em Riad, na Arábia Saudita, em 2011. Isso é uma coisa real, e este é um verdadeiro vencedor de um concurso de beleza.

Criados principalmente pelo seu leite, estes caprinos tiveram várias participações especiais na literatura e no folclore árabe, nos quais são elogiados por seu “caráter especial, características marcantes e nobreza”.

Obviamente, não foi a natureza que fez estes bichos peculiares; os seres humanos e os seus ajustes seletivos podem levar todo o crédito por esta obra-prima.

Porcos de Meishan

100615_f_017

Os Porcos Taihu vêm da China – mais especificamente, do Lago Taihu, localizado entre os ramos mais baixos do delta do Rio Yangtze. Uma variação notável desta espécie é a Meishan, que tem ganhado alguma atenção entre…aficionados por porcos. O porco Meishan foi levado para os EUA através de um esforço de colaboração entre a Universidade de Illinois, A Universidade do Estado do Iowa e do Departamento de Agricultura dos EUA.

Os porcos atingem a maturidade sexual de dois e meio a três meses após o nascimento, têm uma vida útil reprodutiva longa, e podem dar a luz até 16 leitões por vez. Todos estes fatores se combinam para tornar o Meishan entre os porcos mais prolíficos na existência.

Engenharia genética: 10 casos insanos

Esta taxa de reprodução relâmpago é a principal razão pela qual os porcos foram importados, com os agricultores salivando com a perspectiva de suínos que se multiplicam como coelhos. No entanto, não deu certo porque o Meishan teimosamente produz quantidades excessivas de gordura corporal. Mesmo para os padrões norte-americanos a carne é muito gordurosa, e a maioria das pessoas prefere cortes muito mais magros.

Canários Gibber Italicus

IMG_0165

Este é o canário Gibber Italicus. Talvez você se surpreenda ao descobrir que ele não está doente. Na verdade, não há nada de errado com este pássar, além, é claro, da aparência. É exatamente assim que os entusiastas por canários italianos que os criaram queriam que eles fossem. Suas motivações são tão desconhecidas quanto os resultados são inquietantes. Só se pode assumir que os criadores foram profundamente injustiçados ou ofendidos por canários de alguma forma, e esta é a vingança

Pelo menos, o esterno exposto e a falta de penas em suas coxas finas anuncia a quaisquer predadores que comê-los certamente não valeria o esforço.

Variantes do Porquinho-da-Índia

blog_yummypets_cobaye_skinny_05_2014-660x410

Este animal que você está olhando é chamado de porco magro. Não porque ele seja particularmente esbelto, obviamente, mas porque a sua pelagem foi totalmente retirada geneticamente, não deixando nada, somente a pele exposta e um constrangimento constante. Porcos magros costumam ter um pouquinho de pêlos, como o pobre animal acima tem em seus pés e face.

Como muitas boas histórias de horror, esta começa com uma mutação que ocorreu em um laboratório. Logo, porém, “criadores” pegaram o roedor-que-não-deveria-existir e começaram a vigorosamente fazer cruzamentos cada vez mais repugnantes.

Alguns criadores têm ido na direção oposta, incentivando o crescimento do cabelo ao longo de gerações subsequentes, até acabarem com algo parecido com o porco Texel Guinea, que se parece com um suporte de peruca no camarim da atriz Sarah Jessica Parker.

texel-guinea-pig1

Eles também fizeram uma variação chamada de cetim peruana, cuja exuberância sedosa é igualada apenas pela sua completa incapacidade de fugir de qualquer coisa sem tropeçar em seus próprios pelos.

DSC01812

Baudet du Poitou (Burros de Poitou)

Donkey Baudet du Poitou

Este burro sujo é um Burro de Poitou. A raça é da França, e mesmo sem os dreadlocks que parecem um grande casaco, eles estão alguns dos maiores burros do mundo. A pelagem peculiar faz parte destes animais desde o início dos anos 1700.

Em 1977, uma pesquisa constatou que havia apenas alguns Poitous remanescentes na Terra. Entusiastas destes animais, sempre eles, reuniram-se para trazer a raça de volta da beira da extinção. Graças a sessões de sexo premeditado de burros com dreadlock, hoje existem cerca de 1.000 desses seres.

Pombos de Budapeste

373967475_94a876fe9a_b

Esta lista tem alguns exemplos claros de que a gente deveria deixar a natureza fazer o trabalho dela em paz, mas nada se compara a estes pombos, aparentemente desenhados exclusivamente para desafiar a decência da Mãe Natureza.

5 animais que possuem seus próprios bichos de estimação

Vários pássaros são extremamente feios quando filhotes, mas o Pombo de Budapeste leva a feiura por todo o caminho até a vida adulta. Estes pequenos monstrinhos foram desenvolvidos no início do século 20 pelos irmãos Pöltl da Hungria. As deformações significam que eles exigem alimentação pela mão quando são bebês, caso você esteja se perguntando se ter sua cabeça formada 75% pelos globos oculares tem quaisquer efeitos adversos.

Curiosamente, eles são grandes voadores, capazes de permanecer no ar por até cinco horas e alcançar grandes alturas. Se isso é porque eles se sentem mais confortáveis no céu, longe do julgamento das outras aves, ou se é apenas uma tentativa constante e fútil de lançarem-se em direção ao sol, está aberto ao debate.

[Cracked]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

Deixe seu comentário!