Sonda chinesa pousa seu rover Yutu-2 no lado escuro da lua

Por , em 14.01.2019

Pela primeira vez, há um rover passeando pelo lado mais distante da lua.

A sonda chinesa Chang’e 4 pousou na região no último dia 3 de janeiro. Agora, o rover que carregava, chamado Yutu-2, foi lançado na superfície. A foto acima foi feita pela sonda quando o veículo finalmente tocou o chão lunar.

O lado distante, também conhecido como lado oculto ou lado escuro da lua, é o hemisfério lunar que nunca pode ser visto da Terra, porque o satélite está em rotação sincronizada com o nosso planeta.

Aprendendo mais sobre a lua

Os instrumentos científicos do Yutu-2 incluem uma câmera panorâmica, um radar de penetração no solo e ferramentas para identificar a composição química da superfície lunar.

O rover está explorando uma área chamada de “bacia do Polo Sul-Aitken”, que muitos cientistas lunares acreditam ser uma cratera de impacto de uma enorme colisão no início da história do satélite.

Esse impacto pode ter desenterrado rochas profundas do interior da lua, de forma que Yutu-2 pode nos ajudar a aprender sobre o passado e a constituição desse objeto espacial. [NewScientist]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

2 comentários

  • edson silva:

    Não querendo ser chato, mas como o blog é sobre ciencia, creio que o titulo deva ser alterado, já que a lua não tem um lado escuro.

    • Cesar Grossmann:

      Você está totalmente correto, Edson. A Lua tem um lado distante, mas não tem um lado escuro.

Deixe seu comentário!