Sandu’ao – a exótica vila flutuante da China

Por , em 3.11.2010

Conhecida como “o mundo marinho do futuro” a vila chinesa de Sandu’ao é a maior comunidade a viver sobre o mar.

Localizada na província chinesa de Fuijan, ela é, basicamente, uma vila auto-sustentável que flutua – isso quer dizer que seus habitantes não têm necessidade de pisar em terra firme para sobreviver. Usando barcos feitos em casa, eles tiram seu sustento do mar e lá há correios, estações policiais, restaurantes e lojas de conveniência.

A vila foi completamente devastada durante a invasão do Japão, na Segunda Guerra Mundial, e décadas foram necessárias para que ela fosse reconstruída. Atualmente, Sandu’ao é a maior área de cultivo de corvinas e produz vários outros tipos de frutos do mar, incluindo mariscos, ostras e camarões.

Como a maior parte das casas chinesas, as de Sandu’ao são feitas de madeira. A única diferença é que elas são construídas sobre pontes de madeira e de bambu, presas com barris de plástico e pedaços de PVC, para garantir a flutuação.

Além disso, o lugar onde a vila fica é isolado do mar aberto, então não há riscos de que ondas destruam a vila – só que as marolas são constantes e, se você tem o estômago fraco, não tente passar uma temporada lá.

[OddityCentral]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

10 comentários

  • Orlando:

    Que lindo ver a conciencia ambiental da humanidade! Eu nem pensei nisso nos primeiros segundos depois que li. Fiquei admirado foi com a inovacao habitacional. Pode, sim, ser a granda alternativa do futuro depois do presente que deveria estar comecando, mas tem que ter sistema sanitario. Se houver enchente do mar eles estarao tranguilos, mas houver tsunami sem um bom planejamento (caixas-bolha resistentes a impactos) ai a coisa complica. Boa noite.

  • big bang:

    Eu tava falando e do Brasil mesmo.

  • Túlio Botega:

    Tá ai uma boa alternativa, para o futuro próximo, afinal com o aquecimento global e o derretimento das calotas polares, os níveis dos oceanos subiram e com isso muitas cidades ficarão submersas, logo essa seria uma das alternativas viaveis

  • Nelson:

    Coisa de chineses mesmo…..tudo bem que lindo. Mas pergunto não tem terra firme na china…????
    Deixar o mar é muito bom para reserva-lo.
    Esta cidade flutuante ficara lá ate vir um tsuname e o mar toma o que é dele.

  • Felipe:

    Big Bang e pra onde vc acha q vai a maioria do degetos dos brasileiros ? para uma estação moderna de tratamento? kkkkkk
    vai é tudo pro mar

  • Ivo Filho:

    Bom, realmente as imagens não são boas. Se a vila é, como diz a reportagem, “o mundo marinho do futuro”, as próximas gerações estão ferradas. Ao invés de morar sobre a água eles poderiam ter ocupado aquela montanha lá atrás, né?! Acho que fiacria mais chique – parecendo com o Mediterrâneo, ou, na pior das hipótese, com as favelas do Rio de Janeiro, que também têm seu charme.

  • Hugo:

    Chineses…

  • big bang:

    Os dejettos devem iro pro mar como em toda cidade litoranea, e ai os farofeiros vão pra la nadar num mar de eca…

  • Joseph:

    Que nojento.
    Lendo o texto parece que é uma maravilha o lugar. Ainda bem que existem fotos.

  • Cecilia:

    E quanto a questão de saneamento? Os dejectos vão pro mar mesmo?

Deixe seu comentário!