Segundo cientistas, a Terra, nesse momento, tem duas luas

Por , em 27.12.2011

Um grupo de cientistas está argumentado que a Terra tem duas luas. Uma é aquela que você já conhece. A outra é um pequeno asteroide, não muito maior do que um carro Smart, orbitando em volta do planeta por um tempo, até que vá embora.

Os pesquisadores afirmam que há uma rocha espacial com pelo menos um metro de largura, orbitando a Terra. Não é sempre a mesma rocha, mas uma seleção de luas temporárias.

No modelo teórico dos cientistas, a gravidade do nosso planeta captura os asteroides quando estão passando por perto. Quando um é fisgado, ele geralmente dá três voltas irregulares – o que dura cerca de nove meses – até que volta para seu caminho próprio.

De acordo com o grupo, pouca atenção é dada para os satélites naturais terrestres, fora a lua. “Há muitos asteroides no sistema solar, então as chances da Terra capturar um a qualquer hora não é surpreendente”, afirma Jeremie Vauballion, membro do grupo e astrônomo do Observatório de Paris.

O grupo afirma que essa é a primeira tentativa de um modelo teórico para luas secundárias. Os resultados corroboram com observações de um asteroide “temporariamente capturado” em 2006, que orbitou a Terra por um ano. A rocha, chamada de 2006 RH120, tinha entre 3 e 6 metros de largura, e parecia orbitar a Terra a uma distância duas vezes maior do que a da lua.

2006 RH120 provavelmente foi descoberto por ser um pouco maior do que os outros exemplos. A maioria das luas extras tem apenas um metro.

“Objetos com esse tamanho são muito difíceis de serem detectados a uma distância de, digamos, algumas luas da Terra”, explica. “Quando se aproximam em sua órbita, estão se movendo rápido demais para serem detectados”.

Essas limitações significam que ainda não temos um modo de encontrar nossas luas secundárias. Mas um observatório chamado Grande Telescópio Sinóptico de Estudos (LSST), planejado para 2015, no Chile, pode mudar isso.

Também existe um projeto da NASA responsável por localizar objetos na vizinhança terrestre, mas o foco é em corpos perigosos, com mais de um quilometro de diâmetro.

Mas se nossas luas distantes e temporárias não ameaçam a Terra, faz alguma diferença que elas estejam lá?
De acordo com os astrônomos, sim. Alguns pesquisadores dizem que é possível pegar uma dessas luas para análise.

“Quando encontrado, esse asteroide vai imediatamente levantar a questão se devemos ou não ir lá, e eu estou pronto para apostar que os astrônomos vão dizer que sim!”, enfatiza Vauballion. “A razão é simples: porque os astrônomos não iriam querer um pedaço inteiro e intacto de rocha espacial? Meteoritos estão alterados porque passam pela atmosfera. O único pedaço de asteroide que temos veio da missão japonesa Hayabusa (e são poucas gramas). Os grãos de cometa que a missão Stardust trouxe estavam todos alterados”.

O cientista Clark Chapman afirma que podemos aprender muito com um satélite temporário. “Sem dúvida é verdade que satélites temporários seriam relativamente fáceis de serem capturados – não seria necessário nenhum foguete especial, e a viagem de ida e volta seria rápida”, comenta Chapman, que é especialista em impactos de asteroides.

“Nós realmente esperamos que uma missão espacial para um satélite natural da Terra um dia se materialize, e já começamos uma colaboração entre especialistas em mecânica de espaçonaves para definir como uma missão com essa função aconteceria”, finaliza Gravnik.[MSN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

36 comentários

  • Flavio Neto Franco:

    isso é mentira!não exite duas luas

    • Renata:

      Marte tem quantas Luas? Nada pode ser impossível… E o proprio artigo explica a 2ª lua e a sua origem…

    • Jonatas Almeida da Silva:

      Marte tem duas: Fobos e Deimos. Plutão tem cinco, Júpiter e Saturno mais de 60 cada um, Urano quase 30 e Netuno umas 13 – esse número deve ser maior ainda, pois são planetas grandes, distantes e com muito espaço – lembrando que a enorme maioria dessas luas são pequenas e irregulares – meros asteroides. Apenas a Terra (1 – Lua), Júpiter (4 – os Galileanos) e Saturno (1 – Titã) têm luas tão grandes quanto planetas, tamanhos próximos ao do menor Planeta: Mercúrio.

    • Renata:

      Foi uma pergunta retórica, baseada na afirmação dele… ^_^
      Mas sua resposta respondeu a uma segunda perguntas, e real dúvida sobre o assunto! Obrigada!

  • eEUcomISSO [tassio bruno]:

    na verdade, a verdade é q existe um satelite russo da epoca da ex-urss, entre a lua e a terra, neste exato momento, nos circundado.

    esses cientistas estao ficando cada vez mais jornalistas.

  • asdf:

    “Segundo cientistas, a Terra, nesse momento, tem duas luas”

    Implicâncias:

    Noites mais enluaradas;
    Marés revoltas;
    Aumento do número de nerds;
    Confusões temporárias;
    Nova corrida espacial;
    Aumento do número de eclipses lunares.
    Acaloramento das divagações em bares.

    Agora de que maneira poderemos retornar às nossas vidas sabendo que temos 2 luas? Esperam por acaso que ignoremos este fato por 9 meses e daí simplesmente seguimos adiante com 1 lua apenas??

    • Amadeus E:

      Comentario.:”Implicâncias:

      Noites mais enluaradas;
      Marés revoltas;
      Aumento do número de nerds;
      Confusões temporárias;
      Nova corrida espacial;
      Aumento do número de eclipses lunares.
      Acaloramento das divagações em bares.”

      R.: Exagero, se o corpo tem a largura de 1 metro, sua força gravitacional, em relação a terra, é despresivel, levando-se em conta a grande força gravitacional que a terra tem, então, não existe nenhuma mudança. E sobre eclipses, ele tem um diamentro muito pequeno, acredito eu, ja que o sol é uma fonte de luz extensa, se ele “entrar na frente” do sol, mal poderiamos perceber, ainda se assentua a distorção luminosa causada pela atmosfera, duvido muito que seja notado.

  • Walter:

    Putz e um do tamanho de um edifício passou entre a terra e a lua raspando porque não foi atraído a orbita terrestre, este sim seria uma segunda lua .Fatalistas e profetas de 2012 quais as suas previsões para o novo ano!!Postem…

  • Rosangela Dias:

    Grama 1:substantivo masculino
    Rubrica: física, metrologia.
    unidade de medida de massa no sistema c.g.s., equivalente a 0,001 kg [símb.: g]

    • Bia:

      O grama: unidade de medida
      A grama: aquela folhinha verde que tem no jardim

      O povo nao aprende mesmo. O que eu acho mais engraçado é o pessoal que diz que almoçou trezentAs gramas…. hahaha… foram pastar é? 😛

  • Rone:

    Cada vez mais os astrônomos admitem que objetos como asteróides e ” luas temporárias ” estão próximos à Terra. Não que antes não admitissem. Isso é um prato cheio ( na realidade um banquete ) para as teorias apocalípticas de 2012.

    • CASTOR:

      asteroides pequenos assim … com 1 metro de diametro só ?

      acho que não

    • Cesar:

      É possível fazer a simulação da queda de asteroides na Terra:

      http://impact.ese.ic.ac.uk/ImpactEffects/

      Asteroides muito pequenos geralmente queimam na atmosfera se vem muito rápido, ou caem simplesmente, sem nem mesmo criar crateras de impacto.

    • CASTOR:

      pena que meu ingles é fraco
      \o/

    • Amadeus E:

      Estamos em 2013 agora, passamos por 2012 tranquilo, que venha a profecia de 2013 \o/

    • Chico Lobo:

      Esse caso é diferente. O corpo está em estado orbital com a terra, não em rota de colisão.

  • CASTOR:

    sondas alienigenas orbitando a terra a uma distancia segura … ¬¬

    • Cesar:

      Existe uma distância segura, em se tratando de seres humanos?

    • CASTOR:

      digo segura a uma distancia que não possa ser detectada
      que seja invisivel daqui

      a porrada de satelites rodeando a terra deve deixar eles com uma pulga atrais da arelha … rs

  • Jonatas:

    realmente capitão.

    • eu só eu:

      eu daria tudo pra poder ir numa missão secreta
      a lua isso me fácina

  • lucas:

    isso explica muitas supostas aparições de óvnis por aí…

    • Cesar:

      Na verdade, não. Eles passam desapercebidos na grande maioria dos casos, não são vistos nem mesmo por astrônomos – por que são muito pequenos, e por que orbitam a Terra a uma distância muito grande.

      Calcule você qual o tamanho angular de um corpo de 1m de diâmetro, visto a mais de 700.000 km (a Lua está a 384.400km em média, e tem tamanho angular de 0,5º).

  • Alicia:

    Ártemis?

  • curioso:

    Se for assim Saturno tem um zilhão de satélites.

    • Jonatas:

      Nos anéis.

    • Hypescience:

      Se leres uma revista sobre as luas de saturno referem as luas com o satélites principais

    • eu só eu e mais nimguem:

      e pode ser tudo e possivel

  • Denzel:

    Uma vez eu li em uma revista de astronomia, que a terra tem 2 luas + essa “segunda” lua só passa pela orbita da terra a cada 200 anos. Agora se isso é verdade eu não sei.

    tenham um prospero ano novo (:

    • Jonatas:

      Esses artigos devem se referir ou a asteróides troianos ou a quasi-satélites, que são astros cuja órbita encontra ressonância com a da Terra na razão 1:1, orbitando ou na mesma órbita ou na mesma velocidade orbital ao redor do Sol, em 1 ano como a Terra, se comportando quase como luas. Mas não chegam a ser luas porque não giram diretamente com a Terra, estão apenas rebocados e preso na ressonância do nosso Planeta.

    • Jonatas:

      *quis dizer: não giram ao redor da Terra. Mas ao redor do Sol junto com a Terra.

    • Denzel:

      Hm. entendi

    • Cesar:

      “Corkscrew” (sacarrolhas):

      http://mangsbatpage.433rd.com/2009/05/strange-orbits-quasi-satellites.html

    • Jonatas:

      Mas que legal, eu adoro esse assunto sobre asteroides NEOs e esses sacarrolhas são singulares, obrigado pelo link Cesar…

  • Jonatas:

    Vai se saber se não é só um estágio de foguete errante?

  • Jonatas:

    Pedregulhos espaciais como esses Júpiter e Saturno pegam aos milhares. Tem que haver certa distinção ao se classificar um satélite natural. Não pra englobar na mesma classe um astro planetário como a Lua e uma pedra de um metro.

Deixe seu comentário!