Segundo o Google, existem 129864880 livros diferentes no momento

Por , em 8.08.2010

A Google está determinada a digitalizar todos os livros do mundo. Então a gigante da internet resolveu fazer as contas para saber quantos livros diferentes, afinal, existem no mundo no momento (é impossível contar aqueles que já foram “extintos”, destruídos pelo homem).

Eles bolaram um algoritmo especial para fazer o cálculo e chegaram ao número 129864880.

Mas para aceitar esse número, você teria que primeiro definir o que é um livro. Segundo a Google, um livro pode ter uma ou um milhão de cópias e eles contam diferentes edições de uma mesma história como livros diferentes. A empresa afirma que usa o critério da ISBN  (International Standard Books Numbers – a empresa responsável pelo controle de livros) – mas que não adota, simplesmente, os números da ISBN porque acredita que alguns livros impressos em determinadas regiões do mundo ou impressos sem objetivo comercial não foram contabilizados pela organização.

Mas fica a pergunta: destes 129864880 livros, quantos você já leu? [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

12 comentários

  • Espectro:

    Quantos será que são realmente bons?

  • Victória:

    Teve um ano que virei fã de carteira de uma biblioteca de abril a novembro de 2009 le 60 livros(perguntei meu cadastro pra bibliotecaria).
    Consigo le até pagina 107 de um livro sem interrupção porque adoro le!
    Acho que tem mais livro do que isso!

    • 3dx:

      pg 107? não que eu quira me gabar mas uma vez eu gostei tanto de um livro que li ele inteiro em 9h(ele tem 452 pg)

  • Hugo:

    Lí quase nenhum destes tsc. Admiro e respeito muito quem gosta de ler, mas é difícil eu passar 3 folhas sem dormir, só sirvo pra cálculos mesmo.

  • Mercedes:

    Neste exato momento, na minha estante, tenho 370 livros, dos quais ainda não consegui ler uns 40….
    Este número é do ano passado para cá. Isto dá + ou – 1 ano e meio. Somando com o resto da minha vida anterior, eu diria que consegui chegar a um bom número. Uns 1000 livros + ou -.
    Sou de época. Tem tempos que leio tudo o que me cai nas mãos, já houve época de eu nem sequer cogitar a existência de um livro….
    Também acho esse número aí acima beeem baixo…..enfim, não há parâmetros….

  • wesly:

    No momento estou ESCREVENDO e não lendo algum livro/PDF.
    E agradeço os comentários, as críticas e as correções que recebi dos colegas, pois foram elas que me possibilitou corrigir, melhorar e produzir o PDF “A Bíblia desmistificada”.
    E como gratidão autorizo que o conteúdo do meu livro/PDF seja xerocado, traduzido para outros idiomas, des de que o meu nome seja citado, e o objetivo dos novos “autores” seja o de divulgar os meus comentários.
    Procurem ser criativos; copiem, divulguem, insiram ilustrações que torne os artigos mais fáceis de entender, anexem desenhos e faça um bom proveito do meu PDF/livro virtual “A Bíblia desmistificada”.
    Pois embora tenha sido possível escrevê-lo e colocá-lo no ciberespaço em poucos dias, através do livro “A Bíblia desmistificada” é mostrada vários conhecimentos que levaram milhares de anos para serem compreendidos. Abraços para todos.

  • eduardo:

    Tô achando esse número muito baixo pela quantidade de livros publicados….. não q eu tenha contado nos dedos… kkkkkkk… mas parece ser pouco…

    • Odin:

      Tambem to achando esse valor muito baixo…
      acho que erraram nesse algoritmo ai xD

  • Cenystro:

    2 ‘.’
    hahaha to brincando
    Eu adoro ler
    uns 200 somando a vida toda eu ja li

  • ANILSON MARTINS:

    Alguem pode me dizer como se pronuncia este numero anunciado, de livros existentes?

    • Juliano:

      Aff! Vc tá de sacanagem né?!?!

      129 milhões 864 mil 880 livros! por favor!!! ¬¬’

  • Ezio Jose:

    Livros Caetano Veloso
    Tropeçavas nos astros desastrada
    Quase não tínhamos livros em casa
    E a cidade não tinha livraria
    Mas os livros que em nossa vida entraram
    São como a radiação de um corpo negro
    Apontando pra expansão do Universo
    Porque a frase, o conceito, o enredo, o verso
    (E, sem dúvida, sobretudo o verso)
    É o que pode lançar mundos no mundo

    Tropeçavas nos astros desastrada
    Sem saber que a ventura e a desventura
    Dessa estrada que vai do nada ao nada
    São livros e o luar contra a cultura

    Os livros são objetos transcendentes
    Mas podemos amá-los do amor táctil
    Que votamos aos maços de cigarro
    Domá-los, cultivá-los em aquários
    Em estantes, gaiolas, em fogueiras
    Ou lançá-los pra fora das janelas
    (Talvez isso nos livre de lançarmo-nos)
    Ou – o que é muito pior – por odiarmo-los
    Podemos simplesmente escrever um:
    Encher de vãs palavras muitas páginas
    E de mais confusão as prateleiras

    Tropeçavas nos astros desastrada
    Mas pra mim foste a estrela entre as estrelas

Deixe seu comentário!