Trocar bife por peixe diminui os riscos de doenças cardíacas

Por , em 18.08.2010

Segundo um novo estudo, alimentos ricos em proteína, como peixe ou frango, devem ser priorizados e mais consumidos do que aquele belo bife acebolado, pois eles podem reduzir o risco de doenças cardíacas.

O estudo mostra que substituir a carne vermelha ou minimizar a quantidade dela na sua dieta traz benefícios importantes para a saúde. Os resultados demonstraram que comer mais carne vermelha cozida ou processada e laticínios ricos em gordura aumenta os riscos de doença cardíaca.

A pesquisa compilou dados de questionários aplicados a 84.136 mulheres com idade entre 30 e 55 anos. Comparado com as mulheres que comiam, em média, meia porção de carne vermelha por dia, as mulheres que comiam duas porções tiveram um risco 30% maior de desenvolver doença cardíaca coronária.

Além de reduzir as porções de carne vermelha, o resultado mostrou que comer mais peixe, frango e nozes diminui o risco de doença cardíaca coronária. Trocando a carne vermelha por uma porção de nozes ao dia, o risco cai 30%; trocando a carne vermelha por uma porção de peixe ao dia, o risco cai 24%; trocando por uma porção carne de ave ao dia, o risco cai 19% e trocando por uma porção de produtos lácteos com baixo teor de gordura por dia, o risco cai 13%.

Embora o estudo tenha sido realizado somente com mulheres, os pesquisadores disseram que é muito provável que os resultados também se apliquem aos homens. Sendo assim, o conselho para melhorar a saúde é aproveitar os produtos citados e fazer substituições da carne vermelha em sua dieta. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

  • ALESSANDRA:

    esta materia serve para o povo brasileiro que é carnivoro e canibal e tem uma alimentação noj….só quando vim viver para europa é que aprendi a comer e conhecer os alimentos bons e cá dao mais valor ao peixe não troco meu bacalhau por nada.

  • Josue Francisco Bittencourt:

    Muito boa a materia, sem contar que carne vermelha ja vem contaminada;a corrupção generalizada em nosso país, barra a qualidade de muitos produtos, e quem paga o preço por 2(duas) vezes é o consumidor: valor altíssimo pelo quilo da carne + a saúde que não tem preço. parabéns pela matéwria!

Deixe seu comentário!