Veja a Terra como nunca antes

Por , em 24.07.2016

A imagem mais detalhada da Terra já feita até hoje é um pouco diferente da visão do planeta com que estamos acostumados.

Isso porque a fotografia, feita pelo satélite meteorológico russo Elektro-L, é um clique único, ao contrário das imagens “bolinha azul” comuns que a NASA faz, onde várias fotos tiradas a partir de vários voos rasantes são unidas como um mosaico.

O resultado é uma bela fotografia de 121 megapixels, distinta de tudo que já vimos. Confira-a em alta resolução aqui.

Elektro-L

O satélite meteorológico utiliza dados com base em comprimentos de onda de luz visível e infravermelha – uma técnica que deixa a vegetação com uma tonalidade vermelho-ferrugem muito proeminente.

O dispositivo faz fotos a mais de 35.000 quilômetros de distância, sobre o Oceano Índico, a cada 30 minutos.

Algumas delas foram combinadas para criar vídeos como o abaixo, mostrando 350 imagens com resolução total: [Futurism]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

10 comentários

  • Fernanda A C Feitosa:

    Também me decepcionei com o site pois agora só podemos comentar em 140 caracteres

  • Fernanda A C Feitosa:

    Também demorei a identificar os continentes até perceber que está de cabeça pra baixo em relação ao que vemos nos livros

    • Cristiano Hahn:

      Tecnicamente não existe “baixo e cima” no espaço, e se existir ninguém saberia qual a direção rsrsrs

    • Cesar Grossmann:

      É interessante, estamos tão acostumados a achar que o polo norte tem que ficar “em cima”, que causa estranheza ver diferente.

    • Gabriel Vieira:

      Até nisso os países imperialistas implantaram superioridade sobre o resto mundo, são maiores nas projeções cartográficas e “acima” no globo.

  • Fernanda A C Feitosa:

    Menos verde do que vemos por aí, mas o vídeo me decepcionou porque não mostra a utra parte do Globo.

    • Cesar Grossmann:

      É um satélite geoestacionário, ele fica sobre o mesmo ponto o tempo todo.

  • Estrela Ferreira:

    Realmente está uma coisa muito mal feita fazem a sombra da noite ,mas a terra parada ,ou seja :A terra gira parada sobre o seu proprio eixo.

    • Cesar Grossmann:

      O satélite está parado sobre o mesmo ponto o tempo todo, é um satélite geoestacionário. Não tem nada de “muito mal feita”.

  • José Eduardo:

    É menos verde do que eu imaginava.

Deixe seu comentário!