Robô “ursão” ruge ao resgate

Publicado em 25.08.2009

robô de resgate

Foi criado um novo robô a fim de ajudar em resgates no exército. O humanóide BEAR (que em inglês significa ‘urso’, mas neste caso é a sigla para Battlefield Extraction-Assist Robot) pode localizar vítimas em minas, campos de batalha, derramamento tóxico ou estruturas prejudicadas por terremotos. E, de acordo com o fabricante Vecna Robotics, também pode levantar e carregar pessoas a uma longa distância com segurança, sem arriscar outras vidas.

O desafio foi aumentar a capacidade de busca e resgate reduzindo o tempo em que profissionais do resgate de arriscam suas vidas diariamente. Mais da metade das Medalhas de Honra auferidas pelos médicos são concedidas postumamente.

Os protótipos atuais – nove até agora – são aperfeiçoados para que tenham resistência ao fogo e explosões, alta velocidade e aumento na agilidade. O robô, de acordo com o fabricante, possui um corpo mais “poderoso” e alto controlado por sistemas hidráulicos que podem levantar até 226 kilos. A mobilidade é feita por duas esteiras que podem ficar apoiadas no chão a fim de recolher a vítima, assim como podem levantar e ficar em pé.

Porém, a empresa Vecna ainda está trabalhando nas habilidades do BEAR para transitar em lugares mais complexos e elevar o nível de interação humana-robô.

O projeto é patrocinado pela U.S. Army’s Telemedicine e o Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica, que faz parte do U.S. Army Medical Research and Material Command. [CNET]

Autor: Eduardo Martins

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

  1. Pow se eu estivese em perigo e encontrase o “BEAR”, ia é sair correndo.
    Aparece um robo Super forte.Parecendo até que saiu do Filme Star War querendo me carregar sei lá pra onde.Eu Hein!

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
michael-jackson-g
Propofol teria causado morte de Michael Jackson

Foram encontradas do...

Fechar