As 11 criaturas mais misteriosas e aterrorizantes das lendas urbanas

Publicado em 2.12.2010

O medo é bastante verdadeiro. Mas e as criaturas? Seriam elas verdadeiras? Ou imaginação? Se um dia elas realmente já pisaram na Terra, parece ser um mistério. Mas elas são o assunto de filmes, documentários, livros, músicas… E todo boato tem que nascer de uma ponta de verdade. Ou não? Confira as 10 criaturas mais bizarras das lendas urbanas:

11. O Demônio de Dover

Uma criatura desproporcionalmente grande, com a cabeça em forma de melancia, olhos brilhantes cor de laranja, braços e pernas finas, dedos finos, calva, com a pele áspera, de um tom bronzeado, com a textura de uma lixa. Esse é o Demônio de Dover. Nele, faltavam características faciais como nariz, ouvidos ou boca. Dizem que ele media 91 centímetros, e fazia um barulho descomunal que soava como um grito de falcão combinado com um assobio de cobra. Esta criatura foi avistada em três ocasiões diferentes na cidade de Dover, Massachusetts, EUA, em 21 e 22 de abril de 1977. Devido a sua aparência, há especulações de que ele seja um alienígena, ou o resultado de algum tipo de experiência, ou seja, um híbrido humano ou um híbrido alienígena, enquanto outros sugerem que ele veio de outra dimensão.

10. O Demônio de Jersey

Segundo a lenda, essa criatura habitou o sul de Pine Barrens, em Nova Jersey, EUA, desde o início de 1800 até o século 20. É geralmente descrita como um bípede voador. Tem asas de morcego e uma cabeça parecida com um cavalo, além de cascos. A lenda da criatura deriva de um conto sobre “Mãe Leeds”, uma bruxa local, que teria invocado o demônio ao dar à luz a seu 13º filho. Quando o bebê nasceu, imediatamente se transformou na criatura demoníaca e voou para os arredores. O Demônio de Jersey foi responsabilizado por mortes de gado, e muitas trilhas estranhas e sons bizarros. No início de 1900, dezenas de pessoas em Nova Jersey e estados vizinhos alegaram ter presenciado o Demônio de Jersey, ou ter encontrado evidências suas em trilhas estranhas.

9. Monstro de Flatwoods

O monstro pode ser na verdade uma forma de extraterrestre. A criatura foi flagrada nas proximidades de um OVNI de grandes dimensões que pairava acima ou descansava no chão da cidade de Flatwoods, no condado de Braxton, em West Virginia, EUA, em 12 de setembro de 1952. Segundo os relatos, a criatura era enorme; tinha pelo menos 3 metros de altura. Seu rosto lançava um brilho avermelhado, e seu corpo era verde. Sua cabeça tinha a forma de um coração, ou um Ás de Espadas, e os olhos não eram humanos. A criatura estava vestindo uma espécie de roupa escura, semelhante a uma saia. O monstro não carregava armas visíveis, mas seus braços avantajados terminavam em longos dedos com garra.

8. Homem-coruja

Os primeiros relatos dessa criatura aconteceram em Mawnan, Cornwall, exatamente em 17 de abril de 1976, onde a criatura foi vista pairando sobre a torre da igreja Mawnan. Outros avistamentos bastante estranhos continuaram ocorrendo até agosto de 1978, todos nos arredores da igreja. Essas visões cessaram em 1995. Considerando seu nome, as pessoas dizem que a criatura parece uma coruja, é do tamanho de um homem, tem orelhas pontudas, olhos vermelhos e garras pretas na forma de pinças. Seu corpo tem algumas semelhanças com outra criatura famosa, o Mothman (Homem Mariposa, Homem Borboleta), na medida em que é descrito como tendo asas grandes e uma cor acinzentada. Curiosamente, há muitos relatos de OVNIs, assim como animais se comportando estranhamente, pouco antes de avistamentos das duas criaturas.

7. Homem-lagarto

    Assim como a criatura acima, o nome já diz tudo. O monstro meio homem, meio lagarto, habita as áreas de pantanal em torno de Lee County, South Carolina, EUA. As aparições começaram em 29 de junho de 1988, sendo que a observação mais recente foi em fevereiro de 2008. A criatura é descrita como tendo 2,18 metros de altura, bípede, pele escamosa verde e olhos vermelhos brilhantes. Relatos indicam que ele tem três dedos em cada pé e três dedos em cada mão. No final dos dedos, há uma almofada circular que, aparentemente, permite que a criatura grude na parede. Como evidenciado pelos danos causados a veículos daqueles infelizes o suficiente para encontrá-lo, a criatura também possui uma força incrível, claramente capaz de despedaçar um carro.

    6. Bunyip

    Os que cresceram na Australásia (primitivas Austrália e Nova Zelândia), o bunyip (que significa demônio na língua nativa) é familiar. O bunyip é uma criatura da mitologia aborígene australiana, que espreita pântanos, riachos, leitos de rios e poços. Ele foi descrito como uma estrela do mar gigante que anda sobre a terra. Outras denominações comuns de jornais do século 19 incluem “cara parecida com cachorro”, “pele escura”, “rabo parecido com cavalo”, “nadadeiras e presas como de uma morsa” ou “chifres ou bico de pato”. O primeiro uso da palavra bunyip para descrever a criatura apareceu em um jornal em 1845: “O Bunyip une as características de um pássaro e de um jacaré. Tem uma cabeça semelhante a uma ema, com um longo bico, na extremidade do qual há bordas serrilhadas, como uma arraia. Seu corpo e pernas são da natureza do jacaré. As pernas traseiras são muito grossas e fortes, e as pernas dianteiras são ainda mais compridas, e também fortes. Suas extremidades são decoradas com garras longas, mas os negros dizem que seu método habitual de matar suas presas é enforcando-as à morte em um abraço fatal. Quando na água, ele nada como um sapo, e quando em terra, anda sobre as patas traseiras e a cabeça erguida, posição na qual mede 3 a 4 metros de altura”.

    5. Sigbin

    O sigbin é uma criatura das Filipinas que sai à noite para sugar o sangue das vítimas. Dependendo da região e da lenda, diz-se que o sigbin lembra um bode sem chifres, um corvo ou algo vagamente parecido com o Chupacabra. O que é mais comum em todas as lendas é que sua cabeça está pendurada entre as suas pernas traseiras, que são muito mais curtas do que os membros posteriores. Ele anda para trás (sim!) com a cabeça abaixada entre as pernas. A criatura também tem a capacidade de se tornar invisível para outras criaturas, especialmente humanos. Tem orelhas muito grandes que podem bater palmas como um par de mãos, e uma cauda longa e flexível que pode ser usada como um chicote. Dizem que ele emite um cheiro horrível. As suas duas pernas longas, parecidas com a de gafanhoto, lhe permitem saltar grandes distâncias. A criatura anda por aí à noite em busca de crianças para devorar, mas sempre guarda o coração para fazer amuletos. A maioria das histórias e avistamentos são originários da região Cebu. No entanto, cientistas em Bornéu descobriram em 2005 um “gato-raposa carnívoro”, com as pernas dianteiras maiores, o que lhe dava um andar desajeitado e uma aparência física que se encaixa em muitas das descrições do sigbin (por exemplo, cauda longa, antebraços curtos, salta grandes distâncias, carnívoro), mas nenhuma evidência conclusiva foi encontrada.

    4. O Monstro da Ilha de Canvey

    O monstro da ilha de Canvey é o nome dado a uma criatura incomum, cuja carcaça apareceu nas margens da ilha de Canvey, na Inglaterra, em novembro de 1954. Uma segunda carcaça, mais intacta, foi descoberta em agosto de 1955. O modelo de 1954 foi descrito como tendo 76 centímetros de altura, pele grossa marrom avermelhada, olhos salientes e guelras. Também foi descrito como tendo patas traseiras, com cinco dedos nos pés em forma de ferradura com arcos côncavos, o que parecia ser adaptado para a locomoção bípede, mas nenhum membro dianteiro. Seus restos mortais foram cremados após uma inspeção rápida de zoólogos que disseram que a criatura não representava qualquer perigo para o público. A carcaça de 1955 foi descrita como sendo semelhante à primeira, mas muito maior, tendo 1,20 metros de comprimento e pesando cerca de 11,3 kg. Estava suficientemente fresca para seus olhos, narinas e dentes serem estudados, embora nenhuma explicação oficial foi dada na época, como o que ela realmente era ou o que aconteceu com a carcaça.

    3. Monstro Pope Lick

    O Monstro Pope Lick aparece como um homem-bode, com um corpo grotescamente deformado. Tem pernas fortes cobertas de pêlo de cabra, um nariz aquilino e olhos grandes. Também tem chifres salientes na testa, curtos e afiados, aninhados no cabelo gorduroso que combina com a cor da pele nas pernas. Numerosas lendas urbanas existem sobre a origem da criatura, e sobre os métodos que emprega para reivindicar suas vítimas. Segundo alguns relatos, a criatura usa hipnose ou mimetismo de voz para atrair suas vítimas. Outras histórias afirmam que o monstro pula sobre os tetos de carros passando sob ele. No entanto, lendas mais diferentes contam que ele ataca suas vítimas com um machado coberto de sangue.

    2. Homem-cabra

    Este monstro é descrito como um animal híbrido, uma mistura horrível de ambas as características humanas e de cabra, como chifres e cascos de cabra. A criatura parece ser uma moderna releitura dos sátiros, criaturas antigas encontradas na mitologia grega. No entanto, testemunhas afirmam que esse demônio não é uma invenção mitológica. O primeiro relatório da criatura apareceu em 1957, quando testemunhas relataram ter visto um monstro peludo e com chifres nas áreas de Forestville e Upper Marlboro, no Condado de Prince George. A besta aparentemente decidiu ficar quieta até o verão de 1962, quando foi acusada de matar pelo menos catorze pessoas – doze crianças e dois adultos – que estavam, segundo teorias, caminhando muito perto de seu covil. Os sobreviventes, que, naturalmente, permanecem não-identificados, afirmaram que o Homem-cabra despedaçou violentamente suas vítimas com um machado, ao mesmo tempo em que emitiu sons medonhos. [Listverse]

    1. O ET de Varginha

    Nos últimos anos, o caso de Varginha tem recebido tanta atenção e polêmica entre os entusiastas do ramo como o caso Roswell teve entre o público em geral. Muitas tentativas têm sido feitas para investigar exaustivamente o caso e fazer resultados conclusivos. “UFOs no Brasil”, o livro lançado em 2002 pelo ufólogo estadunidense Roger Leir, é o que mais se aproxima de um veredito final, com suas entrevistas com militares, cirurgiões do hospital e uma grande variedade de testemunhas civis.

    O Comando de Defesa Aeroespacial Norte Americano seguiu um objeto não-identificado pairando sobre o hemisfério ocidental no dia 13 de janeiro de 1996. Ele entrou no espaço aéreo brasileiro e o Cindacta (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) foi contactado, que por sua vez alertou o comando do Exército brasileiro em Três Corações, Minas Gerais, dando instruções para que todos os militares brasileiros ficassem em alerta máximo.

    Os boatos de visualização em massa de OVNIs começaram a varrer toda a região sul do Brasil nos dias que se seguiram. No dia 20 daquele mês, testemunhas de uma cidade rural de Minais informaram ter visto uma “nave em forma de submarino” cruzando os céus a uma altura de seis metros do chão e que parecia estar danificado ou com defeito. Movendo-se a um ritmo lento e emitindo um tipo fumaça, ele ia em direção a Varginha.
    Ao amanhecer do dia 21, estranhas criaturas eram vistas vagando ao redor da cidade em um estado de incapacidade e terrivelmente confusas. Os moradores explodiram em frenesi e notificaram os encontros bizarros à polícia e aos bombeiros, dizendo que a cidade tinha sido invadida por monstros de contos folclóricos indígenas e até mesmo pelo próprio diabo. O exército foi contactado rapidamente e de acordo com testemunhas, duas das criaturas foram capturados sem resistência – uma foi posteriormente morta a tiros e outra, transferida para o Hospital Humanitas para receber tratamento para os ferimentos que sofreu durante o acidente.

    O médico ortopedista Leir disse que foi instruído por policiais armados para começar uma paramentação cirúrgica e preparar-se para executar operar a fratura em uma “perna”. Leir entrevistou os outros cirurgiões e auxiliares que participaram da cirurgia, todos afirmaram que a sala de operações foi selada com exceção de uma entrada, que foi ocupada por policiais armados, sem conhecimento sobre o que estava exatamente acontecendo. O fluxo de oficiais militares e funcionários do hospital para o quarto era rigorosamente controlada, com apenas uma pequena equipe essencial de pessoal autorizada a entrar. A cirurgia corretiva foi realizada em uma fratura do fêmur da coxa, com membros do Exército Brasileiro e da inteligência militar estar presente na cirurgia.

    A criatura bípede foi descrita como tendo em torno de 1,50m, enormes olhos vermelhos, pescoço fino e pele morena escura – que parecia molhado, mas estava seca ao toque. Ele também possuía três protuberâncias ósseas em três seções em toda a sua cabeça e, a partir de sua anatomia, era impossível determinar seu sexo. Todas as tentativas de se comunicar verbalmente com a criatura foram infrutíferas.

    A ferida cicatrizou completamente dentro de 24 horas. Após a operação, o cirurgião percebeu os olhos do ET fixados em cima dele. Ele então começou a sentir pressão na cabeça e receber pedaços de informação vindas do extraterrestre. O médico nunca revelou a extensão do que o ser lhe disse, mas, entre outras coisas, o ET comentou sentir pena dos seres humanos, porque não temos conhecimento das coisas incríveis que podemos realizar, coisa que é a raça dele já tem. Texto de Os 10 Mais Estranhos Encontros de OVNIs.

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

121 Comentários

  1. Gente, o homem cabra realmente existiu. Tenho 29 anos e desde a minha infância ouço uma história de que minha mãe e minhas tias, quando crianças (por volta de 1965), viram uma criatura descrita com as mesmas características do homem cabra. Agora, em uma conversa com meu irmão, lembramos da lenda e resolvi pesquisar pra ver se encontrava algo na net e para minha surpresa, encontrei esse artigo. Mostrei a foto para minha mãe e ela confirmou que é bem parecido com a criatura.
    Gostaria de saber se alguém sabe de mais informações sobre esse ser estranho. Fiquei curiosa!!! Rs…

    Thumb up 8
    • O Homem cabra tem outro nome Satiro ou Faunoe se vc conhecer um me apresente ele! :))

      Thumb up 2
    • bom eu tambem ja ouvi da vo de um amigo meu ter visto essa criatura, quando ela viu a foto se assustou porque a criatura era muito parecida com a que ela tinha avistado…. sinistro

      Thumb up 0
  2. O demonio de Dover me lembrou bastanta de um monstro que tem em um video do skillex : “First Of The Year” olhem lá parece bastante com a descrição!

    Thumb up 0
  3. Eu tenho o canal historia e ha uma serie chamada monstros lendários e num episodio falava do demonio de jersey e foi muito interessante pois havia muitas testemunhas e as historias acho que eram crediveis pois elas moravam no meio da floresta e esse é um risco enorme pois ha animais e tudo mais!

    Thumb up 1
    • eu tambem vejo essa serie e o monstro de flatwoods tambem apareceu e tinha provas pegadas e tudo mais essa série é bacana .

      Thumb up 0
  4. Droga, agora quero ir tomar banho pq ta um calor do inferno aqui e estou com medo de encontrar um duende ou qualquer monstrinho.

    Fiquei com medo só de olhar pra foto da chamada da matéria. (isso pq eu olhava pra montanha e não para o diabo)
    ASUIHAIUSHAIUSHAIUSH

    Thumb up 3
    • já ouviu ou leu a frase “Imagem meramente ilustrativa”?

      Thumb up 2
    • Só percebi depois de ler o teu comentário. Hue

      Thumb up 2
    • kkk reaumente e engraçado mais eu aixo que si a história dis real e pq ele e um homen estranho e naseu como um serumano di verdade apenas modificado rsrs vc não aixa e istranho as pessoas faseren um documentario de uma coisa que não é real i toda mentira tem umpouco de verdade

      Thumb up 0
  5. O planeta terra é enorme. Há muitos lugares onde nenhuma pessoa chegou. Novas espécies são descobertas todos os anos. Por outro lado experiencias genéticas bizarras e grotescas já existem há muitas décadas. Como o cruzamento de espécies diferente. E o próprio ser humano na sua perversão sexual pode estar colhendo ” os frutos”. No passado antigo em Israel um homem ou mulher que tivesse relações sexuais com um animal deveria ser morto junto com o animal. Obvialmente isso era uma lei dura que servia de proteção para outros pensarem 2 vezes antes de cometerem o ato. Porem pode ser que a morte tanto da pessoa quanto do animal servia tambem para não haver o risco do nascimento de um animal híbrido. É claro que o dna dos humanos é diferente dos animais, mas ainda hoje a ciencia não é capaz de explicar TODO o processo para gerar uma vida. Deus nunca aprovou este comportamento do ser humano. E no começo da história do homem até alguns anjos se materializaram e tiveram relaçoes sexuais com mulhers na Terra e elas tiveram filhos que eram pessoas altas” gigantes” e eram extremamente maus, violentos e sanguinarios, por isso e outros motivos Deus trouxe o diluvio e todos morreram. Isto está bem claro na Biblia. Se vc ver uma cena de sexo bizzaro na internet feche a pagina imediatamente. Pois se vc persistir em olhar vai se aprofundar cada vez mais e estara tomando o lado dos demonios que gostam disso. E estara sugeito a ter sonhos ou quem sabe algo pior com estas tais ” criaturas”.

    Thumb up 15
    • “Demônios que gostam disso” né… hum sei…

      Thumb up 0
  6. pucha q massa mas acho q devem essistir montros mais orriveis do q esses ,mas e massa;;;;;;;;;;;;valew gnte;; =-0

    Thumb up 11
  7. olha eu num acredito muito nessas coisas..
    mas gosto muito d ler lendas historias etc…
    bom todos tiram suas proprias conclusões .como eu disse no comeso num acredito muito,mas algumas coisas sim são muito realistas
    um bj e xauu

    Thumb up 10
    • poxa gente arrepiei nao vou mais pra estes cantos do mundo..

      Thumb up 9
    • “baphomet”

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Boy (6-8) pinching fat
Quanto mais gordurinhas na barriga, maiores as chances de ter osteoporose

A gordura da barriga...

Fechar