Encontrados rastros do mais antigo animal complexo

Publicado em 1.07.2012

O animal complexo mais antigo do mundo já encontrado é bem similar às lesmas que conhecemos, e viveu há 585 milhões de anos, no Uruguai. Pesquisadores da Universidade de Alberta, no Canadá, descobriram rastros deste animal em fósseis que podem trazer evidências das primeiras espécies multicelulares com simetria bilateral.

Antes da nova descoberta, o animal complexo que era considerado o mais antigo havia sido encontrado na Rússia, e tinha 555 milhões de anos – 30 milhões a menos do que o organismo bilateral encontrado.

Conheça o primeiro animal com esqueleto da Terra

Os pesquisadores encontraram o rastro do animal, semelhante a uma lesma, em um terreno sedimentar com iodo. Eles acreditam que as trilhas foram feitas por um ser vivo primitivo bilateral, que se diferencia de outras formas de vida simples por apresentar uma simetria superior diferente da parte inferior, deixando um rastro específico.

De acordo com pesquisadores, é comum que animais frágeis e moles desapareçam, mas suas trilhas podem continuar marcadas em fósseis.

Confira a galeria de fotos dos rastros da “lesma” mais antiga do mundo aqui. [LiveScience/DiscoveryNews]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

  1. O texto cita o animal com um ser de simetria bilateral, uma simetria que perfaz a maioria do reino animal, exceto filos antigos como as esponjas (sem eixo nem simetria) e os Cnidários com simetria radial. Basicamente, simetria bilateral se refere a uma relativa igualdade de dois lados do corpo em relação à um eixo – podemos ver que nos Cnidários é bem diferentes, a partir do eixo de seu corpo as formas se repetem como raios de um pneu de bicicleta, como nas águas vivas, estrelas do mar, etc. Já nos seres humanos, a partir de um eixo central, somos iguais, um olho de cada lado do eixo, um braço de cada lado.
    Devo lembrar que simetria bilateral é apenas uma aproximação idealizada, pois não existe nenhum animal perfeitamente simétrico, e nem nós, morfologicamente, por exemplo, apenas um coração em um único lado do eixo. Animais como polvos e cobras possuem assimetrias internas ainda mais notáveis, mesmo assim classificados na ideia de organismo bilateral.
    O ser da reportagem, do qual não conseguir achar nenhuma referência taxonômica, me parece uma espécie de verme, não me fio muito à analogia de “lesma” porque os gastrópodes me parecem ser mais recentes do que isso em terra firme, rastejando por volta do Período Carbonífero, a 300 milhões de anos atrás, e mesmo se levar em questão as formas marinhas, os gastrópodes surgem no cambriano superior, a 500 milhões de anos atrás. Logo, como lesma deve haver mesmo só a semelhança. :)

    Thumb up 10

Envie um comentário

Leia o post anterior:
120628130926-large
Explosão solar destrói atmosfera em planeta distante

Fenômeno raro, a eva...

Fechar