Internet e redes sociais podem estar “mudando” nossos cérebros

Publicado em 19.10.2011

Segundo um novo estudo, os sites de redes sociais podem estar mudando o cérebro das pessoas, bem como sua vida social.

Varreduras do cérebro das pessoas mostram uma ligação direta entre o número de amigos no Facebook e o tamanho de certas partes de seu cérebro.

Os cientistas não sabem dizer se o uso de redes sociais é que aumenta a massa cinzenta, ou se as pessoas com certas estruturas cerebrais são apenas melhores em fazer amigos.

As regiões envolvidas no estudo têm um papel na interação social, memória e autismo.

Os pesquisadores contaram o número de amigos no Facebook que cada voluntário tinha, bem como avaliaram o tamanho de sua rede real de amigos.

Uma forte ligação foi encontrada entre o número de amigos no Facebook que uma pessoa tinha, e a quantidade de matéria cinzenta em certas partes de seu cérebro.

O estudo também mostrou que o número de amigos no Facebook refletia o número de amigos “verdadeiros” que alguém tinha.

“Encontramos algumas regiões do cérebro que parecem se ligar com o número de amigos que temos, tanto ‘reais’ quanto ‘virtuais’”, disse Ryota Kanai, um dos pesquisadores da University College London. “A questão interessante agora é saber se estas estruturas mudam com o tempo. Isto nos ajudará a responder à pergunta de se a internet está mudando nossos cérebros”, explica.

Uma região envolvida é a amígdala, que está associada com a memória e as respostas emocionais.
Pesquisas anteriores já haviam mostrado uma ligação entre o volume de massa cinzenta na amígdala e o tamanho e complexidade das redes sociais do mundo real. Massa cinzenta é o tecido do cérebro onde o processamento mental ocorre.

Três outras áreas do cérebro estavam ligadas com o tamanho da rede online de alguém, mas não com a contagem de amigos do mundo real.

O sulco superior direito temporal tem um papel importante na percepção e pode ser prejudicado no autismo. O giro médio esquerdo temporal é associado a “ler” os sinais sociais, enquanto a terceira área – o complexo direito entorrinal – é pensado para ser importante na memória e navegação.

Geraint Rees, cientista que liderou a pesquisa, disse que pouco se sabe sobre o impacto das redes sociais sobre o cérebro, o que levou a especulações de que a internet é algo ruim para nós.

“Nosso estudo nos ajudará a começar a entender como nossas interações com o mundo são mediadas através de redes sociais”, disse. “Isso deve nos permitir começar a fazer perguntas inteligentes sobre a relação entre a internet e o cérebro – questões científicas, não políticas”.

Embora o estudo tenha encontrado uma ligação entre a estrutura do cérebro humano e o tamanho da rede social online de uma pessoa, não é possível estabelecer causa e efeito.[BBC]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

34 Comentários

  1. E eu que achava que me manter longe de redes sociais melhoraria meus estudos para o vestibular…

    Então eu não devo nem ter cérebro, né. XD

    Thumb up 0
  2. As pessoas estão cada vez mais solitárias e fingidas, socialmente falando, nas redes sociais temos muitos amigos ,mas q na verdade nem conhecemos porque o q sabemos dele é só o lado bom, bonito, gentil e educado, se ñ for assim ñ o ueremos no nosso grupo de amigos virtuais, e na realidade ninguém é assim, ñ existe pessoas perfeitas.

    Thumb up 3
  3. As redes sociais potencializam as relações humanas e interpretam os anseios da sociedade massificada….

    A necessidade de manter-se conectado em várias redes de relacionamento transformou de forma exponencial as relações com o capital humano.

    Assim sendo, as relações humanas ficaram mais efêmeras na pós-modernidade…..

    Anderson Calil é jornalista em Foz do Iguaçu – PR

    Thumb up 3
  4. Este comentário é ridículo
    Tudo isso é pra promover o facebook ?que é uma porcaria.Mas pra quem gosta de saber da vida dos outros é um prato cheio.
    Já fiquei sabendo de gente sendo roubada por dar dicas de viagem para amigos no facebook,aconteceu nos U.S.A
    com amiga de minha irma.Fiquem atentos e nao caiam nessas invençoes chulas.

    Thumb up 6
  5. dizer que o tamanho do cerebro influi na inteligencia é tão absurdo quanto dizer que o ceebro é tão importante quanto uma barra de cebo(me esqueci quem falou isso), a inteligencia esta na interaçao entre o numero de sinapses do cerebro,mielina, simplesmente a sua vontade e dificuldades de aprender e etc.(olha que eu não estou com nenhum livro do meu lado!)

    Thumb up 3
    • desculpem era a velociddade,interação e numeros de sinpses do cerébro

      Thumb up 1
  6. Após morrer no corpo de Albert Einstein foi feita uma autópsia, abriram seu cérebro e descobriram que a massa cinzenta era muito menor do que a comum, os estudos atuais começaram a direcionar novos conceitos sobre essa parte do cérebro humano, e agora ela já não indica mais algum aspecto de inteligência.

    Thumb up 2
    • A autópsia foi feita no corpo dele e abriram o cérebro que ele usava. Ora, o cérebro é o instrumento.O piano que Beethoven usava era inferior aos sofisticados existentes hoje. No entanto, através daquele piano ele conseguiu compor maravilhas musicais, logo…

      Thumb up 1
  7. O cérebro é moldado de acordo com o meio em que vivemos,como a seleção natural,eu creio e acredito que as pessoas que viviam á cem anos eram mais inteligentes do que nós hoje,porque viviam em um ambiente no qual o estudo se baseava no contato direto com os livros alem de desenvolver um raciocinio logico e abstrato muito maior .por que?cada pessoa nasce com areas do cerebro mais moldaveis-maior vigor-que outras,mas todas essas areas se moldam de acordo com o meio ambiemte vivido(filhos de musicos tem mais chances de serem musicos),no caso do computador eu percebo em mim e no que leio,que, as areas de pensamento abstrativo(empatia e etc) se desenvolvem mais,tampouco isso ocorre com o raciocinio logico, pois em modo grosseiro,digo:-ele obstrui areas do cerebro nas quais deveriamos estar em magnitude

    Thumb up 4
  8. Já perceberam quanto tempo perdemos na frente de um computador? Estou me incluindo nessa.
    Não sei o quanto isso faz bem e o quanto isso faz mal, mas é notável que muitas pessoas não vivem mais sem se relacionar com outras pessoas através de sites de redes sociais.
    As vezes deixa de sair de casa, falar com uma pessoa visível ou até mesmo conviver com quem está do lado e ter tanta para ter tanta intimidade com pessoas que as vezes nem conhece direito.
    Vejo tudo isso como troca de valores. Não estamos valorizando mais as pessoas reais, pois quanto mais perto estão, mas vou ter que me relacionar e isso muitas vezes custa. Já pela rede social isso não é necessário (muitas vezes).
    A única coisa que deve estar relacionada ao aumento da quantidade de amigos no Face com a massa cinzenta, é o aumento do tempo que teremos que nos relacionar e isso faz com que fiquemos mais bitolados ainda na frente de um computador, ao ponto de tornar isso um vício, irreversível.

    Thumb up 6
  9. Obrigado, pois já favoritei por entender ser interessante o assunto abordado que faço este destaque aqui: Os pesquisadores contaram o número de amigos no Facebook que cada voluntário tinha, bem como avaliaram o tamanho de sua rede real de amigos.
    Uma forte ligação foi encontrada entre o número de amigos no Facebook que uma pessoa tinha, e a quantidade de matéria cinzenta em certas partes de seu cérebro.
    O estudo também mostrou que o número de amigos no Facebook refletia o número de amigos “verdadeiros” que alguém tinha.

    Thumb up 0
  10. Realmente dá-se para notar uma grande mudança no comportamento das pessoas e isto não pode ser outra coisa senão a mudança física de alguns determinados pontos do cérebro em virtude dessas redes sociais.
    Muitos moram em condomínios e mal conhecem os condôminos ou seu visinho de apartamento; passam-se pelas escadarias ou no elevador e não trocam sequer um bom dia, porém, conhece e dizem ter centenas amigos mas que nunca viram ou conviveram. Nem sabe se realmente é aquilo que se identificam-se nos perfis das redes sociais. Podemos ler nos assuntos postados por alguns que se diz ter formação acadêmica onde aparece, por exemplo: “Pesso me avizar com atessedensia”. – Pôxa, isto não é erro de digitação. “Ç” fica longe do “S” e para completar o “Z” está abaixo do “S”.

    Thumb up 5
  11. O pesquisador estudou tomografias do cérebro de 125 estudantes universitários ingleses, num universo de milhões de usuários no mundo, e quer chegar a alguma conclusão?
    Para ter validade qualquer estudo deveria ser muito mais amplo.

    Thumb up 22
  12. Pensamos que conhecemos tudo, mas na verdade não aprofundamos em nada, NÃO CONHECEMOS NADA NA SUA ESSÊNCIA

    Thumb up 29
  13. Calma!Não reajam com comentários,voces correm perigo.A matéria é apenas uma hipotese e não uma teoria. E se voces pisarem fora da cartilha do metodo cientifico serão acusados de negadores da ciencia ou pior de criacionistas e podem ser mandados para fogueira da santa inquisição cientifica que quer enjaular a verdade o universo nos seus dogmas.

    Thumb up 29
  14. Eles poderiam ter incluido nessa pesquisa o linguajar. Haja erro de Portugues nessa Internet…!!! E dizer que tem desde semi-analfabetos a Catedraticos que distorcem o nosso pobre Portugues. Os Semi-Analfabetos tudo bem… estão ganhando o mundo e é normal fazerem isso. acho que essa massinha cinzenta aumentou de um lado e diminuiu do outro.

    Thumb up 28
  15. Uma forte ligação foi encontrada entre o número de amigos no Facebook que uma pessoa tinha, e a quantidade de matéria cinzenta em certas partes de seu cérebro.
    ;agora só deixou uma duvida no ar aqueles que tinham menos amigos tinha mais matéria cenzenta ou aqueles que tinham mais amigos tinham mais matéria cinzenta?e quais partes do celebro?ouve uma redução em certas partes e aumento em outras?;

    Thumb up 16
    • não duvido facebook que encomendou este estudo…rs.

      Thumb up 27
    • Com Certeza o Facebook que encomendou este estudo…rs.

      Thumb up 25
    • Encomendou estudo?
      Pra mim tá mais como um daueles estudos com resultados “plantados” = Querem dominar o mundo, hua-hua-hua…

      Thumb up 6
  16. Infelizmente a sociedade tende a só lembra de evoluir tecnologicamente.
    Cade a evolução espiritual de uma espécie como um todo?

    Thumb up 30
    • Muito bom comentário Renato. Concorco contigo que deveria sim haver um equilibrio nesse quesito… mas pelo que observo, pessoas tendem a buscar evolução Espiritual e/ou Auto-Conhecimento, após passar por alguma experiencia traumática, seja ela na proporção que for. Não precisa acreditar nisso, apenas observe.

      Thumb up 1
    • Pois é Renato,não sou contra nada, agora, a internet é uma faca de dois gumes,temos que saber usá-la, caso contrário… Também é bom saber que para evolução espiritual é preciso conhecimento, e, o nosso ainda é bem pequeno, não?

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
greenland-111017
Vulcões de lama antigos podem ter sido o berço do início da vida na Terra

Antigos vulcões de l...

Fechar