Peter Carl Fabergé

Publicado em 29.05.2012

Peter Carl Fabergé foi um joalheiro russo que ficou famoso por seus brilhantes ovos da páscoa “recheados” de metais e pedras preciosas.

Fabergé assumiu a joalheria de seu pai em 1882 em São Petersburgo, Rússia, onde ganhou grande reputação como joalheiro chegando a receber atenção da corte imperial russa através do Czar Alexandre III.

Trouxe novamente à moda jóias no estilo do século 18 da França, concentrando-se em cuidadosamente assentar cada pedra em uma peça para sua maior vantagem. Muitas vezes eram feitos dezenas de modelos antes de ser decidido de design final.

Durante vários anos consecutivos o Czar encomendou ovos de páscoa incrustados com inúmeras jóias para presentear sua esposa, a imperatriz Maria. A cada ano os designs de Peter Carl Fabergé ficavam mais e mais detalhados. A única exigência do Czar é que cada ovo contivesse uma surpresa.

O Czar seguinte, Nicholas II, encomendava dois ovos por ano um para sua mãe e outro para a sua esposa Alexandra e a tradição seguiu até a Revolução de Outubro.

Fabergé nunca se recuperou da revolução bolchevique e entrou em profunda depressão logo que seu estoque foi tomado pelo novo governo e sua empresa passou a ser controlada pelos empregados.

Fabergé e sua família fugiram do país, entrou em profunda depressão e acabou morrendo em 24 de setembro de 1920, na Suíça, por causa de “coração partido”, de acordo com sua família.

Autor: Marcelo Ribeiro

Amante do mergulho e da fotografia (com exceção das da própria cara) é patologicamente viciado em ficção científica, seriados, filmes e todo tipo de nerdices.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
spinclass
Não tem companhia para se exercitar e precisa de um estímulo? Tente um parceiro virtual

Não consegue arrumar...

Fechar