10 resoluções de Ano Novo roubadas de filósofos

Por , em 2.01.2018

Embora seja sempre melhor fazer resoluções de Ano Novo específicas, ao invés de gerais, essa é uma época do ano em que refletimos muito sobre quem queremos ser e como queremos nos portar.

Para você se inspirar nas suas metas em 2018, confira as ideias de alguns dos maiores pensadores de todos os tempos:

1. Faça uma caminhada todos os dias

Acima de tudo, não perca sua vontade de andar. Todos os dias eu caminho para um estado de bem-estar, escapando das doenças. Eu sempre andei de encontro aos meus melhores pensamentos, e não sei de pensamento tão pesado que não consiga me afastar andando para longe dele. Mas, ao ficar parado, e quanto mais alguém fica parado, mais perto fica de sentir-se doente. Assim, se alguém apenas continuar andando, tudo ficará bem” – Søren Kierkegaard

O dinamarquês Søren Kierkegaard (1813-1855) muitas vezes encontrou refúgio contra a ansiedade da existência em caminhadas. Na falta delas, tentou explicar as dificuldades de sua vida em seus escritos. Ele teve muito a dizer sobre angústia, ansiedade, Deus, morte e liberdade.

2. Compreenda a si mesmo – e os outros – como um ecossistema completo

Fiz um esforço com cuidado, não para zombar, lamentar ou execrar ações humanas, mas para compreendê-las, e, para esse fim, examinei paixões, como o amor, o ódio, a ira, a inveja, a ambição, a piedade e outras perturbações da mente, não à luz dos vícios da natureza humana, mas como propriedades, tão pertinentes a ela como são o calor, o frio, a tempestade, o trovão e semelhantes para a natureza da atmosfera, fenômenos que, mesmo inconvenientes, são necessários, e têm causas fixas, motivos pelos quais nos esforçamos para entender sua natureza, e a mente tem tanto prazer em vê-las corretamente quanto em entender coisas como as que lisonjeiam os sentidos” – Spinoza

Baruch Spinoza (1632-1677) via o universo como determinista. Toda ação, portanto, tinha uma causa imediata que poderia ser descoberta. Se você pode descobrir o que torna uma pessoa irritada, violenta ou deprimida, torna-se mais fácil entender suas ações e mais simples perdoar suas falhas. Entender que todos têm muitos problemas com os quais lidar, coisas que podem torná-los desagradáveis por um tempo, pode fazer de nós um pouco mais compreensivos.

3. Tente viver como a água

As melhores pessoas são como a água, que beneficia todas as coisas e não compete com elas.
Elas habitam em lugares humildes que outros rejeitam.
Colocando outros antes de si mesmas, elas se encontram no lugar mais alto e se aproximam do Tao (O Caminho).
Em sua existência, elas amam a Terra; em seus corações, elas amam o que é profundo.
Em suas relações pessoais, elas amam a bondade.
Em suas palavras, elas amam a verdade. No mundo, elas amam a paz.
Em assuntos pessoais, elas amam o que é certo. Em suas ações, elas amam escolher o momento certo.
É porque não competem com outros que elas estão além da censura do mundo” – Lao Zi

O chinês Lao Zi (604 aC – 531 aC) comparou várias vezes o Tao, também conhecido como O Caminho, à água. O “Tao Te Ching” é o texto básico do taoísmo, mas também tem influenciado o confucionismo e o budismo chinês, e fala sobre uma estrada ou modo de vida, que reflete a força do universo e até mesmo o próprio universo. Para Lao Zi, o Tao é generoso, suave, fluido, puro, regenerador e muitas vezes cíclico; ser como a água é abraçar o Tao. As fraquezas da água, o fato de ser suave e gentil, tornam-na mais poderosa; ela pode fluir em qualquer lugar e até mesmo desgastar rochas.

4. Examine sua vida e crenças regularmente

A vida que não é examinada não vale a pena ser vivida” – Sócrates

O famoso filósofo grego Sócrates (470 aC – 399 aC) sempre examinava todas as crenças, independentemente da sua popularidade, para determinar se eram verdadeiras ou não. Muitas vezes, ele pedia às pessoas que definissem uma virtude, como a coragem, apenas para descobrir que as pessoas que mais valorizavam tal virtude não tinham ideia do que ela era. Somente examinando nossas vidas é que podemos esperar melhorá-las.

5. Leia um novo livro a cada mês

Os brâmanes não tinham gado, nem ouro, nem riqueza. Eles tinham os estudos como sua riqueza e seus grãos” – Buda

Os brâmanes eram professores e homens sagrados na Índia antiga, e continuam existindo como uma casta até hoje. Em teoria, eles eram a classe social mais alta. Em vez de se concentrar no dinheiro e em assuntos mundanos, eles valorizavam o aprendizado e o conhecimento. Buda (Sidarta Gautama, 563 aC – 483 aC) nos lembra de que esses homens respeitados eram homens da mente, encorajando todos a seguir seu exemplo.

6. Passe mais tempo com seus amigos

O melhor amigo é aquele que, quando deseja o bem a uma pessoa, deseja isso pelo bem da pessoa” – Aristóteles

Aristóteles (384 aC – 322 aC) acreditava que a amizade era vital para uma boa vida. Mas não era qualquer amigo que servia. As amizades mais genuínas, as que todos devemos lutar para ter, são aquelas em que duas pessoas se valorizam como seres humanos e não como um meio para um fim.

7. Seja menos a pessoa que os outros esperam que você seja, e mais a pessoa que você deseja ser

Torne-se quem você é” – Nietzsche

Friedrich Nietzsche (1844 – 1900), que ao lado de Clarice Lispector figura em diversos memes na internet com citações errôneas e bizarras, de fato escreveu excelentes frases que servem como reflexões profundas. Rei da individualidade, não havia nada pior para Nietzsche do que uma pessoa se juntar a um rebanho. Uma vez determinista, ele ainda argumentava que deveríamos abraçar nossas vidas e o que quer que viesse a nós.

8. Busque a excelência todos os dias

Nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um ato, mas um hábito” – Aristóteles

Aristóteles merece estar nessa lista duas vezes. Ele considerava as virtudes como habilidades, habilidades que nos esforçaríamos para aperfeiçoar em nossas vidas. Ser virtuoso é ser excelente em uma área específica, como coragem, temperança ou amizade. Ser corajoso uma ou duas vezes não é suficiente; você tem que ter o hábito de realmente incorporar a virtude em sua vida.

9. Abrace e aceite a mudança

Não se pode entrar duas vezes no mesmo rio” – Heráclito

Heráclito foi um filósofo grego pré-socrático que argumentava que tudo estava sempre mudando. Não se entra duas vezes no mesmo rio porque não só o rio não é mesmo, como você também não. Ao invés de se agarrar a coisas que não podem durar, devemos abraçar a noção de que tudo irá passar em breve.

10. Tome o controle de sua vida

Mude sua vida hoje. Não deixe para depois, aja agora, sem demora” – Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir (1908 – 1986) foi uma filósofa francesa existencialista. O existencialismo argumenta que somos todos responsáveis pelo que somos e nos tornamos. Esperar que sua vida mude sozinha é uma opção, mas que nega a sua capacidade de se moldar no que você deseja ser. Faça, e faça hoje. [BigThink]

Observação: Todas as citações foram traduzidas livremente do inglês, a partir do artigo do portal Big Think.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (23 votos, média: 4,61 de 5)

Deixe seu comentário!