Esses sobreviventes de acidente de carro alertam: use cinto de segurança

Por , em 7.03.2019

As feridas abrasadoras que os cintos de segurança deixam para trás depois de um acidente de carro podem parecer chocantes, mas uma nova campanha neozelandesa as está celebrando como distintivos de honra.

A iniciativa faz parte de uma campanha da NZ Transport Agency (NZTA) para reduzir o número de mortes nas estradas da Nova Zelândia.

De acordo com dados da agência, 90 pessoas morrem a cada ano porque não estavam usando o cinto de segurança, a maioria homens jovens em áreas rurais.

A NZTA trabalhou em estreita colaboração com a empresa de comunicações de marketing Clemenger BBDO para tentar mudar essa atitude, de pessoas que veem o cinto de segurança como opcional, em vez de uma necessidade que pode salvar vidas.

“Estamos vendendo um produto indesejável para esses caras”, disse a porta-voz Rachel Prince ao portal Designboom. “As pesquisas nos dizem que os homens acham que cinto de segurança são para crianças, idosos e outros. Nós trabalhamos para tornar o indesejável algo que eles queiram comprar”.

A campanha

Os retratos são de 10 sobreviventes de acidentes reais, cujos ferimentos foram recriados pela empresa de maquiagem SFX PROFX.

“O cinto de segurança realmente deixa uma marca como essa”, explicou a médica especialista em emergência Dra. Natasha McKay, que forneceu sua experiência para o projeto. “Eles vão salvar sua vida, mas também vão deixar uma marca para mostrar como fizeram isso”.

Liam Bethell

Kahutia Foster

Dion Perry

Dan Mason

Rick Haira

Dylan Chirnside

Willy Carberry

James Mcdonald

Will Giles

James Liberona-Feek

Vídeos

A campanha foi exibida em outdoors por todo o país, e os sobreviventes também lançaram vídeos emocionais contando sua história.

O objetivo é levar as pessoas a compartilhar suas próprias experiências de sobrevivência, enfatizando o impacto positivo dos cintos de segurança e a alegria de estar vivo para contar a história.

Por exemplo, em 2014, o carro de Willy Carberry bateu em um poste de energia em velocidade antes de virar de lado. Ele só sobreviveu ao terrível desastre porque estava usando o cinto de segurança. “Coloque o cinto”, foi sua mensagem para os homens que pensam que são invencíveis.

Ele ressaltou que o destino pode estar fora de suas mãos quando você está na estrada, mas não necessariamente será uma falha sua que levará à tragédia. “Não importa quão curta seja a viagem. Você nunca sabe quem vai te cortar em uma interseção, ou se uma velhinha vai aparecer descendo a estrada, ou se vai ter um derrame”, disse.

Assista alguns dos depoimentos (em inglês) abaixo: [BoredPanda]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (11 votos, média: 4,64 de 5)

Deixe seu comentário!