14 curiosidades científicas para alimentar qualquer conversa de bar

Por , em 3.01.2011

Todo dia é dia de aprender algo diferente – por isso reunimos nessa lista algumas curiosidades científicas que a maior parte das pessoas desconhece. Garantimos que elas alimentam qualquer conversa de bar. Confira:

1. Gotas de chuva

Você sabia que as gotas de chuva não têm aquele formato de “lágrima”, como são sempre desenhadas? Na verdade elas são esféricas.

2. Gorilas têm ninhos

Gorilas dormem em ninhos, como pássaros. Eles juntam galhos e outros materiais da floresta e constroem seus abrigos. Os machos dormem em ninhos no chão, já as fêmeas e filhotes preferem dormir em ninhos pendurados nas árvores, como o da foto.

3. O champanhe não é espumante por causa do dióxido de carbono

Acredite ou não, ele espuma por causa de partículas de poeira. Em um copo ou em um ambiente perfeitamente limpo, o champanhe iria parecer um vinho normal.

4. A maior parte da digestão não ocorre no estômago

Ela ocorre, em sua maior parte, no intestino delgado. Esse é o motivo de algumas pessoas com bulimia continuarem obesas.

5. O “suco” vermelho que sai da carne mal-passada não é sangue

Na verdade, o líquido é mioglobina, que é um parente do sangue – todo o sangue do animal morto sai do organismo dele antes da carne ser vendida.

6. Sacolas plásticas são melhores do que as de papel para o ambiente

O processo todo de fabricação de uma sacola de papel gasta mais energia do que a fabricação das sacolas de plástico. Então por mais que a degradação da sacola plástica seja pior, esse tipo de material desgasta menos o meio-ambiente.

7. Ursos polares são impressionantes

Na verdade sua pelagem não é branca – é transparente. Sua pele é negra e, quando é mantido em ambientes úmidos, ele pode ficar verde, por causa de algas.

8. Alergia a animais

Normalmente, pessoas que têm alergia com cães ou gatos não desenvolvem a alergia por causa do pêlo. Ela é causada pela pele morta dos bichinhos, pela sua saliva ou por seus dejetos. Manter seu pet limpo pode reduzir drasticamente a chance de alguém ter uma crise de alergia quando chegar perto dele.

9. Sabores na língua

Aquela idéia de que temos um mapa de sabores na língua é mentira. Conseguimos sentir os gostos doces, salgados, amargos ou azedos em qualquer região do órgão.

10. Ouvir o mar em uma concha

Quando você “ouve o mar em uma concha”, na verdade você está ouvindo o som do seu próprio sangue correndo em suas veias. Você pode usar qualquer compartimento parecido com uma concha, como um copo, para perceber o mesmo fenômeno.

11. Massa cinzenta

Quando estamos vivos, nosso cérebro é uma massa rosada. Só quando morremos é que ele perde essa cor e fica cinza. Então quando chamamos o cérebro de massa cinzenta estamos fazendo uma descrição imprecisa.

12. O mercúrio não é o único “metal líquido” em temperatura ambiente

O Gálio, apesar de ficar sólido em temperatura ambiente, fica líquido se entrar em contato com sua mão, por exemplo. O Frâncio e o Césio também podem ficar líquidos na temperatura ambiente.

13. Golfinhos não bebem água

Se eles bebessem água do mar, ficariam doentes por causa do sal. Toda a água de seu organismo é obtida através da carne dos peixes que eles comem.

14. A União Soviética mandou uma nave para a Lua antes dos EUA

A União Soviética enviou a Luna 2, uma nave espacial, para a Lua cerca de quatro meses antes dos EUA enviarem a Surveyor I. [ListVerse]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votos, média: 4,00 de 5)

74 comentários

  • Jean Marques:

    As sacolas de plástico vão demorar muito mais para serem degradadas e tem grande probabilidade de acabar no estômago de uma tartaruga.

  • Douglas Henrique:

    Não entendi nada sobre o urso polar

  • Hewton Batista:

    O item 10 não está certo.

    http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-temos-a-impressao-de-ouvir-o-barulho-do-mar-quando-encostamos-o-ouvido-em-uma-concha

    http://ciencia.hsw.uol.com.br/questao556.htm

    Se as fontes não forem suficientes vocês mesmo tem uma matéria aqui no site dando outra explicação pro fenômeno.

    Vamos pesquisar mais antes de divulgar uma informação errada.

  • Vanyr:

    Realmente… sem sombras de dúvidas esse rapaz(Jorginho)tá cobertissimo de razão.A nossa situação ambiental saiu do controle.As nossas gerações passadas,deixava uma ou duas sacolas de feiras atraz da porta.Porque não fazemos o mesmo? Simplesmente proibir o comercio de sacolas plasticas.Comerçando pelos os supermercado.Se possivel,uma passeata.Tudo nessa vida tem jeito só não tem para morte.

  • Erivan:

    muito interesante
    na minha opniao poderian publicar mais curiosidades.
    trabalha a nossa mente,e expamde o nosso conhecimento XD

  • kelly:

    adorei este site tem coisas que eu nem imaginava e coisas que eu sabia mas eram erradas!!!!!!!!!!!!

  • gabriela almeida:

    ohhhlegal eessas fotos
    interessante!

  • Marte:

    O item 11 ao que parece, foi tiro n’água:

    http://www.enciclopedia.com.pt/new/articles.php?article_id=730

    e pela wikipedia:

    A massa cinzenta é a região do sistema nervoso que comporta apenas os pericários e as células da neuróglia, não possuindo mielina e apresentando-se, por isso, de cor cinzenta.

  • josé ricardo:

    Afinal quem é o primeiro homem a pisar na lua? Essa nave tinha alguém a bordo que pisou na lua antes dos E.U.A.?

    • Rex Umberto Cezar:

      eu não fui..estava na praia tomando caipirinha

  • aurilan:

    essa nave sovietica e muito estranha

  • EMILY:

    MUITO INTERESANTE,GOSTEI DE SABER DESSAS COISAS
    AQUELA DA CARNE ME ANIMOU UM POUCO , EU TINHA NOJO DE VER A CARNE SENDO PREPARADA POR CAUSA DO “SANGUE” QUE SAIA DELA.

    • alex:

      Mioglobinas são glóbulos vermelhos e é a parte principal do sangue que transporta o oxigênio, ou seja é sangue do mesmo jeito!

    • Ezio José:

      Acontece que os bêbados procuram manter-se informados para sairem bem em todas discussões. Da música ao futebol, da economia à geografia, da cultura agropecuária aos trabalhos de industrias e mecânicas, dos remédios caseiros à cura da ressaca tudo eles sabem um pouquinho ou tudo mesmo.
      Já fui alcoólotra e sei muito bem como é o conhecimento desses boêmios.

  • moça:

    imagina ir num bar e tentar falar esses assuntos com um bebado.

    más são assuntos interesantes 🙂

  • Karina Pontes:

    A sacola de plástico é reutilizada sim, já a de papel eu acredito que não seja. Enfim, o certo seria não usarmos nem uma e nem outra, é claro que em algumas situações elas são necessárias, mas ao irmos ao supermercado, por exemplo, não nos custa nada usar as “bolsas ou sacolas ecológicas” que são aquelas de pano, ou algum outro material reciclado, que aliás, nos são úteis de várias outras formas.

    • Mauricio:

      assim karina mas voce usa oq para embalar o seu lixo reciclavel e organico?? aposto que sao sacolas PLASTICAS o q mudou com isso foi que ao inves de eles nos derem as sacolas nos temos que compralas

  • Rodrigo Paim:

    Mentira que a sacola de papel degrada mais que a de plástico.

    A questão da sacola de papel é que a intenção é reutilizar, enquanto a sacola plástica pouco reutilizam.

    Se utilizarmos a sacola de papel apenas uma vez de fato não compensa

  • squish:

    Ouvi dizer que, entre as crianças, em média, as meninas sentiam medo de monstros debaixo da cama enquanto os meninos sentiam medo de monstros no armario (eu pessoalmente detestava o meu armario…) e isso era explicado pelo fator evolutivo. Entre os nossos ancestrais, os machos ficavam no chão para caçar e as femeas ficavam nas arvores, cuidando dos filhotes. Isto ẽ similar ao comportamento dos gorilas descrito no site…

    Mto Louco!

    • hcs:

      eu menino tinha é medo da porta, eu pensava que tinha pokemons atraz dela

  • Jorginho:

    “…O problema está no comportamento egoísta do ser humano em procurar o “desenvolvimento” sem se preocupar com o meio em que vive…

    As bolsas plásticas não seriam tão ruins se houvesse sempre coleta coletiva e se não jogassem lixo (sacolas plásticas) na rua e se fossem sempre recicladas. …bolsas plásticas é apenas um dos muitos problemas. O problema não é o “crescimento populacional… …e sim cultural.

    E se ao invés de haver ônibus e caminhões, houvesse mais trens? Hoje os caminhões poluem muitíssimo… …utilizar fontes de energia renováveis, Ex: Solar, eólica, geotérmica… ….que não agridem o meio ambiente.

    Amigos, como já disseram, o problema é da “viabilidade ($$$)”. … Isso por que o dinheiro é o ditador da cultura da nossa sociedade. E se isso mudar, quando mudar provavelmente haverá progresso de fato”.

    Ok, Renato. Seja bem vindo.
    Realmente o egoísmo é o ponto principal do conflito com a natureza.
    Na verdade o homem desertou dela em busca da paz e comodidade e, fomos longe demais!
    Muitos procuram preencher com tecnologias populares, muitas vezes por meros modismos.
    Eu não me canso de dizer que não sou contra a ciência necessária. Àquela que realmente ajuda com novos tratamentos, tratando e prevenindo de todos os males. Àquelas que têm ajudado o homem a ter uma vida simples e que não lhe traga seqüela ou males à terceiros.

    A Ciência em si não é ruim. Temos as ferramentas. Cabe-nos fazer bom uso dela de forma racional o no mínimo sensatez… e não ao ponto de sermos escravos delas… como se ela fosse nosso pão de cada dia, como se ver por aí.

    Quanto ao plástico. Acostumamos com esse “utensílio” prático…
    Mas seria mesmo o plástico um mal necessário?
    Seja sacolas, frascos etc.; Já está de certa forma “encravada” em nossas vidas! Algumas vezes não damos conta que estamos levando muito mais plásticos que o necessário. Um exemplo simples: Quando vai ao mercado, vc vai comprar maionese, catch up, azeitonas etc. A maioria das pessoas pega aqueles produtos cujas embalagens são de uso descartáveis; sem nenhuma utilidade paralela. Eu (apesar de não ser chegado em conservas), opto pelos frascos que posso usar por muito tempo. Pois acabo usando-os para guardar parafusos, componentes eletrônicos (no meu caso) e outras coisas. Muitos acabam optando por frascos (sachês/ pouches).
    A maioria dos plásticos não é reciclável e outras não são viáveis ($$$).
    Muitas cidades em todo mundo não sabem ao certo que destino tomar, pois os aterros estão cada dia mais escasso…
    Anos atrás não tínhamos em mente que a água potável poderia ficar contaminada.
    Que nossas cidades despejaria toneladas e toneladas de lixos diariamente… e a maioria desses lixos são de produtos químicos. Mesmo nos Oceanos encontram-se aglomerados de lixos não orgânicos com milhares de metros capaz de engolir grandes cidades… e cada dia cresce descontroladamente.
    Todos somos responsáveis pelo Planeta!
    Devemos fazer a nossa parte por menor que seja:
    Ao invés de duas sacolas, use uma. Ao invés de comprar produtos cujas embalagens são tipos saquinhos; optemos por aqueles cujo frasco possa ter outra utilidade…
    Todos nós podemos fazer a nossa parte, cuidando da Natureza e incentivando a todos a fazer o mesmo, seja de forma direta ou mesmo pelo exemplo dado.
    Lutem por um mundo melhor.
    Façam algo por menor que seja em contribuição… e assim estarão motivando pessoas a fazer o mesmo.

    http://www.plastico.com.br/reportagem.php?rrid=53

    Pense Nisso.

  • Renato:

    Jorginho e Elzio:
    Infelizmente O problema está no comportamento egoísta do ser humano em procurar o “desenvolvimento” sem se preocupar com o meio em que vive, enganando a si próprio acreditando que construir mais edifícios, mais carros, mais computadores, mais produtos eletrônicos, estão evoluindo tecnologicamente.
    As bolsas plasticas não seriam tão ruins se houvesse sempre coleta coletiva e se não jogassem lixo(sacolas plasticas) na rua e se fossem sempre recicladas. Fora que a questão das bolsas plásticas é apenas um dos muitos problemas. O problema não é o “crescimento populacional por causa da demanda e consumismo” e sim cultural. Hoje os casais têm menos filhos e mesmo assim o problema aumentou.
    E se ao invés de haver ônibus e caminhões, houvessem mais trens? Hoje os caminhões poluem muitíssimo (monóxido de carbono, borracha dos pneus, usa combustível fóssil) mais que os trens elétricos e de levitação magnética (esse que custa menos de 1/3 do custo de produção que o metrô) os quais poderiam utilizar fontes de energia renováveis, Ex: Solar, eólica, geotérmica (só pra citar as mais conhecidas) que não agridem o meio ambiente.
    Amigos, como já disseram, o problema é da “viabilidade($$$)”. Pois não é economicamente viável fazer isso ou aquilo… Isso por que o dinheiro é o ditador da cultura da nossa sociedade. E se isso mudar, quando mudar provavelmente haverá progresso de fato.

  • tatiii:

    Muito interessante!!

  • eder:

    quanto besteira num só lugar!!!

  • Jorginho:

    Ezio José diz: – “Continuando com meu ponto de vista sobre as garrafas PETs e as sacolas pláticas.

    …PET, é um polímero termoplástico,possui propriedades termoplásticas, isto é, pode ser reprocessado diversas”…

    Resp. A reciclagem é mínima considarando a quantia despejada diariamente em toda parte do Planeta.

    “Existem milhares de pessoas que sobrevivem da coleta dessas garrafas. …Creio que se abolirmos esse produto não poderemos oferecer empregos… A cadeia de empregos que esse artefato patrocina é muito grande”.

    Resp. Muito bem sr.Ezio. A solução está em produzir mais lixo para aumentar o orçamento dos “coletores”?

    “O que devemos fazer para conter o consumismo é para de fazer filhos, aumentando a densidade demográfica terrestre e, consequentemente a necessidade de consumismo e produção para atender a demanda”.

    Rep. Concordo que a solução em parte seria controle de natalidade.

    “…é só questão de tempo, pois já existem as sacolas plásticas oxibiodegradáveis (d2w).
    As sacolas plásticas oxibiodegradáveis contém o aditivo D2W que permite a degradação do plástico em apenas 18 meses”.

    Resp. Seu composto tornaria exatamente o quê?

    “A BASF já fabrica esse plático e já tem indústrias que fazem sacolas do mesmo”.

    Resp. Seu composto tornaria exatamente o quê?

    “Tudo é questão de tempo e barateamento de custos”.

    Resp. Realmente tudo é uma questão de ser viável ($$$).
    Mas, que o Planeta pensa disso?

    Grato.

  • Ezio José:

    Jorginho;

    Continuando com meu ponto de vista sobre as garrafas PETs e as sacolas pláticas

    Politereftalato de etileno, ou PET, é um polímero termoplástico, possui propriedades termoplásticas, isto é, pode ser reprocessado diversas vezes pelo mesmo ou por outro processo de transformação. Quando aquecidos a temperaturas adequadas, esses plásticos amolecem, fundem e podem ser novamente moldados.

    Existem milhares de pessoas que sobrevivem da coleta dessas garrafas. Vejo caminhões carregados delas prensadas para reindustrialização. Creio que se abolirmos esse produto não poderemos oferecer empregos ou outro meio de sobrevivência para quem disto depende. A cadeia de empregos que esse artefato patrocina é muito grande. O que devemos fazer para conter o consumismo é para de fazer filhos, aumentando a densidade demográfica terrestre e, consequentemente a necessidade de consumismo e produção para atender a demanda.

    Quanto às sacolas pláticas é só questão de tempo, pois já existem as sacolas plásticas oxibiodegradáveis (d2w).
    As sacolas plásticas oxibiodegradáveis contém o aditivo D2W que permite a degradação do plástico em apenas 18 meses.
    A BASF já fabrica esse plático e já tem indústrias que fazem sacolas do mesmo.

    Tudo é questão de tempo e barateamento de custos.

  • Referência Social:

    Dizer que é conversa de bar é uma metáfora, pois o bar é um local comum para se reunir.
    – Viemos aqui pra beber ou pra conversar? Perguntou o saudoso Adoniran Barbosa.
    Resp.: Viemos para beber, mas não somos mudos! Dá pra fazer muito bem as 2 coisas, alternadamente. Quem não aprecia uma boa conversa que tenha fundo científico?
    Como tudo é relativo, cada assunto aqui apresentado, mesmo aparentando não ter importância, pode ajudar a levar à grandes descobertas.

    Conchas colocadas ao vácuo também NÃO TEM AR, pois não são fechadas. E no vácuo não se consegue gravar absolutamente nada, pois não há som externo. Mas, nossos ouvidos sempre captam os sons internos.

  • Jorginho:

    Ezio José disse: ““…quando afirma o termo usar e abusar.
    …Necessitamos, Portanto Devemos Usar. Nem na Europa,…foram abolidas as sacolas plásticas e tão pouco seu povo as deixou de usá-las com as recomendações dos ambientalistas cegos por seus egocentrismos. (cegos ou realistas?)

    Quando Jorginho diz para levar bolsas, sacos, caixas e outras coisas… Gostaria de saber quais esses apetrechos e como são feitos e se num momento que desejamos comprar algo teremos que ir buscá-los em casa? …de carro até a casa buscá-lo não estará poluindo? Como são feitos esses sacos? De papéis? A caixas são de madeiras, de papelão? …fabrico de papeis desde a morte de uma árvore até a extração da celulose de seus troncos (20 troncos de árvores grandes para uma tonelada de papel) passa-se por dezenas de processo químicos poluentes que degradam a átmosfera com vapores e fumaças, o meio ambiente, em termos gerais, com seus resíduos matando peixes, aves e outros animais ribeirinhos”.

    Resp. Realmente é um assunto delicado.
    Tanto que se fosse tão simples, já teriam resolvido.
    Entretanto, se percebe a falta de boa vontade por parte da maioria.
    Na verdade falta conscientização e prática dessas.

    É preciso, nesse caso haver radicalismo se quisermos ter resultados. Não se trata um câncer com “xarope adocicado”.

    Devem acabar com as garrafas pet’s.
    Antigamente usavam garrafas de vidro.
    Por que não voltá-las?
    Ah sim! Terá que carregá-las na inda e correr o risco de quebrá-las na volta!
    Hoje a moda do plástico pegou quase em tudo que embalagens.
    Frascos de plásticos nos alimentos – maionese, óleo, etc.
    Como era antigamente, mesmo?

    Não esquecendo das sacolas que, ao comprar um sabonete; se ganha uma sacola de brinde!
    Tenho de certa forma contribuído com a natureza ao diminuir uso dessas sacolas.
    Estou pensando seriamente em levar as minhas próprias… Mesmo que para alguns aparenta ser um ato engraçado.

    Quanto aos papeis: Fizeram sacolas orgânicas ou biodegradáveis e acho que a moda não pegou por algum motivo (talvez por não ser viável economicamente).
    Relativo aos papeis, não são viáveis pelo crescimento populacional dos últimos 20 – 30 anos.

    No caso dos caixotes: Acredito que seria algo viável. Bastaria que cada um fizesse sua parte devida.

    Não fazem assim os mercados quando usam os caixotes para entrega em domicílio? Mesmo assim as sacolas vão como brinde!
    Já observei que nos grande mercados quando se compra uma lata de óleo e um sabonete; separam um para cada sacola!
    Isso não é abusar da mãe natureza?

    Sei que é difícil solucionar esse problema que cresce a cada dia. No entanto, se cada pessoa fizer sua parte; certamente estará ajudando o Planeta que já fadiga pelas as ações irracional da humanidade.
    Hoje se vive mais o modismo que a verdadeira necessidade.

    Agradeço por ler meus comentários.
    Talvez seja o único que o fez ecoar.
    Abraço.

  • Ezio José:

    Muito interessante o comentário do internauta JORGINHO. Só que nadou na mayonese, excentuando quando afirma o termo usar e abusar.
    Necessitamos, portanto devemos usar. Nem na Europa, continente evoluído culturalmente, foram abolidas as sacolas plásticas e tão pouco seu povo as deixou de usá-las com as recomendações dos ambientalistas cegos por seus egocentrismos.
    Quando Jorginho diz para levar bolsas, sacos, caixas e outras coisas… Gostaria de saber quais esses apetrechos e como são feitos e se num momento que desejamos comprar algo teremos que ir buscá-los em casa? Se alguém for de carro de carro até a casa buscá-lo não estará poluindo de alguma forma? Veículos não poluem? Como são feitos esses sacos? De papéis? A caixas são de madeiras, de papelão? Só sei que o fabrico de papeis desde a morte de uma árvore até a extração da celulose de seus troncos (20 troncos de árvores grandes para uma tonelada de papel) passa-se por dezenas de processo químicos poluentes que degradam a átmosfera com vapores e fumaças, o meio ambiente, em termos gerais, com seus resíduos matando peixes, aves e outros animais ribeirinhos.

  • AEIOU:

    A PRIMEIRA JÁ SABIA, EU JÁ REPAREI Q AS GOTAS SÃO ESFERICAS MAS, EM DIAS DE CHUVA FORTE COM GOTAS MAIORES, ELAS CAEM EM FORMATO CILINDRICO E TBM A NUMERO 10 JÁ SABIA

  • Michael Lima:

    A União Soviética mandou uma nave para a Lua antes dos EUA.
    Mas você esqueseu de falar que não avai pessoas dentro. Os EUA foram os primeiros a mandar com pessoas dentro.

    • Tiago Vieira da Rocha:

      Nunca entendi esse lance dos E.U.A. terem vencido a corrida espacial.
      Primeiros a enviar um objeto ao espaço: soviéticos.
      Primeiros a enviar um ser vivo ao espaço: soviéticos.
      Primeiros a enviar uma pessoa: soviéticos…

    • Cesar Grossmann:

      Acontece. Não dava para ir para a Lua com os esquemas meia-boca que eles usaram para as outras conquistas. O N1 era um foguete grande que chega, mas na hora de executar e testar, muita coisa errada aconteceu.

  • Vivi:

    Felipe2:

    O som não se propaga no vacuo,mas dentro de uma concha há ar pois o ar tem como entrar dentro dela, então é possivel ouvir qualquer som que circule pela concha!

  • Carlos:

    Muito Bom o Post Parabéns !!!

  • Guilherme2:

    o titulo desse topico devia se “inutiidades a serem faladas num bar”!!!!

  • Guilherme:

    poxa… me diz se alguem mesmo bebado vai fica num bar falando sobre ninho de gorila ou que as sacolas plasticas sao melhores?

  • Daniel Bulsing:

    Meu sonho é ver blogs traduzirem conteúdo gringo, ao menos, terem a decência de informar a fonte:

    http://listverse.com/2011/01/03/15-science-factlets-you-dont-know/

  • ShadowsAV:

    Eu já vi falarem de tudo ai (menos a do champanhe) muitas aqui no HypeScience mesmo! Todas tem uma base comprovada e nenhuma delas ai é falsa

  • Daniel:

    UP, VOCÊS ESCONDEM A VERDADE!
    “Nossa que mentirada essas 9 e 10, é verdade sim.
    O som da concha é apenas o ar, e os mapas da lingua tbm, esperimente colocar sal/açúcar/limão na boca, irá sentir isso em diferentes partes da lingua, mas não deixe a saliva interferir, pois ela espalha o sabor pela boca.”

  • Jorginho:

    Será que sacola reutilizável entraria para essa lista?
    A questão é atual e exige conscientização.
    Sou contra qualquer dano ao meio ambiente… Principalmente quando se trata de usar e abusar.
    Lucros e lucros e consequentemente, lixo e lixos!
    Que levem sacos, bolsas, cestas e outras coisas…
    Vejo pessoas com carros que levam dezenas de sacolas para casa, quando deveria levar caixas para colocar suas compras!
    É preciso mesmo criar uma lei rigorosa e punir com multas.

    Agora entra no Brasil certos importados de áudio com pen driver com umas merdas de baterias/mercúrio…
    Será que nossos representantes não sabem disso?
    Consumismo barato sai caro!

  • Volmer Santos:

    Eu sabia que peixes expelem a agua pelas guelrras, abertura lateral e traseira de suas cabeças, quando se alimentam, nunca observei um golfinho de perto.Quanto a digestão ela é bastante complexa e começa na boca através da mastigação, quanto maior o tempo de mastigação melhor será a digestão em toda sua estensão, a da alergia também é ótima, agora o problema e limpar os bichinhos tem gente que tem alergia de água pra si próprio, o resto até já esqueci, de tantos comentários que li. mas valeu

  • Ezio José:

    O mais interessante dos assuntos é o item 14 que explica sobre quem mandou a primeira nave para a lua.
    Esta história me faz voltar ao descobrimento do Brasil.

    01- Comandando três caravelas (Santa Maria, Pita e Nina), o navegador genovês Cristóvão Colombo chegou à América em 12/10/1492. Após este fato, a Espanha deu início à exploração do continente americano.

    02- Poucos anos antes da descoberta do Brasil, em 1492, Cristóvão Colombo, navegando pela Espanha, chegou a América, fato que ampliou as expectativas dos exploradores. Diante do fato de ambos terem as mesmas ambições e com objetivo de evitar guerras pela posse das terras, Portugal e Espanha assinaram o Tratado de Tordesilhas, em 1494. De acordo com este acordo, Portugal ficou com as terras recém descobertas que estavam a leste da linha imaginária ( 200 milhas a oeste das ilhas de Cabo Verde), enquanto a Espanha ficou com as terras a oeste desta linha.

    03- Em 22 de abril de 1500 chegava ao Brasil 13 caravelas portuguesas lideradas por Pedro Álvares Cabral. A primeira vista, eles acreditavam tratar-se de um grande monte, e chamaram-no de Monte Pascoal. No dia 26 de abril, foi celebrada a primeira missa no Brasil.

  • Vicente:

    Os temas são interessantes mas para uma conversa de bar???
    Duvido!!

  • Lucas Miranda:

    Como os golfinhos vivem dentro d’água, quando eles comem os peixes engolem água junto. Isso não seria beber água?

  • Zé:

    Alguém poderia explicar essa do Champagne (Champagne mesmo, vindo da região francesa de mesmo nome) ?
    Sempre utilizei de taças, ambientes e tudo extremamente limpo, e ele não se comporta como um vinho.

  • Carlos Bastos:

    O Site está de parabéns!Os assuntos são bem interessantes, mas é claro faltam esclarecimentos sobre cada uma dessas “novidades”, a 4.0 por exemplo põe a palavra equivocada ao falar “digestão”, o certo seria absorção nesse caso só para manter o raciocínio lógico, por que a digestão é muito mas complexa do que simplesmente passar no local, então não dá só para escrever isso é sair. Parece pegar no pé mas para quem não sabe gera confusão. Mas as idéias em si são boas para gerar boas conversas em qualquer que seja o lugar. Ahhh…A Helena com certeza cursa o ensino médio, com toda essa eloqüência.Me responda se eu estiver errado!kkkk

  • rodrigo:

    com certeza quem leu este artigo vai colocar um copo na orelha

  • Deep:

    Bêbados conversam sobre qualquer coisa, inclusive sobre estes 15 tópicos…

    Entretanto, bêbados – e qto mais bêbados, tanto mais – são chatos! São contestadores. Em geral, mal informados também, e quando não o são, apenas têm uma grande dificuldade para concatenar idéias, acessar informações armazenadas na memória e mesmo respeitar a ordem de um diálogo. Eles costumam preferir monólogos.

  • pri:

    depende do bar!

  • Matreiro:

    Faz o seguinte: coloca um microfone na entrada da concha e grava. Então a gente descobre se é a circulação sanguínea ou o ar circulando.(ou a Vanusa cantando…)

    Faz e me conta, tenho preguiça! Fui.

  • Werex:

    Duvido muito que um bêbado tenha vontade ou capacidade para conversar sobre isso.

  • claudemir da silva:

    algumas topicos ai eu ja sabia eoutras não gostei da matéria

  • criancinha:

    “É controverso o assunto que apraz refletir,posto que em um ambiente
    de ingestão alcoolica,despeciendo se faz admitir tão fecundo raciocínio ao acalanto das conversas,cujo refletir não conduz a um assunto pautado em um raciocínio lógico,dedutivo e racional.Aos rompantes do momento não haverá nada de substancial a discutir que não seja as óbvias amenidades”

    É mesmooo, qui bom….

  • Guilherme Ferreira:

    Nossa de fato a Helena parece bêbada ou lusitana, sei lá…auehuahae

    E o loco ta realmente loco…

    Mas são tantas informações absurrdamente impensáveis pra mim que 40% das matérias que vejo aqui acabo duvidando bastante… Como um golfinho se manteria suficientemente hidratado apenas comendo peixes? /tenso de acdeditar…e preguiça de ver em outras fontes.

    Mas é otimo conversar no bar sobre isso…pelo menos pra mim que só tenho amigos nerds 😀

  • Jorge Campos:

    qtas vezes já falei isso da sacola e as pessoas ñ acreditam…

  • Felipe2:

    Loco,

    no vácuo não se ouviria nada, pois o som não se propaga no vácuo.

    Helena, vc está bêbada?

    Abraços!!!

  • Helena:

    É controverso o assunto que apraz refletir,posto que em um ambiente
    de ingestão alcoolica,despeciendo se faz admitir tão fecundo raciocínio ao acalanto das conversas,cujo refletir não conduz a um assunto pautado em um raciocínio lógico,dedutivo e racional.Aos rompantes do momento não haverá nada de substancial a discutir que não seja as óbvias amenidades.

  • holiday:

    dependendo do bar, com certeza são bons assuntos pra se descutir !

  • holiday:

    com certeza são bons assuntos pra se descutir em um bar!

  • Janos Voner Yantufucker:

    O camarada tem que estar meio chapado pra falar de cor de urso polar, formato de gotas de chuva. Agora pra saber que golfinho bebe ou não agua tem que estar completamente doido…

  • Davidson Lima:

    Muito interessante!

    No entanto, a da água é questionável: o formato esférico da gota só é assim quando esta cai de altura baixa.

    À medida que a altura de queda aumenta, seu formado passa de simples °°°° para ////. Isso ocorre por causa da aceleração da gravidade, g, a qual aumenta a velocidade da gota e a “afina”.

  • Henrique Costa:

    Desculpa. Mais é impossivel não comentar, que boca sexy é essa, da foto 09.
    Matéria nota 10.

  • Dionei:

    Para conversa de bar, não sei!

    Mas que tem algumas coisas novas bem interessantes, tem!!!!

    Vou tentar contar pro meu vô!

  • paulo:

    Sei lá, essa matéria parece 1º de abril…(“O champanhe não é espumante por causa do dióxido de carbono”)Sem o dióxido de carbono não seria vinho!!

  • Loco:

    se vc pudesse fazer o teste da concha em um ambiente a vácuo, ouviria o mesmo som.

  • CRC:

    Sem falar que o sabor depende do olfato. Por isso nossas mães pediam para fecharmos o nariz quando tínhamos que tomar aqueles remédios horríveis. Experimente tampar o nariz e verá que grande parte dos sabores desaparecem.

    • Miguel:

      Já tentei, isso não funciona!

  • JOABE DE JESUS:

    Muito interessante, ainda bem que os profissionais do site, nao mentiria assim ao seu publico, ou melhor clientes, os sites hoje em dia são comercios virtuais 😀
    Por que não colocaram algo sobre a google ou twitter, ou facebook ou orkut, esses sites possuem segredos que é “incompreensivel a miseros mortais como nos.” rsrsrsrs eu acho.
    mas voltando a materia muito boa mesmo 😀

  • Daniel:

    Nossa que mentirada essas 9 e 10, é verdade sim.
    O som da concha é apenas o ar, e os mapas da lingua tbm, esperimente colocar sal/açúcar/limão na boca, irá sentir isso em diferentes partes da lingua, mas não deixe a saliva interferir, pois ela espalha o sabor pela boca.

  • Waldecir:

    O negócio dá língua é verdade, mas se, por exemplo com uma bala, você for colocando a bala em diferentes pontos da língua, o gosto da uma mudada 😛

  • Lucas:

    Esse dos golfinhos… é impressionante!

  • Patrícia:

    hmmm, muito interessante.

  • Meldelz:

    Acho que o das conchas é o ar circulando, hein :p

Deixe seu comentário!