17 Espantosas criaturas marinhas que você ainda não conhece

Por , em 1.05.2012

As águas do planeta Terra escondem a maior parte da biologia, com muitas espécies ainda desconhecidas. A cada exploração, novos seres são descobertos, incluindo alguns no mínimo bizarros – como os de profundidade muito grande, que praticam a bioluminescência e possuem uma aparência monstruosa. Veja aqui mais 17 criaturas que provavelmente você ainda não conhece!

17 – Anêmona Vênus

A anêmona voadora Vênus, que vive a 1.500 metros da superfície do Golfo do México, é apenas uma entre as milhares de espécies catalogadas pelo projeto Censo da Vida Marinha, que dura já uma década.

16 – Crustáceos de água profunda

Esse é um crustáceo pequeno que vive em águas muito profundas. Os crustáceos ocupam um lugar de destaque na variedade incrível de espécies oceânicas, compondo quase 50% de todas as conhecidas.

15 – Polvo

Um polvo de águas profundas. Parte do filo Mollusca, que inclui os invertebrados como as lulas e polvos, vêm em segundo no número de espécies marinhas, perdendo apenas para os crustáceos. Esse ser foi encontrado a 2.700 metros de profundidade.

14 – Anfípoda

Um anfípoda, mas um tipo de crustáceo de águas profundas.

13 – Água-viva Foster

Essa espécie é chamada de Foster devido ao Dudley Foster, piloto da marinha americana que coletou o primeiro exemplar. Essa água viva é comum na linha meso-atlântica que separa as placas tectônicas.

12 – Lula

A lula Histioteuthis bonellii abriga profundidades entre 500 e 2.000 metros. Ela passa a vida inteira em completa escuridão.

11 – Água-viva bioluminescente

Uma água viva das profundezas. Quando atacada por um predador, usa a bioluminescência para “gritar” por ajuda. Essa foto foi tirada no leste da ilha japonesa de Izu-Oshina, a 805 metros.

10 – Peixe-sapo

O Histrio histrio é membro da família dos peixes-sapos, um pequeno gupo de peixes globulares, com barbatanas peitorais e uma boca grande acima da cabeça. Ele vive tipicamente em águas abertas. Apesar de ser capaz de nadar rápido, ele geralmente usa seu braços para “rastejar” pelo assoalho marítimo.

9 – Pepino do mar

A Elpidia belyaevi, uma nova espécie de pepino do mar que vive no fundo do oceano Ártico.

8 – Minhoca zumbi

A minhoca zumbi (Osedax roseus) se enterra fundo dentro de ossos de baleia e os devora como fonte de energia. Todos os machos da espécie são anões e vivem como cativos dentro de tubos gelatinosos ao redor das fêmeas. Esse arranjo bizarro permite uma fertilização muito eficiente dos ovos.

7 – Bolha marinha

“Bolha de papel com linhas vermelhas”, do Japão, uma nova espécie descoberta na carcaça de uma baleia, no fundo do oceano. Seus pequenos olhos – os dois pequenos pontos pretos – são protegidos por espécies de asas.

6 – Peixe dragão

Imagine morar em um local do mar onde é permanentemente escuro, frio e com pouca comida. Muitos animais dessa profundidade podem ficar sem comida por semanas ou até meses. Se você encontra algo pra comer, você se mata por isso – daí os dentes gigantes de muitos peixes das profundezas. Esse possui até na língua! Sorte que são “apenas” do tamanho de uma banana, mas imagine um tubarão assim!

5 – Peixe-bolha

O Psychrolutes microporos vive em profundidades de 1.013 até 1.340 metros. Essa foto foi tirada na Nova Zelândia, em 2003.

4 – Lula vampiro

A Vampyroteuthis, ou a lula vampiro, é um cefalópode que vive na zona de menor oxigênio da Bahia de Monterey, na Califórnia, EUA, em profundidades de 600 a 900 metros.

3 – Caracol marinho

O Alviniconcha sp. habita locais profundos com fossas de água quente. Esse indíviduo provavelmente é uma nova espécie, já que foi o único descoberto até hoje. Onde estão seus parentes?

2 – Leptocheliidae

O macho da nova espécie Leptocheliidae, coletado na Austrália.

1 – Hidromedusa

Uma nova espécie de hidromedusa, a Bathykorus bouilloni, comum abaixo dos 100 metros de profundidade. Centenas dessas criaturas foram observadas por um veículo de controle remoto no Ártico. [OurAmazingPlanet]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,50 de 5)

21 comentários

  • Matheus Tragnago Viana:

    Primeira vez que vi aquele peixe bolha pensei que era fake, só hoje lendo essa matéria que eu vi que isso realmente existe @__@

  • Daniel Rosa Junior Junior:

    O fundo do mar e realmente espatacular

  • Lucas Rodmo:

    Eu particularmente acho a Vampyroteuthis infernalis um animal incrivel, apesar de carregar essa sina de assustadora.

  • Flor de Lis:

    Item 5: Lula Molusco??????
    Item 1: Darth Vader???????

  • Tyler:

    Muito interessante. Que tal um artigo sobre lulas colossais?Estou aguardando

  • Andre Luis:

    Este peixe bolha lembra um pokémon!

  • Junior:

    há, não me pegaram! alguns eu ja conhecia xD

  • Emerson Costa:

    Sem dúvidas ainda teremos muitas outras espécies de animeis sendo descobertos no mundo todo, principalmente nos lugares mais inóspitos.

    Imagine o que temos à encontrar nos confins do universo…

  • Emerson Costa:

    Texto da matéria:

    “Um anfípoda, mas um tipo de crustáceo de águas profundas.”

    Esse é um dos erros mais comuns que vejo na língua portuguesa, trocar o “MAIS” pelo “MAS”.

    O MAS é utilizado quando se quer dar o sentido de “PORÉM”, “CONTUDO”. Acho que não é o caso da colocação nesse texto.

    O correto então seria:
    “Um anfípoda, MAIS um tipo de crustáceo de águas profundas.”

  • Paulo Eduardo:

    A Anfípoda está dentro de uma espécie de ovo, armadilha, casa ou ela é assim mesmo?!

    Hum, quem precisa de uma idéia para criar uma nave alienígena pode usar a Água-viva bioluminescente como base. Esse bicho parece que é de outro mundo!!

    • Jessika Alves:

      Olá Paulo Eduardo,

      O anfípodo (termo correto) pertence à espécie Phronima sedentaria. Esse crustáceo é um parasita, na foto ele está parasitando uma salpa (o que você denominou de espécie de ovo) , que é um invertebrado do grupo dos Tunicados. Pelo seu hábito parasita e sua forma bizarra, alguns cientistas acreditam que Phronima sedentaria serviu de inspiração para a rainha dos aliens.

      Espero ter esclarecido. Abraços!!!

    • Ana Luiza Bng:

      Oi, Paulo.
      A casa do anfípode é um tunicado (urocordado), quase certo que seja um doliolida. Provavelmente estava morto, o anfípode comeu a parte interna e isso serviu de casinha pra ele se proteger. ^^

  • Jonatas:

    Na minha opnião:
    O mais assustador: A lula-vampiro, merecia um filme de terror.
    O mais bizarro: O peixe-bolha, sem comentários.
    O mais bonito: A água-viva Foster, que criatura incrível, se eu fosse mergulhador seriam as visões que eu mais procuraria.
    O mais exótico: A Anêmona-Vênus, não consegui entender o corpo da criatura, que estranha forma de existência…

  • Tatiane:

    Achei o Polvo e o Bolha marinha muito belos.

  • Wesley Leandro:

    Lá se vai meu sonho de ser mergulhador…

    • jose ajosilaudo:

      é o planeta terra ainda esta sendo descoberto, ja pensou tu ta num gostoso banho de mar e de repente da de cara com o peixe dragão, to fora meu irmão.

    • Tatiane:

      Assustador, parece aqueles peixes “assassinos” que usam para fazer filmes de piranhas assassinas kkkk…

  • luysylva:

    O Segredo do Abismo

  • Dantas:

    Peixe-Bolha tá mais pra Peixe-ForeverAlone.

    • Tatiane:

      Feiooo!!!

  • walrus:

    Bateu uma saudade dos Changeman… Flashman…

Deixe seu comentário!