Parasitas transformam formigas em zumbis obedientes

Por , em 16.08.2009

Um novo estudo descreve em detalhes como um parasita causa a morte de formigas exatamente no lugar que ele deseja – um lugar ideal para o seu crescimento e reprodução. Quando a formiga doméstica é infectada pelo fungo Ophiocordyceps unilateralis, ela fica viva por um tempo, sendo “comandada” pelo fungo. A formiga, influenciada pelo parasita, sai do seu ninho e se dirige a outras regiões, com pequenas plantas. Ela então sobe em folhas rasteiras, e morde-as logo antes de morrer.

Depois da morte da formiga, o fungo continua a crescer, e depois de alguns dias, sai pela cabeça da formiga, liberando esporos depois de algumas semanas – podendo infectar qualquer infeliz formiga que passe pelo local. Cientistas conheciam há séculos a habilidade do parasita de tornar as formigas em zumbis, mas o estudo realizado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostra detalhadamente o controle absoluto que o fungo tem sobre a sua vítima.

Em uma floresta tailandesa, David Hughes e sua equipe descobriu que as formigas infectadas geralmente ficavam presas pelas mandíbulas em folhas a 25 centímetros do chão. Elas também geralmente ficam nas folhas da parte noroeste da planta – local onde a temperatura, umidade e luz solar são ideais para o crescimento dos fungos. “O fungo manipula as formigas contaminadas para que elas morram onde o parasita prefere ficar, fazendo-as viajar por muito tempo nas suas últimas horas de vida”, afirma Hughes.

formiga zumbi
A seta aponta para o estroma, o corpo onde o fungo frutifica.

Carpenter ant. The arrow points to the stroma, the fruiting body of the fungus. (Credit: Photo used by permission from The American Naturalist)

Mesmo assim, os cientistas descobriram que fazer com que a formiga morra no local certo é apenas parte da batalha: depois da morte da hospedeira, o parasita usa o corpo da formiga como alimento, já que a formiga tem açúcares que ajudam no crescimento do fungo. Apesar disso, o fungo toma o cuidado de manter a mandíbula do animal intacta, de forma que a formiga se mantenha presa à folha. Além de todos esses cuidados, o fungo mantém a parte exterior do corpo da formiga intacta, de forma que outros fungos e micróbios não possam penetrar na presa morta.

As formigas parecem ter poucas proteções contra o fungo: o jeito mais fácil de se manter sem o parasita é ficar longe das outras vítimas. Cientistas acreditam que este é o motivo pelo qual essas formigas fazem seus ninhos acima dos níveis de reprodução dos fungos.

Apesar das descobertas feitas pelo estudo, ainda não se sabe exatamente como o fungo controla o comportamento das formigas. “Esta é outra pesquisa que estamos começando imediatamente”, afirma Hughes. Independente de qual seja o mecanismo, é óbvio que o Ophiocordyceps unilateralis é extremamente especializado em sua habilidade de transformar as formigas em zumbis bem-comportados.

O fim da civilização como a conhecemos estará próximo no dia que este fungo aprender a controlar os humanos. [Science Daily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

20 comentários

  • Matheus1013:

    Fungo do The Last of Us

  • sarah:

    ¨O fim da civilização como a conhecemos estará próximo no dia que este fungo aprender a controlar os humanos¨…vemos as formigas sendo dominadas por esses fungos e os fungos dominam seus musculos e outras propriedades do corpo da formiga e de outros animais,eles vão para lugares umidos e ariados como a mata então assim como eles fazem o corpo dos animais se apropriar ao ambiente fára o corpo dos seres humanos se habitarem a esse estado.

    O nome desse virus é Ophiocordyceps unilateralis e é diante dos meus estudos é encontrado em locais aridoos ¨em matas¨…

    • Katiani Martins:

      matas são locais áridos?

  • Especulacoes e Trailer do novo jogo exclusivo de PS3, “The Last of Us” | Muito Supremo:

    […] O pessoal desconfia que esse novo exclusivo seja um jogo de zumbis ou algo parecido. E por quê? Segundo o site Destructoid, além dos sinais do vídeo dos tumultos, o da formiga revela algo muito interessante. O vídeo se refere no caso a ação do fungo Ophiocordyceps unilateralis, conhecido por transformar as formigas em zumbis. Leia só esse trecho falando sobre o fungo, retirado do site Hyperscience: […]

  • Albert Wesker:

    Karamba Albert Wesker devia ter pegado uma amostra desse fungo ai ele completaria seu plano com certeza kkkk ,falando serio isso ai e bizarro ainda mais se os cientistas começarem com a ideia de modificar esse fungo em beneficio humano e dar errado ai vai ser resident evil msm Umbrella xD

    • Rafael Carecho:

      kkkkkkk é mesmo

    • Leandro Oliveira:

      kkkk no jogo resident evil 4 tem uma parte que fala sobre esse fungo

  • vader:

    Iremos todos morrer….

  • Manual Ogrístico de Convivência – Twitter « Clube das Ogras:

    […] TL comentando futebol e você diz “Está passando uma reportagem muito legal sobre formigas zumbis!” Nós coração […]

  • Os Vampíros de Noturno « Ciência Curiosa:

    […] Fungo em formigas; Vespa parasita; Toxoplasmose; Raiva em humanos. […]

  • Daiza:

    Calma gente! rsrsrs Certamente o fungo não comanda o cérebro como os zumbis que costumamos ver em filmes. Ele deve fazer com que as formigas sintam necessidade de buscar locais mais (ou menos) iluminados e úmidos, provavelmente devido a algum desconforto que a doença causa. É apenas seleção natural, nesse caso, fungos que provocam este comportamento tiveram mais “chances de sobreviver”… etc…

  • biólogp jhon:

    Me parece que o fungo é mais inteligente do que alguns dos comentaristas….

  • Romildo Fernandes:

    Esse fungo também ataca senadores, que ficam com as mandíbulas presas ao cargo, apesar de politicamente mortos!

  • Sérgio:

    Eu não tenho absolutamente nada contra opiniões politicas de internautas, mas desviar de um assunto – e isso não se limita somente a este post mas alguns que li e participei aqui no hypescience – e começar a discutir politica é falta de respeito com quem le a matéria e quer saber a opinião dos outros internautas sobre o assunto em pauta. Fica a impressão que vc compra uma revista, ou aluga um filme por conta da capa e da sinopse e no meio muda o assunto/tema.
    Como dica, fica a sugestão…pra quem quer falar sobre má distribuição de renda, problemas no congresso, roubalheira e safadeza de politico, deveria pedir para o administrador criar um tema sobre politica e aí quem tiver interesse, sinta-se a vontade em discutir isto. Pessoalmente falando, somente acho que criticar os problemas sem dar alternativas ou propor soluções é muito comodo, desnecessário e extremamente frustrante.

    Sobre o assunto em pauta, eu creio que a evolução é uma constante em andamento no universo, ela está se aprimorando aqui e em outros locais também …a vida tem mecanismos extremamente complexos e com tantas possibilidades que simplesmente extrapolam a nossa capacidade de enxergar a “foto por inteiro”. Assim, eu não duvido que um fungo (ou uma bactéria, ou um vírus) possam se adaptar e talvez se hospedar, infectar e controlar o cérebro humano. Ou de repente, pode ocorrer uma simbiose, como por exemplo a que ocorreu nas células animais quando a mitocondria que é a organela celular responsável por prover energia para as células, era um outro ser. Tanto que possui um DNA próprio. E está presente nas nossas células.

  • Rudolf W Hammer:

    Perda de tempo se preocupar com um evento como este.

    Muito, mas muito mais preocupante, são os “parasitas” que existem em Brasília, por exemplo.

    Com mentiras e sutís sugestões e argumentos, estes indivíduos vivem a sugar toda a população brasileira.

  • Jefferson Oliveira Alves:

    Que nada… A Umbrella ta mais perto que nunca…

    Quem aconpanha o Hypescience viu a matéria sobre o spray para rejuvenecer…

    Basta agora o exercito norte amaricano comprar a empresa do spray quando ela começar a pesquisa sobre estes fungos… =)

  • LeonardoST:

    Isso está parecendo Resident Evil. Será q esse fungo foi desenvolvido pela Umbrella corp. ???

  • eduardo:

    Eu concordo com o Caio… o cérebro humano é muito complexo e acho q não seria viável pra esse parasita dominar a nossa mente…
    Mas é interessante notar q não só existe esse tipo de parasita “neurocirurgião”… há uma espécie de vespa que faz exatamente isso com as baratas… é muito legal, do ponto de vista científico… pois a vespa faz uma verdadeira cirurgia cerebral nas nojentas baratas… e essas, por sua vez, ficam a mercê dos comandos de suas parasitas… e o objetivo é praticamente o mesmo: comer a carne da barata por dentro…
    Fico me perguntando: será que não existem mais parasitas “neurológicos” soltos na natureza?
    Com todas essas mutações virulentas acontecendo – gripe suína – fica difícil afirmar que nunca seremos vítimas alguma vez de algum parasita controlador de cérebros…
    Até mesmo nós seres humanos já realizamos experiências controlando o cérebro de baratas – somos parasistas também!
    Acho q será uma questão de tempo até que sejam realizados testes em nós próprios, seres humanos… se isso já não é feito…

  • Rogério:

    caio cintra
    Eu axo que a frase ” O fim da civilização como conhecemos estará próximo no dia em que esse fungo aprender a controlar os humanos” foi apenas uma afirnação em forma de gozação…

  • caio cintra:

    eu não acredito que esses fungos possam controlar ao cerebro de um ser humano.
    Uma vez que o nosso cérebro é zilhões de vezes mais complexo do que a pobre formiguinha

    porem em parte seria bem engraçado
    passar pelo parque do ibirapuera (são paulo) e ver milhões de pessoas mordendo galhos e pendurados como se fossem bolas de natal

    mais um motivo para o qual o fungo nao pode prosperar em forma humana pois a mandibula da formiga faz força para abrir pois ele é eternamente fechada e cum uma grande força por causa da elastina em sua mandibula, uma coisa q os humanos não tem.

    tecnicamente ninguem pode dizer q a formiga ter que fechar a boca se não entra mosca,saushahsuasuahsuahsuahsuha

    espero argumentos
    abraços

Deixe seu comentário!