Estudo confirma: A maior parte do Twitter é baboseira

Por , em 16.08.2009

Informações de última hora: 40,55% dos posts do Twitter são pura baboseira. Ok, pode ser que muita gente já desconfiasse disso, mas uma pesquisa da Pear Analytics, empresa especializada em análise de dados, afirma cientificamente que isso é verdade. Durante duas semanas, a empresa analisou dois mil postagens do site, classificando-os em seis categorias: notícias, spam, auto-promoção, conversação, informações úteis e, é claro, o grande vencedor: baboseira.

Entretanto, a pesquisa tem os seus problemas “provando” isso, que parece tão óbvio. É tudo uma questão de interpretações. Este artigo, em inglês, aponta que a baboseira pode ser grande parte da diversão no Twitter: uma colunista do jornal Houston Chronicle, obcecada pelo ator William Shatner, faz uma série de posts para o ator, convidando-se a ir à casa dele para salvar seu casamento – e depois diz estar bêbada.

Basicamente, os posts classificados como baboseira podem ser muito engraçados, e isso nunca é tempo desperdiçado. Além disso, a auto-promoção pode, muitas vezes, também incluir informações interessantes. Com todo respeito à Pear Analytics, muitos posts não pertencem a apenas uma categoria, enquanto outros são pura simplesmente baboseira. O ator Ashton Kutcher (@aplusk) e o cantor John Mayer (@johncmayer), por exemplo, só postam besteiras.

Se bem que, analisando outros aspectos de nossas vidas, podemos perceber que grande parte de tudo é feita de baboseiras. Ou você realmente acredita que a pessoa que vai ficar com a guarda dos filhos de Michael Jackson é informação importante para a sua vida?

E quanto ao que falamos, sem dúvida mais de 40,55% do que sai das nossas bocas é baboseira, auto-promoção ou mentiras. Então a MSNBC pediu para que o analista da Daniel Harrison, desse uma olhada nos resultados da pesquisa feita no Twitter. “Acho que a Pear precisa nos dar um ponto de comparação”, afirma. “O que esperávamos? Afirmações importantes sobre a vida, o universo e sobre tudo?”. E realmente, já que falamos tanta baboseira, por que não fazê-lo na Internet?

Com certeza há muito a se descobrir pelo que as pessoas postam no Twitter, mas afirmar que a maior parte do que existe por lá é besteira não é uma grande novidade. Em uma população suficientemente grande, 49% das pessoas ficam abaixo da média de inteligência. [MSNBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

9 comentários

  • Barbara:

    Quem entra no twitter não quer saber de notícias úteis! FATO/
    mas quem entra no Hypescience, espera algo melhor que uma pesquisa assim! ._.

  • Jorge Villas:

    na real, precisava de uma pesquisa pra conprovar isso, é o obvio….
    Mas é divertido…é um lazer mt saudavel

  • Antônio:

    Olha, queriam que colocassem um estudo lá? Poxa, são só 160 carácteres. Se for procurar um artigo científico, vá na Wikipédia, oras! Nem Twitter, nem Orkut, nem Facebook são Wikipédias, e sim redes sociais, para nos descontrairmos, e não ficarmos postando coisas desse tipo. “Baboseira é fazer uma pesquisa dessa. (2)”

    Se eu chegar no Orkut e sair falando para todos sobre as plantas da Europa, quem ia ligar pra mim? Ah, sem noção, né?

  • Juka:

    Só 40,55% das postagens do Twitter são baboseiras? Sinceramente, acho que esse número é muito (e repito), muito maior; eu diria que 99,8% (se não for 100%) do que é postado é inutilidade completa. Que ridículo, já não chegam as nossas próprias bobagens…

  • Luís Eduardo Miranda:

    Baboseira é fazer uma pesquisa dessa

  • Lyege:

    De dez frases postadas no Twitter, nove são baboseiras! Todo mundo morre de tédio, fato.

  • gloria:

    Nada melhor q despejar baboseiras para quem ñ nus conhece !!!Todo mundo fala coisas qñ tem proveito pra nada!!Épuro lazer.

  • kirp:

    Na boa, não precisava de uma pesquisa pra concluir isso.

  • Elton:

    Não vi fundamento lógico nesse twitter. Tem quem goste.

Deixe seu comentário!