5 Passos para transformar o seu vídeo num fenômero viral

Por , em 23.03.2011

Os vídeos virais são aqueles que, em questão de horas, são assistidos por milhares de pessoas em um país ou em todo mundo. Às vezes é uma situação engraçada, ou um clipe musical muito criativo. Pode também ser um protesto ou uma tragédia. O que importa é a velocidade com que ele fica famoso, como um vírus se espalhando pela internet. Esta ferramenta pode ser muito útil para artistas da música que estão tentando ganhar destaque. Então, se você está afim de tirar sua banda da garagem e ter milhares de “views” no youtube, aí vão algumas dicas:

Tenha uma ideia boa e forte

Parte do sucesso vem da capacidade de entretenimento do vídeo que será disponibilizado online. Lembre-se que você está competindo com bandas famosas, vídeos como “David after the dentist”, “Baby Bob Marley” ou aquele da modelo israelense picada por uma cobra.

Não se preocupe em gastar montanhas de dinheiro, foque na ideia. Ela precisa ser universal, precisa agradar o maior número de pessoas possíveis, por isso, não se concentre em algo que seus amigos iriam gostar. Pense na sua avó, no seu chefe, no tiozinho da banca de jornais, afinal, você quer que um número grande de pessoas compartilhe seu vídeo. “Faça que o vídeo seja divertido e ‘compartilhável’. Não seja muito intelectual e nunca subestime o poder de um gatinho”, aconselha Matt Smith, da empresa The Viral Factory.

Deixe o video acessível

Use o Youtube. Este site pode não ser tão artistico quanto o Vimeo ou o Muzu, mas seu alcance é o maior. Para garantir, use os outros dois sites também, mas a plataforma principal de lançamento deve ser o Youtube. O profissional de marketing David Emery explica que, às vezes, quando um vídeo é retirado do Youtube devido a reclamações sobre seu conteúdo, o resultado pode ser uma procura maior.

Busque parcerias influentes

Seu vídeo pode se tornar um sucesso instantâneo sem muita ajuda, mas vale a pena buscar parcerias com blogueiros influentes ou sites que possam se interessar pelo conteúdo do vídeo. E não precisa ser, necessariamente, um blog de música. O cineasta Dan Nixon cita o exemplo do clipe Young Silence, da banda Echo Lake, que foi gravado em uma câmera de Kinect hackeada e enviado para sites de tecnologia.
Busque apenas sites que possam se interessar pelo seu material e seja legal com eles. Se você insistir muito ou não for muito amistoso, a propaganda pode acabar sendo negativa.

Não espere que o vídeo viral se torne rios de dinheiro

Algumas vezes o vídeo se torna mais famoso que a música que o acompanha. Afinal, ele pode ter se espalhado porque era criativo, engraçado ou polêmico, não porque as pessoas curtiram a música. Contudo, estes vídeos podem levar a convites, oportunidades de patrocínio ou mais públicos em seus shows. Sua banda pode ficar conhecida, o que poupará alguma grana com estratégias de marketing.

Ofereça sua música para ser fundo do viral de outra pessoa

Grandes marcas se interessam em fazer vídeos virais para poupar gastos com marketing, como citado no item anterior. Elas acabam buscando agências para produzir e divulgar as peças. Estas empresas buscam músicas para acompanhar os vídeos e muitas vezes procuram pequenos selos ou bandas independentes para pagar um preço menor por um artista desconhecido. O valor recebido pode ser pouco, mas a disseminação trará resultados enormes. [Wired]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 2,60 de 5)

19 comentários

Deixe seu comentário!