Cirurgia de catarata é perigosa?

Por , em 18.01.2010

Não é possível afirmar que qualquer cirurgia é completamente segura, e todo mundo sofre com um pouco de medo de entrar para sofrer uma operação, porém, a cirurgia de catarata é uma das mais seguras e eficazes. Além disso, ela é uma das cirurgias mais comuns em todo o mundo. Só no Brasil, foram realizadas 3,868 cirurgias contra a catarata em 2002, que também é uma das intervenções com o maior taxa de sucesso.

A catarata é um problema o cristalino do olho, a parte que ajuda a focar imagens, como a lente de uma câmera. Quando a pessoa desenvolve catarata, a lente fica fora de foco, além de poder causar a descoloração das imagens.

Grande parte dos casos de catarata são desenvolvidos pelo envelhecimento. Aos 80 anos, mais da metade da população dos Estados Unidos terão desenvolvido catarata ou já terão realizado uma cirurgia para consertar o problema. A catarata também pode ser causada pela diabetes, ferimentos no olho, radiação ou até mesmo por outras cirurgias realizadas no olho.

A catarata tende a piorar gradualmente, e a lente cristalina do olho começa a ficar com uma cor amarelada, deixando a visão cada vez mais obscurecida. Com a descoloração em estágio avançado, as pessoas podem perder a capacidade de identificar cores como o azul e o roxo.

Os sintomas mais comuns da catarata são: visão embaçada, cores mais fracas, sensibilidade à luz, visão noturna enfraquecida, visão dupla e mudanças constantes no grau dos óculos ou lentes de contato. Se você tem algum destes sintomas, não perca tempo antes de ir ao seu médico, porque, sendo catarata, o problema pode ser consertado, além dos sintomas poderem representar outros problemas na visão.

No estágio inicial, a catarata pode ser resolvida com o uso de óculos adequados, melhor iluminação, óculos escuros especiais ou até mesmo lentes de aumento. Se nenhuma dessas soluções funcionar, a cirurgia é o único tratamento eficaz contra o problema. O procedimento é realizado com a retirada do cristalino do olho, que é substituído por uma lente de plástico.

Como em qualquer outra cirurgia, os riscos desta operação envolvem infecções ou sangramentos. Entretanto, a cirurgia contra a catarata aumenta os riscos de descolamento da retina, um problema sério que exige um tratamento emergencial para evitar complicações ou até mesmo a cegueira total. Apesar do aumento deste problema, a cirurgia demora menos de uma hora e é praticamente indolor, e o paciente com catarata não precisa ficar internado. Geralmente, a cirurgia leva cerca de oito semanas para cicatrizar completamente.

Para evitar a catarata, a recomendação é o uso de óculos de sol com proteção e chapéus para diminuir a exposição direta à luz do sol. Pesquisadores também acreditam que o cigarro pode ajudar a causar o problema, e que alguns alimentos podem ajudar a reduzir os riscos, como folhas verdes, frutas e outros alimentos com antioxidantes.

Além disso, é recomendado que pessoas com mais de 60 anos façam exames a cada dois anos para verificar as condições da visão. Além da catarata, o monitoramento pode ajudar a prevenir outros problemas relacionados à idade, como a degeneração macular, glaucoma e vários outros. [LiveScience, Scielo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Carlos Alexandre:

    ola tudo bem eu fiz essa cirurgia a sete anos e o medico disse que fiquei com uma pequena cicatriz e que isso afetaria minha visão so que fiz um exame esses dias e o medico disse que eu teria que fazer um procedimento com o yag laser para tirar alguma coisa que estava atrapalhando para observar minha visão . Poderiam me informar se ja existe algum procedimento que poderia corrigir esse problema, esse procedimento poderia resolver meu problema .

  • antonio asevedo costa:

    sou policial civil, estou com um caso para investigar, onde a suposta vítima, submeteu-se a uma primeira cirurgia de catarata no olho direito e teve êxito, embora a segunda no olho esquerdo, é claro, foi acometido de uma infecção causada por uma bactéria chamada Pseudomonas stutzeri, o que levou-o a cegueira, gostaria de obter informações se foi erro médico, como alega o paciente ou se qualquer um estaria sujeito a contrair tal infecção. Peço urgência na resposta, se possível. Aguardo resposta.

  • ANGELA MARIA DUARTE PIRES:

    Gostaria de receber informações sobre glaucoma,pois tenho um filho de 32 anos que esta com glaucoma ele ja faz tratamento com colìrio mas não obteve melhoras,gostaria de saber se algum dia ele vai ficar curado…pois isso me deixa muito preocupada por favor me ajude,ficarei grata pela atenção.
    Quero receber novos comentàrios por e-mail

  • van:

    parabens concidero enformaçoes proveitosas
    acho que com este artigo muitos estarao mais confiantes
    parabens

Deixe seu comentário!