Você mataria uma pessoa para salvar cinco?

Por , em 7.12.2011

Você escolheria tirar a vida de alguém para salvar mais pessoas? Um novo estudo, com simulações 3D, descobriu que nove em cada dez pessoas diriam “sim”.

No experimento, os participantes usaram um sistema que os colocava em um plano 3D com pessoas digitais realísticas. Eles também usaram sensores nas pontas dos dedos, que monitoram a estimulação emocional.

No mundo virtual, as “cobaias” ficavam perto de uma mesa de comando de trilhos de trem. A ideia era que um vagão estava vindo, e os sujeitos deveriam escolher entre fazer nada, e deixar que o trem matasse cinco pessoas, ou puxar uma manivela e mudar a rota do trem para outro trilho, matando apenas uma.

Dos 147 participantes, 14 escolheram a primeira opção; desses, onze nem se mexeram, enquanto três puxaram a manivela, mas mudaram de ideia. Cerca de 90%, ou 133 pessoas, escolheram a segunda opção, matando apenas uma pessoa.

De acordo com os pesquisadores, o estudo sugere que geralmente violamos uma lei moral se isso significa minimizar os danos.

“O que descobrimos é que a lei ‘Não matarás’ pode ser ultrapassada se for por um bem maior”, comenta o pesquisador do estudo, Carlos David Navarrete, psicólogo da Universidade Estadual de Michigan.

Derivado de dilemas morais históricos, o novo experimento usa aspectos visuais e auditivos que tornam as consequências das decisões mais realísticas.

Aqueles que não puxaram a alavanca (e mataram cinco pessoas) foram mais afetados emocionalmente do que os que optaram pela outra opção. Apesar dos pesquisadores não saberem exatamente o porquê da maior atividade emocional, Navarrete sugere que seja causa da sensação de “congelamento” em situações de emergência.

“Penso que os humanos têm uma aversão a machucar os outros, podendo passar por cima de algo”, afirma Navarrete. “Pelo pensamento racional, podemos algumas vezes passar por cima da moral, ao pensar em quem podemos salvar, por exemplo. Mas para algumas pessoas, o aumento da ansiedade pode ser tanto que eles não fazem a escolha utilitarista, aquela para o bem maior”. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

36 comentários

  • Filipe Freitas:

    Seguindo essa ideia todos podemos matar por aquilo que considerarmos um bem maior. Legal. 😀

  • ivan:

    quero saber se seria capaz de dar a vida pra salvar os 5. quando se trata de tira a vida do outro é facil mas a propria…

    • Rafael BM Rodrigues:

      Quem falar que daria a própria vida está mentindo. Eu pouparia a minha própria vida ou a de alguma pessoa próxima a mim mesmo que isso significasse uma catástrofe em um país distante.

  • Victória:

    Este estudo não vali.Primeiro porque se você não esta num mundo realista(virtual) e tem que escolhe entre salva 5 e deixar morre 1, ta muito obvio.

  • jose paulo zabotto:

    obrigado eu so quero dar meus parabens para o pedro@o-12.12.2011=–=sôquem tem o direito de tirar a vida e DEUS

  • Isabela:

    Se fosse comigo dependeria de quem fosse essas pessoas…

  • PEDR@O:

    a MORTE PARA NINGUEM É BOM POIS UMA PERDA SEJA NO SINGULAR OU PLURAL NAO É BOM, A FLORA A FAUNA TODOS SAO OBRAS DE DEUS TAMBEM MERECE ATENÇAO, E O SER HUMANO É ALGO QUE NOS DIAS ATUAIS ´SÓ PRECISAM TER AMOR AO PROXIMO ,EM ALGUNS CONTINENTES O POVO PREFEREM A GUERRA AO VEZ DA PAZ, NESTE MOMENTO DE VIRAR A ALAVANCA E TIVESSE MAIS UM PARA ME AJUDAR PREFERIA VIRAR A ALAVANCA P/ O LADO DE UMA PESSOA E TER A VELOCIDADE EM TEMPO DE RETIRAR ESTA PESSOA DOS TRILHOS, HOJE VC AJUDA, AMANHA TEM UMA GRATIFICAÇAO MAIOR COM DEUS….

    • Luka Patrocinio:

      Crentes e seus teclados com Caps Lock travado e afundado…

  • Jonas Paulo Negreiros:

    Tudo muito racional, não? De que lado ficaria o cara que criou esse teste?

  • Lula Molusco:

    Não tinha uma alavanca que matava os 6????

  • luciana:

    É óbvio que se a pessoa fosse um filho, eu prefiro salvá-lo do que outras 5 pessoas.

  • Madness:

    Não seria mais fácil gritar: OLHA O TREM CAMBADA!!!

    • bella:

      é o q eu faria!
      eu não teria reação de puxar a alavanca,
      ia congelar!

    • Amadeus E:

      Ja vi um teste parecido em uma prova de filosofia, na verdade, os 5 estão em um vagão, então outro vagão com 1 pessoa vem em direção a eles, mas, não há como eles sairem, bom, eu escolheria não fazer nada, eu não travaria nem nada, mas, sem interferir, eu não teria culpa na morte de nenhuma pessoal, apenas foi uma consequencia do curso natural da vida, mas se escolhesse salvar as 5, teria culpa na morte de 1, e vice-versa, prefiro não me manifestar e não ter culpa…

  • ronaldo:

    a questão não inclui variáveis, ou você mata uma e salva cinco, ou você deixa cinco morrerem e salva uma.
    quem são essas pessoas, o porque elas estão lá não faz parte da pergunta.

  • Curioso:

    No GTA eu não costumo pensar nestas coisas.

  • Oto Meirelles:

    Ação, Omissão, Egoismo, Misericordia?, enfim qualquer opção mudaria o desfecho dos acontecimentos. Afinal o que cinco pessoas estariam fazendo sobre uma ferrovia sem as devidas precauções inerentes ao risco assumido? Deixa como esta para ver como é que fica.

  • eaemeu:

    Em simulacoes as pessoas tendem a tomar decisoes logicas, quero ver na vida real… a maior parte congelaria!

  • lucas:

    eu nao mataria ninguem.se uma pessoa no meu grupo tivesse que ser escolhida pra morrer no objetivo de salvar as outras,o certo a meu ver seria morrer todo mundo junto.ninguem pode decidir quem vive ou morre.

  • Angélica M.:

    Depende das pessoas que seriam mortas…

    • bella:

      quem penssaria nisso,ne uma hora dessas!

  • C. Tiba:

    Não puxaria. A omissão pesa menos na consciência do que a ação de causar a morte de alguem. Não importa a quantidade de pessoas. Nenhuma vida vale mais do que outra.

    • PredadorXD:

      Se vc não puxar vai causar a morte de 5 pessoas, se vc puxar vc causa a morte de 1. Então vc prefere matar 5 em vez de 1. Omissão é a ação de não fazer nada, é sua escolha!

  • Hugo:

    Nesse tipo de teste claro que a maioria vai puxar a manivela. É o mesmo que perguntar: “você prefere matar 5 ou matar 1 só?”

    • LieselMeminger:

      Só? Uma morte já é um acontecimento lamentável a ponto do verbo “matar” não poder estar na mesma frase que a palavra “só”. Cada vida vale por si só.

  • rui da silva:

    e se fosse entre as 5 e o parente ou amigo, alguém conhecido! quem vcs salvariam?
    e isso ta parece a cena desse filme: The Good Son (o anjo malvado). em que ela tem que escolhe quem,ela salva o filho lavado, o outro garoto bonzinho da queda do precipício.

  • Lucas:

    Decisão complicada mesmo. Eu puxaria a manivela, mas sentiria remorso por ter matado uma pessoa que sobreviveria se eu não tivesse feito nada.
    Pesquisa safada essa.

  • Fralys:

    Depende das pessoas que terei que matar.
    Se fossem 5 ladrões e um político corrupto, seria uma decisão difícil, mas melhor 5 ladrões soltos do que um corrupto no governo. Então mataria o corrupto.

    • eduardo:

      Bem observado…. realmente dependendo das pessoas, os seus atos tb podem mudar…
      Será que a maioria salvaria as cinco pessoas sabendo que teriam que matar um ente querido no outro trilho?

  • Oswaldo:

    Eu não puxaria a manivela e deixaria as 5 morre, pelo seguinte motivo se puxase eu mudaria o rumo do trem e no caso seria culpado pela morte de uma pessoa e se eu não puxa não serei culpado pela morte de cinco.

    • nero:

      Vc é tão egoísta assim a ponto de deixar 5 morrerem e ainda se importar apenas com sigo mesmo?

    • Kelvin Paul:

      O problema é que em todas as situações você se responsabiliza pela morte de alguém :D, imagine assim:

      1. Puxa a manivela:
      – Causa a morte DIRETA de uma pessoa por AÇÃO
      – 5 pessoas sobrevivem

      2. Não puxa a manivela:
      – Causa a morte INDIRETA de 5 pessoas por OMISSÃO
      – 1 pessoa sobrevive

      Eventualmente, como grupo, acreditamos consciente ou inconscientemente que salvar um número maior de pessoas é mais benéfico para o todo [seria altruísmo]. É o Utilitarismo do Stuart Mill, o que alguém acharia mais “útil” à sociedade? 1 ou 5 sobrevivendo?

      Mas este problema sempre dá para deixar mais “problemático”:

      E se a pessoa que você vai matar para salvar outras cinco é alguém com quem você se importa muito? Sua mãe ou esposa, por exemplo?

      1. Puxa a manivela:
      – Causa a morte DIRETA de sua MÃE/ESPOSA por AÇÃO
      – 5 pessoas quaisquer sobrevivem

      2. Não puxa a manivela:
      – Causa a morte INDIRETA de 5 pessoas quaisquer por OMISSÃO
      – 1 pessoa [sua MÃE/ESPOSA] sobrevive

      Aqui há “egoísmo” do sujeito, ele valoriza mais suas relações de afeto com alguém, do que suas relações sociais com um grupo de pessoas. Mas poderíamos exigir outra atitude de alguém que se importa mais com aqueles que se importam com si? Ou deveríamos exigir dessa pessoa que salve o maior número, mantendo a humanidade como grupo númerico salva? Relações afetuosas ou sociais? Salvar o contingente humano ou salvar a humanidade que exercitamos ao dar valor para aqueles que também nos valorizam? E agora? =D

      O que tem maior peso: a humanidade como grupo ou a humanidade como valor?

      Malditos dilemas morais, mal consigo ver seus movimentos..rsrs

    • SENAM:

      Excelente reflexão

    • Amadeus E:

      No meu ponto de vista, a omissão são deixaria o curso natural da vida acontecer, se eu não estivesse na cabine para puxar a manivela as pessoas iriam morrer de qualquer forma, se eu não puxar, elas vão morrer como o curso natural deseja, fazendo qualquer ação alteraria essa sequencia de fatos, sendo culpado pela morte de uma ou todas, sendo assim, por um pensamento “filosofico” e lógico, não fazer nada apenas te livra dos encargos de culpa de interferir no acontecimento..

    • eduardo:

      A omissão tb pesa na consciência… e pior ainda, omitir socorro também pode ser considerado crime, em alguns casos….

    • PredadorXD:

      psicopata detect!

Deixe seu comentário!