Americano se sustenta procurando ouro nas ruas de Nova York

Por , em 23.06.2011

Tem ruas que realmente são pavimentadas com ouro: Raffi Stephanian provou que as de Nova York são com certeza algumas delas. Ele encontrou uma ótima maneira de pagar as contas: se sujando nas calçadas à procura de tesouros perdidos.

Usando um copo de isopor, uma faca e uma pinça, Raffi circula pela cidade em busca de ouro, diamante e outras pedras preciosas. Muitas pessoas já andaram pelas mesmas ruas que ele incontáveis vezes e não perceberam as riquezas que estavam ali – mas não há porque se preocupar, ele é provavelmente o único que percebeu.

Anos atrás, ele estava pavimentando uma loja de diamantes a trabalho quando encontrou restos de ouro no chão. Ele percebeu se ele poderia encontrar ouro ali dentro, as pessoas provavelmente o haviam carregado para fora, também, e ele poderia encontrar a pedra preciosa na rua.

A indústria de ouro e outras pedras preciosas é agitada: as pessoas correm de uma loja para a outra, de um fornecedor a um comerciante, e assim por diante. Nesse processo, elas “perdem” valores pequenos, mesmo sem perceber.

A maioria dos fragmentos encontrados por Raffi Stephanian estavam em ruas de comerciantes de diamantes que, acidentalmente, ficam com pequenos fragmentos em suas roupas e nas solas dos sapatos e os derrubam. Ele também encontra chips de platina, pedaços de colares quebrados, relógios ou pulseiras, todos perdidos sem querer.

Raffi Stephanian raspa a sujeira de rachaduras na calçada e a leva para um estúdio de polimento, onde usa uma tigela e uma peneira para se livrar da lama, assim como os garimpeiros antigos faziam.

Só que a porcentagem de ouro nas ruas de Nova York é bem maior do que em uma mina, além das pedras preciosas já estarem processadas e prontas para serem vendidas. Aliás, ele vende todos seus tesouros para lojas de joias na área, a quem elas já pertenciam antes.

E esse tipo de trabalho, rende o suficiente para sustentar alguém em Nova York? Segundo Raffi, nos últimos seis dias, ele conseguiu 1.303 reais vendendo ouro.

Ele diz que, se for bem feito, seu método pode produzir até 320 reais por dia. Raffi consegue entre 60 e 95 reais em apenas 1 ou 2 horas, todos os dias. Será que ele vai continuar fazendo isso a vida inteira? Raffi diz que faria por muito mais tempo, se a área das lojas de diamante não fosse tão pequena.[OddityCentral]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

20 comentários

  • Peter:

    NO BRASIL NEM É PRECISO TRABALHAR… O FOME ZERO DÁ TUDO!!!
    CONHEÇO GENTE QUE NÃO QUER TRABALHAR PARA NÃO PERDER O BENEFÍCIO, ENTÃO NÃO ADIANTA RECLAMAR, O EXEMPLO VEM DE CIMA INCLUSIVE DOS NOSSOS DEPUTADOS CORUPTOS E QUE TEM SEUS FEITOS ABRANDADO PELAS PRÓPRIAS LEIS… E SEM CONTAR QUE AINDA IMPORTAMOS E MANTEMOS BANDIDOS DE OUTROS PAÍSES!!! OLHA, ESTAMOS DANDO DE COMER PRA ELES E PRA TODOS OUTROS, É POE ISSO QUE TRABALHAMOS MEIO ANO PARA PAGAR IMPOSTOS!!!.

  • José Calasans:

    Ganhar dinheiro é difícil,mas nem tanto,existem grandes oportunidades porém o problema maior é a preguiça das pessoas e como foi comentado pelos colegas, a distração perversa que se aplica ao povão,desviando a atenção do mesmo evitando as pessoas de raciocinarem de forma lógica.Não é nem preciso perguntar a quém essa situação interessa,só mané não sabe.

  • Fala Sério:

    No Brasil a inversão de valores é visível a olho nu. A população é culpada do que esta acontecendo. Um educador, médico.. recebe baixa remuneração, enquanto os chamados
    “ídolos”, bbb, jogadores, palhaços que se apresentam nas tvs todos os dias recebem
    milhares de milhões.. quem paga isso? os zés manés que gastam créditos dos celulares para
    enriquecer mais ainda a Rede Globo e outros. Nas Passeatas aparecem milhões de pessoas
    reivindicando coisas sem importância tais como “casamento de pessoas do mesmo sexo, liberação de drogas.. agora quando é um assunto que realmente é sério cadê o povão?
    O povo tem o governo que merece. Fala Sério povão!

  • Fala Sério:

    Tem que parar com assistencialismo barato. Promessas e promessas. Temos que encarar a realidade, no Brasil poucos trabalham e muitos ficam a vagabundar pelas ruas. Se as coisas fossem encaradas com seriedade o Brasil já seria uma pais de primeiro mundo a muito tempo, porém, temos futebol, novelas, inúmeros feriados, igrejas e mais igrejas de todas religiões e outras porcarias que deixam o povão alienado. Quem menos tem, tem mais filhos e com isso geram despesas para o estado, violência e outras mazelas.. Quem paga a conta disso tudo? A classe trabalhadora. Trabalhar que é bom, poucos querem. Podem comentar a vontade mais a realidade é esta e ponto final.

  • xico:

    o preço das moedas nao é maior do q o atribuido a elas, o preço de algumas moedas é maior que o valor atribuido a elas.. bem deiferente!

  • Cristiano:

    No brasil você encontra muitos é vivendo do bolsa família, pessoas que não querem trabalhar. Estados como Santa Catariana Paraná e Rio Grande do Sul Não haveria necessidade do bolsa família.
    Tenho uma empresa e estou quase quebrando por falta de funcionários.
    Será que aqui no brasil alguém teria esta força de vontade como este sujeito?
    Deus abençõe o Brasil.

  • gabriel:

    esse tem o espirito de nunca desistir xD

  • velho ignorante:

    MAIS UM AMERICANO QUERENDO APARECER

    • Contra:

      E vc querendo se aparecer mais que ele…

  • vicente:

    meu caro amigo “Falando Sério”, a educação no Brasil está mudando, e isto nao é jeito de falar dos outros, muitos deles nem tiveram a chance que nós tivemos

  • Cesar:

    Um bom tempo atrás passou uma reportagem na TV sobre uma cidade brasileira onde tem gente garimpando na rua. Acho que era Belo Horizonte. Diferente de Nova Iorque, não era ouro perdido por passantes, mas veios de ouro mesmo. Mostrou até um sujeito que usava uma escova para procurar ouro como se ela fosse uma vassoura.

  • Falando Sério:

    No brasil a única coisa que você encontra jogados nas ruas são aborrecentes, pessoas que não querem trabalhar e drogados.

    • Renato_kami:

      vc merece a coroua do rei da generalização…

  • Macaco:

    Imagine a riqueza q ficou onde eram as Torres Gêmeas.

  • Alexandre:

    Tem que ter bastante paciência e esperança para que possa achar essas coisas.

  • colorado:

    que coisa eu ja tinha ouvido falar que só nas ruas do brasil teria uma mega sena perdida em moedas será….

    • Samuel:

      Talvez o preço real de fabricação das moedas perdidas poderia equivaler ao premio da mega sena(o preço de fabricação das moedas é maior que o valor atribuído a elas), mas duvido muito que essa informação seja precisa, creio eu que deva fazer parte de alguma campanha do governo para colocar moedas em circulação e evitar a destruição delas fazendo com que o gasto anual com a produção delas diminua.

  • Bruno Ferrarini:

    No Basil ele iria achar no máximo bijuterias nas ruas…

    • Bruno Ferrarini:

      *Brasil rsrsrs…

    • Ni-ju:

      Pra bom entendedor, meia palavra basta!

Deixe seu comentário!