Árvores que brilham no escuro um dia poderão iluminar nossas ruas

Por , em 21.09.2016

Depois de criar estradas e parques que absorvem partículas poluidoras, a equipe do designer holandês Daan Roosegaarde está focando sua atenção em bactérias bioluminescentes. Ao unir essas bactérias com plantas, o grupo pretende iluminar cidades com árvores que brilham no escuro.

O conceito de plantas que brilham no escuro já existe há algum tempo. Pesquisadores da Universidade de Cambridge (Reino Unido) modificaram o material genético de vaga-lumes e de bactérias luminescentes Vibrio fischeri para aumentar a produção de enzimas que retêm luz e que podem ser inseridas em genomas – isso foi chamado de “biotijolos” (BioBricks).

Uma campanha do Kickstarter para criar plantas que brilham sem eletricidade foi lançada em 2015, e em setembro de 2016 foi anunciada a ideia de utilizar algas que armazenam energia produzida durante o dia através da fotossíntese na iluminação pública. Claramente, este é um assunto de interesse geral.

Inspirado por águas-vivas que vivem em águas profundas e mesmo assim produzem sua própria luz, Roosegaarde procurou o pesquisador da State University of New York, Alexander Krichevsky, e fundou a empresa Bioglow para comercializar plantas com luz própria. A equipe criou duas linhagens de plantas Nicotiana tabacum com a enzima, e o resultado foi divulgado em 2016.

Roosegaarde e Krichevsky estão trabalhando juntos para montar uma exposição com essas plantas bioluminescentes. “Vai ser incrivelmente fascinante ter paisagens que não usam energia elétrica mas que ao mesmo tempo são poéticas”, anuncia o designer.

O próximo trabalho de Roosegaarde é uma tinta de parede biológica que brilha do escuro, feita a partir de cogumelos bioluminescentes. [IFLScience]

Confira entrevista com o designer:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,80 de 5)

3 comentários

  • Dinho01:

    Além do que disse o Tibulace, ainda fica a questão: Que efeito essas árvores terão na vida dos insetos comuns?

  • Claudiomar Santos:

    Breve em nossas ruas 🙂 … .

  • Tibulace:

    Até parece, que árvores produtoras de microwatts de luz, seriam suficientes para nós, acostumados com FEÉRICA iluminação!Nem enxergaríamos!

Deixe seu comentário!