Astrofísicos podem finalmente ter encontrado algo mais rápido que a velocidade da luz (e isso pode causar reversão no tempo)

Por , em 26.09.2019
Crédito: DESY, Laboratório de Comunicação Científica

De acordo com a relatividade geral de Einstein, nada poderia viajar mais rapidamente do que a velocidade da luz no vácuo. Mas no espaço muitas coisas bizarras ocorrem, incluindo esta nova pesquisa de dois astrofísicos: rajadas de raios gama poderiam acelerar a uma velocidade maior que a da luz, chegando a níveis superluminais.

Curiosamente esse estudo não vai contra a teoria de Einstein. Os astrofísicos Jon Hakkila e Robert Nemiroff (EUA) descobriram que apesar dessas explosões ultrapassarem a velocidade da luz nas nuvens de gás ao redor de si, isso só acontece nos meios de transmissão dos jatos, não no vácuo.

Os cientistas também dizem que os jatos superluminais poderiam causar a reversibilidade temporal que pode costuma ser observada nas curvas de luz das rajadas de raios gama.

Jon Hakkila fez a analogia de que seria como as pedras que saltam quando jogadas em um lago. Se alguém jogasse uma pedra na água em sua direção, ela atravessaria o ar entre os saltos mais rápido do que as ondas que ela causa quando bate na água. Curiosamente, à medida que a pedra vem na sua direção, você observa as ondas criadas a cada salto na ordem inversa. Os criados mais recentes chegarão até você antes e as ondas dos primeiros saltos ao na água chegariam por último.

Hakkila afirmou:

“Os modelos padrão de rajadas de raios gama negligenciaram as propriedades da curva da luz reversível no tempo. O movimento do jato superluminal é responsável por essas propriedades, mantendo muitos recursos de modelo padrão”.

Leia o artigo na revista científica The Astrophysical Journal. [Big Think]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (52 votos, média: 4,65 de 5)

Deixe seu comentário!