Buracos negros famintos comem dois pratos de uma vez

Por , em 26.03.2012

Quase todas as galáxias conhecidas no universo abrigam em seu centro um buraco negro supermaciço. Eles têm aumentado sua massa, já milhões de vezes superior à do sol, desde o Big Bang. Mas como eles conseguem acumular tanta matéria?

Em um modelo simples de buraco negro, o modo de expandir a massa seria atraindo gás através de suas bordas. Este gás formaria, naturalmente, um disco espiralado ao redor do buraco negro.

Entretanto, por questões físicas gravitacionais, esse procedimento levaria trilhões de anos para acumular massa. Astrônomos da Universidade de Leicester (Inglaterra) defendem que a formação de um único disco gasoso seria inviável: os buracos negros precisam arrumar algum outro jeito de engolir matéria tão rapidamente.

Pensando nisso, os cientistas criaram um modelo que compreende não um, mas dois discos rotatórios à volta do buraco negro. Um deles, menor, estaria orbitando bem junto à borda do buraco negro, e o externo orbitaria por fora do primeiro.

Além de estarem em posições distintas, os discos orbitam em eixos opostos e ângulos diferentes. Dessa forma, o gás contido em ambas as “órbitas” tende a colidir, devido à força centrífuga. O buraco negro, por sua vez, aproveita essas colisões para “se alimentar”, engolindo matéria de ambos os discos.

Segundo as simulações computadorizadas dos astrônomos, o fato de haver dois discos aumenta em mais de mil vezes o potencial de atração de um buraco negro. São duas fontes fornecendo matéria para o buraco em escala exponencial. Falta determinar, no entanto, como exatamente tal matéria é direcionada para o interior do buraco. [NewScientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,00 de 5)

13 comentários

  • Campos:

    Não temos conhecimentos de um buraco negro que tenha se evaporado. Estamos apenas especulando. Buraco negro não devora nada, apenas gira e empurra, pela força centrífuga as matérias contra as matérias a sua frente, atritando e desintegrando-as e lançando no espaço matéria e energia pelo horizonte de eventos de ambos os lados da galáxia.

  • magoado:

    Buracos negros sempre existiram …mas como funcionam é outros quinhentos ,vai levar tempo ainda muitos estudos e dedicação de pessoas competentes com ferramentas mais precisas devido as dificuldades encontradas quando se trata de buracos negros ..

  • Daniela:

    se alguém jogasse um avião em um buraco negro? o que aconteceria?

    • Jonatas:

      Seria um avião a menos. 🙂

    • Juliano:

      Ele começaria a esticar á medida que chegasse próximo do Horizonte de Eventos (borda do buraco negro) em forma de expiral até o ponto em que a força da gravidade fosse tão forte que desintegrasse cada átomo que forma o avião e ele continuaria “caindo”. Depois disso é o que o Jonatas disse aí, um avião a menos!

  • SIMAS:

    Simas
    Pelo que percebi, você se baseou no blog: “Olhando o Universo”, ou foi só uma coincidência? Eu também sou a favor desta teoria. Acho que o buraco negro não devora a matéria. Ele, com seu movimento de rotação, apenas empurra as matérias a sua frente pela força centrífuga, em direção ao horizonte de eventos que se chocam e se desintegram.

  • Peregrin:

    Aí está. Se os cientistas estão intrigados de como a massa dos dois discos desalinhados poderia ser direcionada para o núcleo na prática, isso por si não gera uma dúvida se realmente é o modelo mais exato de como um buraco negro ganha massa?
    Tudo bem que um disco único pouco explica como um buraco negro é formado em tão pouco tempo, mas o próprio buraco negro é uma anomalia em si, por isso a astronomia clássica pode não ser suficiente para explicar sua formação. Mesmo assim o modelo do ralo de pia é para mim o modelo que(grosseiramente) melhor exemplifica um buraco negro.
    E a energia escura e a antimatéria? Será que elas não poderiam ser pistas dessa formação?
    Se tratando de buracos negros tudo é(quase) possível.

  • Roberto:

    Fome? Já estão socializando o Cosmos…

  • len joseph:

    incríveis
    os buracos negros sempre me impressionam. são inacreditavelmente incríveis. Verdadeiras bestas celestes!

    e ainda tem gente que tem a cara de pal de chegar em mim e falar que a astronomia é uma mentira, que é tudo invenção.
    odeio ceticismo.

  • Jonatas:

    Os Buracos Negros são a anomalia do Universo. Cruze o Horizonte de Eventos (a borda do monstro) e esqueça todas as leis da natureza e da física que conheceu. Essa formação de vórtices interno e externo em diferentes ângulos faz sentido porque representam o comportamento da matéria superaquecida mas que ainda está no Universo normal, antes de cruzar o Horizonte. A gravidade aumenta de forma exponencial (e não linear), na direção da besta. Sendo assim, o vórtice interno já é de uma massa absurdamente densa e superaquecida e NÃO há um transição gradual de um disco de acreção para o outro, mas súbita. A composição do vórtice externo é matéria menos densa, mais rarefeita. Novos estudo poderão confirmar como ocorrem essas formações, que acredito poderem ser observáveis ao telescópio. Isso pode ser revelador a origem dos raios X, acredito que seja o colapso de quando os átomos do disco de acreção externo passam para o disco de acreção interno. Já que na transição de cruzar o Horizonte nada mais escape, nem os raios X.

  • SIMAS:

    Tudo depende a força gravitacional. Esta força atrai poeira e gases que se concentram e formam esta estrutura. O buraco negro não come esta matéria. Seria como um furacão, apenas gira esta matéria e a empurra , pela força centrifuga, contra as matérias a sua frente e se chocam e se desintegram, formando dois jatos de antimatéria que são enviados para o espaço em forma de gases e energia. É uma pena que tudo isto é apenas uma simulação que não sei para que serve.

  • Douglas:

    talvez eles demoraram trilhoes de anos
    e o cientistas eraram a idade do universo

  • Jonatas:

    Esganados mesmo.

Deixe seu comentário!