Baleias têm queimaduras de pele, assim como os humanos

Por , em 11.11.2010

Já imaginou uma baleia usando protetor solar? Talvez elas precisem. Um novo estudo descobriu que os raios de sol podem “queimar” a pele das baleias, da mesma forma como danificam a pele humana.

Também como os humanos, os pesquisadores concluíram que as baleias de pele mais escura mostravam menos sinais de danos do sol.

A equipe estava interessada nos efeitos do aumento dos níveis de radiação ultravioleta (UV) na vida selvagem. Os pesquisadores estudaram mais de 150 baleias no Golfo da Califórnia. Eles tiraram fotografias e amostras da pele das baleias, e descobriram que elas tinham bolhas causadas por danos do sol.

Os cientistas explicaram que as baleias são um bom modelo para verificar os efeitos da radiação ultravioleta, porque elas precisam vir à superfície para respirar o ar, para socializar e para alimentar seus filhotes, o que significa que estão frequentemente expostas a toda a força do sol.

O grupo estudou baleias azuis, cachalotes e baleias-comum durante um período de três anos. Eles examinaram fotografias de alta resolução da pele dessas baleias, e pegaram amostras de pele das zonas que parecia estar queimadas. O exame das amostras no microscópio revelou que as bolhas eram realmente causadas por queimaduras solares.

Os sinais dos danos do sol são mais graves nas baleias azuis, que tem pele mais clara, em comparação com as baleias-comum, de pele mais escura. Assim como em humanos, as baleias de pele mais escura têm mais células que produzem um pigmento marrom escuro chamado melanina. Nos seres humanos, a melanina é produzida quando o DNA é danificado pela radiação UV. Uma resposta semelhante parecia estar ocorrendo nas baleias.

As coincidências com os humanos se estendem. Por exemplo, um especialista em pele que participou do estudo observou que, como seria de se esperar nos seres humanos, as espécies de baleia que passaram mais tempo no sol sofreram um dano maior.

Em baleias azuis, os sintomas de queimadura solar pareciam estar piorando durante o período do estudo. O aumento do dano nas baleias azuis é um motivo de preocupação, mas, segundo os pesquisadores, nesta fase ainda não está claro o que está causando esse aumento. Um provável candidato é a radiação ultravioleta, maior agora como resultado de uma destruição do ozônio, ou uma mudança no nível de cobertura de nuvens.

Os cientistas prevêem que os danos na pele das baleias vão ficar mais graves se a radiação ultravioleta continuar a aumentar. O estudo recente não encontrou nenhum sinal de câncer de pele nas baleias, mas a equipe ainda vai tentar descobrir como elas respondem aos danos causados pelo sol a nível genético, o que pode fornecer pistas sobre os efeitos da exposição a longo prazo.

Segundo os pesquisadores, outras espécies podem ser afetadas por danos dos raios UV, especialmente criaturas sem pêlos, incluindo anfíbios e mamíferos marinhos que vivem nos pólos, local onde o declínio do ozônio é mais pronunciado. Eles esperam que essa pesquisa abra as portas para que outros cientistas estudem os efeitos dos danos do sol sobre a vida selvagem. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Valdeir:

    Bem acho que quem escrever o texto, está certo. Vamos comprar bastante protetor solar e um barco para irmos procurar baleias e passar protetor solar nelas. É só chegar perto e toca-las com a mão e passar bastante protetor solar.
    Do meu filho Miguel.

  • Filipe:

    Somos nós desequilibrando o planeta, e ainda o povo pensa que joga bola e tomar ceveja vai dar em alguma coisa….:S

  • ShadowsAV:

    Então os porcos não são mais os únicos animais além do humano a ter queimaduras do sol ein ^^

Deixe seu comentário!