Bombardeio de raios cósmicos deixa marcas na lua

Por , em 22.03.2012

Não é apenas o sol que influencia no aspecto e nas características da nossa lua. Raios cósmicos, provenientes de muito além do sistema solar, incidem diretamente sobre nosso satélite natural, sendo capazes de alterar a química e até a cor do gelo e da poeira depositados sobre a superfície.

Os dados sobre este bombardeio cósmico foram coletados pelo Orbitador de Reconhecimento Lunar (LRO, na sigla em inglês), uma sonda não tripulada lançada ao espaço pela NASA em 2009 com o objetivo de monitorar a lua. A radiação direta, conforme verificam os astrônomos, pode ter influência tanto na composição lunar como em missões espaciais.

Na superfície da lua em si, os raios cósmicos (constituídos primordialmente de prótons, elétrons e outras partículas carregadas) atingem o gelo. No contato, tendem a forçar as moléculas de água congelada a liberar átomos de oxigênio. Este oxigênio avulso, por sua vez, está livre para se unir ao carbono e formar novas moléculas.

Os problemas práticos desta radiação, no entanto, dizem respeito aos astronautas. Cientistas americanos já estão desenvolvendo testes para determinar quais seriam os riscos da radiação no corpo de astronautas durante viagens à lua ou a Marte, por exemplo.

Os pesquisadores afirmam que tal radiação, proveniente de algum lugar desconhecido da galáxia, pode representar perigos aos cosmonautas no espaço, o que demandaria materiais especiais nas naves e nas vestimentas para protegê-los. Este mesmo bombardeamento também atinge a Terra, mas felizmente estamos protegidos pela atmosfera. A lua, obviamente, não tem a mesma sorte. [MSN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

23 comentários

  • Ignorante:

    O que você nos diz sobre este vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3yTJ8nhFxec

    Acha que é tudo mentira ou é verdade?

    • Ignorante:

      Gostaria que Jonatas nos desse sua opinião sobre o conteúdo do vídeo, que trata de fotos da Lua que foram tratadas em computador.

  • André Luis:

    Foi descoberto uma galáxia em formato retângular! Vamos lá Hype! ;D

    • Champz:

      MOTHER OF GOD

  • Jonatas:

    olha me desculpa ter que falar isso mas teus comentários têm certo grau de arrogância e desrespeito à opinião alheia que não são aceitáveis. Uns sabem mais sobre umas coisas, outros mais sobre outros, mas ninguém é melhor que ninguém. Pelo visto o que fizeste foi memorizar os textos da abordagem “Conspiração Apolo 11”, não que isso seja errado já que todas os pontos de vista são relevantes quando embasados cientificamente e o assunto é de fato polêmico, mas teus horizontes estão muito fechados.

  • Jonatas:

    Resposta aos conspiracionistas sobre a Apolo 11.
    1 – Não to defendendo os americanos, não gosto deles e os acho perfeitamente capaz de inventar mentiras para manter sua pose. Mas tenho razões contundentes para que eles não forjariam uma missão lunar:
    a) Seria arriscar demais falsificar, os russos descobririam, se empanhariam nisso. Ou mesmo assim, no futuro, quando a exploração da Lua tornar-se comum, acabariam descobrindo a farsa indo até o local histórico.
    b) O projeto Apolo teve várias missões, o que exigiria um monte de falsificações, improvável.
    c) O investimento de Kennedy era bárbaro, dariam suas vidas para vencerem os soviéticos, não se media esforços, e a tecnologia, apenas de mais simples que a dos ônibus espaciais, era muito mais efetivas, o investimento no ônibus e o abandono das naves do projeto Apolo é que atrasaram décadas do desenvolvimento da Nasa.

    2 – Para evitar repetições, vou tentar listar o máximo dos supostos indícios que me lembar de que a Apolo fora uma farsa:
    a) As quatro sombras da Bandeira: Igual um jogo de futebol de noite com refletores, ou um estúdio. Na ocasião acredito que haviam quatro fontes de luz de diferentes direções sobre a bandeira, podiam ser: A Terra (que vista da Lua brilha muito mais que a Lua cheia vista da Terra), Vênus (ele brilha muito e pode projetar uma rala sombra, até na Terra numa noite sem luar da pra ver isso), a lâmpada do módulo lunar, bem como as lâmpadas nos capacetes dos astronautas, em fim, a Lua é outro mundo, não tem atmosfera para espalhar a luz, não é como na Terra.
    b) A bandeira tremula, não. Isso é um clara ilusão de ótica causada pela câmera antiga. E ela fica firme porque está com uma haste.
    c) Céu sem estrelas: Também não. Até as inúmeras fotos das sondas e das naves não pegam estrelas, as fotos das luas de Saturno, dos asteroides, sempre vem sem estrelas, é uma questão de foco e exposição. A lente das câmaras não são como nossos olhos, ainda mais em 1969. E os astrônomos não se preocupam por isso, o objeto de estudo é aqui, o sistema solar. Estrelas distantes é por telescópios que se estuda.
    d) Radiação: O traje protege pelo tempo necessário e isso fora descoberto antes, na órbita da Terra, nas caminhadas espaciais, não há com o que se preocupar na Lua.
    e) Fotos difusas até hoje, sim, acho que poderiam ser melhores. Mas uma foto da Lua não é muito diferente daquilo que veríamos lá. É um mundo obscuro, sem atmosfera para espalhar a luz num ambiente claro e diurno. No céu, mesmo em noites de “Terra Cheia” ou de “Dia”, com o Sol a pino, se vê estrelas no céu. O melhor mapa já feito da Lua não foi por visão óptica, mas por Radar, assim como Vênus, e Titã, onde densas atmosferas obscurecem as superfícies. Em ciências, muitas vezes uma visão óptica seria ineficiente.

    Na minha opinião, os motivos para Não Forjar uma ida na Lua são maiores do os motivos para Forjar. Uma mentira histórica acabaria sendo descoberta mais cedo ou mais tarde, e isso seria uma cicatriz insuportável no legado de uma nação, e ninguém ia querer isso.

  • Jonatas:

    Os astronautas da ISS ficam meses em órbita sem maiores danos. Não é nenhuma aventura no Havaí mas a tecnologia para ficar tranquilo no espaço já existe. Além do mais, as missões lunares são muito mais breves.

    • Jonatas:

      Mas amigo, o tempo na superfície lunar é muito pouco, e mesmo assim os trajes espaciais foram desenvolvidos justamente para suportar altas doses de radiação. E a radiação do Sol, que está muito mais perto, é muito maior e mais preocupante que a radiação cósmica.

    • Jonatas:

      E como que tu acha que se vive na ISS?
      Seguidamente se sai ao espaço para concertar fuselagens e fazer outros trabalhos. A situação na ISS não é menos perigosa que na superfície lunar. A menos que você também não acredite na ISS, na MIR, na Vostok de 1959…

  • Jonatas:

    Os astronautas ficam meses em órbita sem maiores danos. Não é nenhuma aventura no Havaí mas a tecnologia para ficar tranquilo no espaço já existe. Além do mais, as missões lunares são muito mais breves.

  • Cesar:

    Proteção anti partícula fotonica? De onde é que você tirou isto?

  • Campos:

    Agora vamos falar um pouco de ciência, que deve ser a finalidade destes comentários.
    Não conhecemos exatamente o que são os raios cósmicos e existe só especulações sobre o assunto. Especulando também, digo que os raios cósmicos são gerados nos confins do universo, com as descargas de raios gama. Isto parece um fato, porque geram as partículas que abastecem as galáxias da periferia do universo. Como foi publicado, algumas galáxias da periferia tem mais elementos pesados que as galáxias mais antigas, como a via láctea. São realmente os raios gama, que criam as matérias do nosso universo. Como matéria viajando a velocidades fantásticas, destruiria qualquer superfície e a lua não tem proteção contra estes impactos.

  •    :

    Só pessoas do tipo que acredita em deus ou em ets aqui na terra, para acreditar que o homem não foi há lua, há diversas provas incontestáveis, cientistas de todas as partes do planeta sérios trabalhando duro nisso… chega a ser uma ofença! Estas entre outras teorias conspiratorias é pura manifestação de doenças mentais que humanos possui, já explicadas pela propria ciência o porque criamos…

  • Tundra:

    Minha nossa tem gente falando besteira por aqui hein!

  • Jonatas:

    pobres lunáticos…

    • Jonatas:

      Não concordo. Simplesmente porquê:
      1 – Se os americanos não tivessem colocado os pés na Lua em 1969, seus rivais os Soviéticos, que patrulhavam o astro com telescópios e satélites, os denunciariam, ganhando assim a Guerra Fria.
      2 – Ir a Lua não é tão difícil, naquela época era desafio, mas hoje seria um gasto desnecessário. Satélites e sondas são melhores que astronautas humanos, e muito mais baratos.
      3 – A verdadeira aventura humana não é ir à Lua, ir à Lua é fácil se comparado ao desafio de explorar o oceano profundo, um lugar com vidas desconhecidas e novas e fascinantes descobertas a nossa espera, isso sem falar numa possível fonte de energia mais efetiva ao nosso futuro até que a solar. Entre um deserto cinza no espaço e um mundo misterioso e cheio de vida, o que se preferiria?

    • Jonatas:

      1 – não era preciso “saber quando”, os satélites estão em órbita para pegar qualquer ocorrência a qualquer momento.
      2 – Essa radiação cósmica, a qual a reportagem se refere, é muito menor que a radiação solar, e os trajes desde do russo Gagarim são projetados para resistir à viajem. O resto da história é propulsão e precisão milimétrica de navegação espacial. Ir à Lua é mais fácil hoje e será rotina agora com uma terceira potência espacial (China), naquela época era difícil, mas não impossível.

    • Viktor:

      pow jonatas voce sabe muito arrespeito de muitas coisas,sempre tem uma ideia super elaborada estou no ensino medio ainda e esse pouco tempo que acompanho a hiperscience ja percebi que vc e um cara SUPERINTELIGENTE e eu sou seu SUPERFAN,alguns comentarios seu me ajudam a enteder a reportagem melhor do que ela mesma entao parabens tu e foda

    • Jonatas:

      Bah, obrigado, fico feliz em ser útil. Um abraço e boa sorte nos estudos, eu também aprendo muito nesse site.

    • Lucy himeno:

      Também sou muito fã sua jonatas, muitas vezes seus comentários são até melhores que algumas materias em si…^^

    • Otniel:

      …” [É preciso que se tenha precauções no que se diz respeito de Ciência e a Verdade.Eu também tenho uma muralha entre o meu Eu e EUA,mas, aconteceram algumas coisas que por ex:Apesar que há um esconderigo de muita coisa,porém,outras situações, a NASA tem tido um papel, pelo o menos o que chega em miúdos,tórna-se bastante próximo do que existe e há por vir.Este debate não deve parar,por mais contudentes que sejam.Uns pra cá,outros pra lá,e outros no meio dessa coisa forçando argumentos,só que não devemos faltar com respeito e linhagem de classe.Sejam fortes e vamos que vamos.Gostaria de começar aquí sobre o Planeta: Marduk (Babilônicos)NIBURU ( SUMERIANOS-possíveis Atlants)Hercólubus.OK?

    •    :

      Um concelho sério como o de um pai para o filho… Pare de se preocupar com a lua neste momento, se dedique mais para aprender a falar em nossa língua, português… Sua redação não tem os requisitos básicos para uma correta compreensão da mensagem que quer passar…

    • robertosarau:

      “Um concelho sério como”, vixe…

Deixe seu comentário!