Chama de vela contém milhões de minúsculos diamantes

Por , em 29.06.2016

Desde que a vela foi inventada na China há mais de dois mil anos, a beleza de sua chama tem sido comparada ao brilho de diamantes. Agora cientistas descobrem que as duas coisas têm mais em comum do que poetas e pessoas observadoras acreditavam.

O professor de química Wuzong Zhou da Universidade de St. Andrews (Escócia) descobriu que há minúsculas partículas de diamantes na chama das velas. Sua investigação revelou que cerca de 1.5 milhões de nanopartículas de diamante são criadas a cada segundo conforme a chama da vela queima.

Ele conta que sua investigação começou quando um colega disse uma coisa intrigante. “Um colega em outra universidade me falou: ‘claro que ninguém sabe do que a chama de uma vela realmente é feita’. Eu disse que acreditava que a ciência poderia explicar todas as coisas em algum momento, então decidi descobrir”, relembra ele.

Quatro tipos de carbono

Usando uma nova técnica que ele mesmo inventou, Zhou e seu aluno assistente Zixue Su conseguiram remover partículas do centro da chama – algo nunca feito antes. Os dois descobriram que a chama contém todas as quatro formas de carbono conhecidas.

“Isso foi uma surpresa porque cada forma normalmente é criada em condições específicas”, disse o professor. Ele já sabia que a base da chama continha moléculas de hidro-carbono e que elas eram convertidas em dióxido de carbono no topo da chama. Mas o processo completo ainda era desconhecido.

O que acontece com o diamante?

Foram descobertas nanopartículas de diamante e partículas fulereno, a terceira forma mais estável do carbono após o diamante e o grafite. “Infelizmente as partículas de diamante são queimadas no processo, e convertidas em dióxido de carbono. Mas isso vai mudar a forma que vemos a chama das velas para sempre”, diz o pesquisador.

A diretora de uma das maiores indústrias de velas da Escócia, Rosey Barnet, comentou a descoberta: “Apesar de atualmente não conseguirmos extrair essas partículas, essa ainda é uma descoberta empolgante. A pesquisa da Universidade de St. Andrews é de interesse da indústria de produção de velas inteira”.

A descoberta pode mudar a pesquisa sobre a criação do diamante, uma substância importantíssima para a indústria. [Phys.org] http://phys.org/news/2011-08-candle-flames-millions-tiny-diamonds.html

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,50 de 5)

2 comentários

  • Pedro Marques:

    Grafite é o nome da forma alotrópica do carbono em inglês, em português é grafita. Assim como perlite é perlita, bainite é bainita, etc.

    • Cesar Grossmann:

      Grafite aparece no dicionário Michaelis como sendo sinônimo de grafita.

Deixe seu comentário!