Encontrada mulher que vê 99 milhões de cores a mais do que nós. Faça o teste e descubra se também é um tetracromata

Por , em 23.05.2013

Um ser humano normal, sem nada que o distingua, pode perceber um milhão de cores diferentes. Conseguimos perceber tantas cores devido à nossa retina possuir células chamadas cones, de três tipos, cada uma excitada por um comprimento de onda diferente. Quando abrimos os olhos, os sinais luminosos atingem estes cones, que os transformam em sinais eletroquímicos, que por sua vez são enviados ao cérebro. O cérebro combina estes sinais para produzir a sensação que chamamos de cor.

A visão pode ser um processo complexo, mas o cálculo das cores é simples: cada cone confere a capacidade de perceber cerca de uma centena de tons, então o número total de combinações é de pelo menos 100³, ou um milhão. Se eliminarmos um tipo de cone, ou seja, passar de tricromata para dicromata, o número de combinações cai por um fator de 100, para meros 10.000. Quase todos os mamíferos, incluindo os cães e macacos do Novo Mundo, são dicromatas. A riqueza de cores que vemos é rivalizada apenas pelos pássaros e alguns insetos, capazes de perceber parte da região ultravioleta do espectro.

A partir do momento que o mecanismo da percepção das cores foi desvendado, os pesquisadores passaram a suspeitar que entre nós haviam pessoas com quatro tipos de cones diferentes, capazes de ver uma gama de cores invisível para nós. Teoricamente, um tetracromata poderia ver cem milhões de cores. E como a percepção das cores é uma experiência pessoal, eles não teriam forma de ver além do que consideramos os limites da visão.

Caçando tetracromatas

Ao longo de duas décadas, a neurocientista da Universidade de Newcastle, Gabriele Jordan, e colegas de pesquisa têm procurado pessoas que tem esta capacidade de super-visão. Dois anos atrás, Jordan finalmente encontrou uma – uma médica vivendo no norte da Inglaterra, conhecida somente como “cDa29” na literatura científica, é a primeira tetracromata conhecida da ciência. E certamente não será a última.

A primeira pista para a existência de tetracromatas surgiu em um trabalho sobre alguns homens daltônicos, feito pelo cientista holandês H. L. de Vries, em 1948. De Vries resolveu testar também as filhas de um dos daltônicos e descobriu que elas podiam detectar uma gama maior de tons de vermelho que a média das pessoas. Isto levou à descoberta de que, quando daltônicos tinham dois cones normais e um cone mutante, a mãe e as filhas tinham um cone mutante e três cones normais, ou seja, quatro cones.

[box]O gene associado ao desenvolvimento dos cones está no cromossomo X, por isto um homem com esta alteração é dicromata – ele só tem um cromossomo X, e vai manifestar qualquer mutação nos genes passados pela sua mãe -, enquanto a mulher pode ser afetada (podendo ou não apresentar o tetracromatismo) ou apenas ser portadora do gene.[/box]

A Dra. Jordan se interessou sobre tetracromatismo e concluiu que, tanto quanto o daltonismo é comum, o tetracromatismo também deve ser, com cerca de 12% das mulheres sendo tetracromatas. A primeira tentativa para encontrar estas mulheres foi selecionar mães de daltônicos que têm um cone mutante e testá-las, mas nenhuma demonstrou perceber mais tons de vermelho que a média das pessoas, o que os levou a concluir que o cone mutante estava inativo nestas mulheres.

Em 2007, a Dra. Jordan desenvolveu métodos mais poderosos para identificar mulheres com visão tetracromática, testando 25 mulheres, todas com um quarto cone. Uma delas, identificada como “cDa29”, respondeu corretamente as perguntas que visavam identificar o fênomeno – depois de 20 anos de pesquisas, um tetracromata verdadeiro foi encontrado.

Potencial perdido

A estimativa da Dra. Jordan leva a um mistério: se tetracromatas são tão comuns quanto daltônicos, por que conhecemos daltônicos, mas não conhecemos tetracromatas? O pesquisador de visão Jay Neitz, da Universidade de Washington (EUA), acredita que todas as mulheres com quatro cones têm potencial para visão tetracromática, mas precisam desenvolver ou despertar esta capacidade. “A maior parte das coisas que vemos coloridas são feitas por pessoas que estão tentando criar cores que funcionam para tricromatas. Talvez nosso mundo inteiro esteja sintonizado com o mundo dos tricromatas”, opina.

Talvez nosso mundo não tenha tons de cores suficientes para o tetracromatismo ser de algum proveito. Neste caso, os tetracromatas poderiam desenvolver a capacidade se visitassem um laboratório periodicamente, para fazer testes e treinar a percepção.

E como um tetracromata vê o mundo? A mulher “cDa29” não conseguiu comunicar sua experiência para os pesquisadores, da mesma forma que é impossível descrever a experiência do vermelho para uma pessoa dicromata.

E você, está curioso para saber se é tetracromata? Veja a figura abaixo. Se você conseguir ver letras no centro de algum destes círculos, provavelmente você é um tetracromata.[Digital Journal, Discover Magazine, Ojo Cientifico, Colour Lovers]

Tetracromatismo-posibilidad-de-ver-mas-colores4 (1)

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,00 de 5)

106 comentários

  • Thevayr M Oliveira:

    O cérebro tenta encontrar padrão em tudo, independente da cor, então so funciona se você vê TONS diferentes de cores.

  • Alecxandra Moreira Carlos:

    Com as bolinhas maiores ou as menores ou ainda as médias! Padrões iguais nos três desenhos. Muitas letras.

  • Alecxandra Moreira Carlos:

    A letra R em todas. Mesmo formato, tamanho, só mudam as cores da letra que são mais claras!!!

  • Jéssica Zaroubin:

    Não existe teste online capaz de identificar tetracromacia por causa da incapacidade das telas de prover cores suficientes.

    • Cesar Grossmann:

      É o que eu imaginei…

  • Marcelo de S. Alves:

    É um bom teste mas também não enxergo nada.

    • Cesar Grossmann:

      Eu não levo muita fé nestes testes. Um motivo bem simples, eles são vistos por vocês, nos monitores que foram feitos para tricromatas. Vai saber se eles apresentam alguma coisa que só um tetracromata pode ver…

  • Sirlei De Moura C. Mangrich:

    Vi a letra A de lado
    em todos os círculos

  • Fellip Silva Ribeiro:

    Eu consegui ver não forte mas perceptível um B, B, R ‘-‘

    • Fellip Silva Ribeiro:

      mas como diz que homens não podem ser tetracromata, acho que estou brizando legal

  • Max Prata De Carvalho Maxreef:

    não vejo letras mas vejo animas identicos com movimentos diferentes dentro dos circulos

  • Camila De Almeida Santos:

    As letras (e números!!) estão dentro dos pequenos círculos que compõem os grandes círculos…Cada circulo tem um carácter.

  • Lara Louise:

    Bom no primeiro eu vi um “c” no segundo um “a” e no terceiro um “b”

    • Vinícius Frota:

      Man.. No primeiro é a letra “K”

  • David Lima:

    não vou nem dizer o que vi

  • Juliana Matos:

    Eu vi uma tartaruga em cada :/

  • Felipe Delarue:

    O oito aparece nos círculos no espaço branco entre as bolinhas.

  • Josenildo Nascimento da Silva:

    Bizarro vários homens (XY) vendo letras, nº e figuras, quando a matéria deixa claro que apenas cromossomos XX (mulheres) tem a mutação.

  • Beatryz Araujo:

    em todos vi varios C, no vermelho e no amarelo vi 8, no vermelho vi E no amarelo 2 e Z e na figura td uma tartaruga no verde um passaro

  • Laura Coniglio:

    Eu não vi letras e sim números, eu vi o número 2 torto em casa circulo, mas no circulo vermelho estava mais nítido.

  • Ian Gabriel:

    Acho o tetracromatismo muito interessante, mas li sem esperança nenhuma pelo meu dicromatismo…

  • Olinda De Azevedo Marques:

    Sim e não eu vi no número um a seguinte letra S-C-X-Z/no segundo circulo pude ver seé real não sei pois vi-B-AC-A-Z/no terceiro circulo pude ver o B-seguido pelos desenhos varios desenhos nas bordas também observei desenhos que variavam,agora não sei porque mas isto aconteceu em muitas circunstancia este tipo de visão atrapalha pois já olhei para placas de transitos e vi desenhos e agora o que fazer……..

  • Lucas Martins:

    Eu vi algumas letras, no circulo amarelo eu vi “p”, no vermelho eu vi um B e no verde eu nao vi quase nada, mas ainda assim é muito confuso as vezes desaparece do nada. Queria saber se existe mais testes?

    • Thiago Alexandre Dos Santos:

      Nem precisa, apenas mulheres podem ser Tetracromata.

  • Alexandre Sartori Augusto:

    Então, Eu realmente não entendi como o teste pode funcionar… para ser tetra-cromata vc tem que identificar 4 comprimentos de onda em diversas intensidades…. Mas se o monitor funciona apenas com padrão RGB (red green blue), e as imagens digitais são salvas no padrão RGB… qualquer um que falar que enxerga qualquer letra em cores diferentes nos circulos estaria mentindo ou alucinando!!! O método mais pratico de descobrir se alguém é tetra-cromata é bater uma foto de algo em alta definição e ver se a pessoa enxerga igual quando olha para o objeto real, ou se vê uma cor diferente do que as composições de vermelho azul e verde….

    • Thy Zancheta:

      Acontece que mesmo a Mais potente das câmeras só registra 8 bits de cores, uma foto em alta definição não resolve o problema, tanto que pra uma foto realista é preciso usar uma técnica chamada HDR que consiste em tirar 3 fotos com exposições difere tentes do mesmo assunto e somar as 3, para que as escalas de cores se somem e formem uma imagem mais realista. é possessivo até fazer imagens su-realistas, acrescentando mais fotos com exposições diferentes, fazendo assim uma escala de cor maior.

  • Michel Haushofer:

    E apenas uma letra em todos os circulo P.P.P estão em um tom mais escuro que o circulo, na verdade existe três tons distintos entre si no circulo de cada cor um claro, um escuro e um muito escuro que no amarelo parece ser terra.

  • Bruno Felix:

    vi B-M-P.

  • Wesley Rodrigues:

    Vejo um B ou um 8 muito ralo no verde!

    • Fernando Mendes:

      Levou 2o anos esses cientistas zés-manés encontrarem uma mulher com essa habilidade. Tudo porque se basearam em na tese de apenas mães de filhos daltônicos possuem essa habilidade. Se eles tivesse gasto esses 20 anos procurando pessoas assim sem restrições, tenho certeza que eles encontrariam muito mais gente assim. A ciência não progride porque persegue teorias favoritas ao invés de estudar a realidade.

  • Janayna M. Oliveira:

    Algumas pessoas não entenderam são os homens que tem uma porcentagem maior de ter essa capacidade porque eles possuem apenas um cromossomo X enquanto as mulheres que possuem 2 X são mais difíceis de serem portadoras. vi muitas pessoas achando que por as mulheres possuírem XX eram mais fáceis serem portadoras, mas não é assim. Aulas básicas de genética mostram isso.

    • Luis Mendes:

      Você está certa, já que gene está no cromossomo X o homem vai ter mais chances de ser afetado, já que a mulher pode ter que apresentar dois genes recessivos para a presentear a característica e no homem sempre será apenas um (já que o outro cromossomo não terá o gene).
      Mas eu acredito que não seja assim, pode ser algo parecido com uma coisa que acontece em ratos (Alelos letais), se o rato tiver um par de genes do tipo “AA” ele morre, mas se apresentar “Aa ou aa” ele não morre este gene nos ratos na verdade é para dar a cor da pelagem; “A_” = pelagem amarelada, “aa” = pelagem cinza
      Poderia o mesmo com o gene que apresentaria o tetracromatismo, que só poderia ser notado se vier em par de dominantesem sabe pode ser isso, o gene só pode se manifestar se vier e dose dupla e isso tornana impossível encontrar homens tetracromatas
      Não sei como é que funciona este gene mas só queria lembrar que tambem existe esta possibilidade do gene ter uma outra função se vier em dose dupla, e seria impossível para os homens apresentarem o tetracromatismo se o gene estivesse no cromossomo X
      (A não ser se ele tiver a síndrome de turner 😛 )
      REPITO: Não quero que você pense que este gene funciona igual ao gene da pelagem dos ratos, eu só quero fazer você lembrar que existe esta possibilidade

    • Luara:

      Janayna, de acordo com o artigo, o gene que causa o tetracromatismo é o mesmo que causa o daltonismo. Portanto quando o homem é afetado (e sim, os homens têm mais chances de apresentar a alteração por só possuírem um cromossomo X), ele é dicromata, ou seja, daltônico. O tetracromatismo, no entanto, só pode ocorrer em mulheres, quando ambos os cromossomos X são afetados. O que o artigo não explica, é quando e porque o tetracromatismo se manisfesta ao invés do daltonismo nessas mulheres.

    • Janayna M. Oliveira:

      Muito interessante. Entendi, obrigada pelos comentarios 🙂

    • Fernando Mendes:

      Os cientistas procuram por mulheres tetracromáticas, baseados em teorias sobre o daltonismo. Portanto é óbvio que, quando se procura por mulheres, só encontrarão mulheres. Não significa que seja impossível que homens sejam tetracromáticos, nem mesmo o artigo se referiu a essa habilidade como sendo exclusivamente feminina. Se algum homem diz que viu as letras no texto eu acredito porque, ao contrário dos pseudo-intelectuais, eu tenha a mente aberta.

  • Denison Cardoso:

    Existe a letra ” D ” em cada cor, na mesma forma.

  • Paulo Ricardo C da Silva:

    um B P P eu vi

  • Juliana Nhanharelli:

    Vi um monte de homens dizendo terem enxergado as letras, pelo que eu entendi na matéria apenas mulheres podem manifestar o tetracromatismo!
    Eu não vi nada, a pessoa com essa característica não teria dificuldade nenhuma pra enxergar as letras.

  • Sidney de Souza:

    Eu vi um pentagrama, um mapa do estado de São Paulo, e um shuriken ninja.

  • XXYYXX:

    Legal, pena que eu sou Daltônico….

  • Helder Santos:

    Eu vi 3 circulos… Um Vermelho, um Laranja e um Verde! Sou um X-men?

  • Petter Kraus:

    Eu vejo um semáforo

    • Lúcio Gama:

      Eu só vi um i

  • Beatriz Oldakoski:

    Interessante, nos 3 círculos eu vi a letra E

    • Carlos Anderson Rodrigues:

      Então vc pode ter essa habilidade dita acima a visão tetracromática.

  • Thiago Venancio:

    Juro que vi o desenho de um pokemon… Oo

  • Denison Cardoso:

    Eu acredito ter lido no vermelho a letra “D”, na cor laranja a letra “O”, e no verde a letra “C”.

    • Isac Cabral:

      kkkkkkkkk vc leu direitinho a matéria qual a parte de homens n são afetados por essa alteração cromossômica vc entendeu rsrssr

  • Aline Gonçalves:

    Quase todo mundo viu letras… Ahhhhhh que monte de tetracromatas kkkkk que isso gente é fruto da imaginação de vocês, não é possível que coincidentemente umas 20 pessoas que comentaram são tetracromatas.Eu não vi p nenhuma. Vai ver sou dicromata né kkkkk

    • Toni Rocha:

      É igual ao assunto de tamanho de pênis, nesse caso todo mundo discutindo conta que experiência bem dotada, kkk.

  • fabricyo frança:

    descobrir que todos os 3 circulos tem parametros iguais só mudando de cor.
    em todos os tres conseguir observar a letra V e q, tive melhor visualização com o circulo vermelho e laranja,
    tive fácil desempenho em forma letras com as bolinhas dentro dos círculos e formar letras nos espaços brancos entre as bolinhas nos círculos….. isso pode significar alguma coisa?

    • Arthur Aragão:

      Significa que vc precisa urgentemente de uma namorada!! XD Brinks

    • Lucas Souza:

      Se prestar a atenção, verá que dentro dos três círculos coloridos há um tom de cor mais escuro. É ali que se encontram as letras, mas não consigo formar com esses tons escuros letras.

  • Natan Bittencourt:

    Só deu para ver bem a letra B e C nos três círculos, mas a letra A não deu para eu ver muito bem.

  • Luis Otavio Perroni Sarmento:

    Consigo identificar D>B>O mas eu acredito ser só fruto da minha imaginação querendo ser especial.

    A chance desse teste funcionar pelo computador é próxima à zero, pois nos monitores de LED atuais só são simulados até 16,7 milhões de cores, quase 6 vezes menos que um tetracromata enxergaria.Logo a chance dessas cores sobresalentes aparecerem é baixa acredito eu.

  • Luis Mendes:

    https://hypescience.com/homens-e-mulheres-enxergam-o-mundo-de-maneira-diferente/

    Droga, olhando rápido eu não vi nenhuma letra, mas depois eu fechei um dos olhos e fiquei olhando o vermelho e vi um B, não ficou muito nítido mas eu vi
    Merda 🙁 não devo ser um tetracromata mas devo ter alguma coisa que me saio melhor do que outras pessoas… só falta agora é descobrir em que sou melhor

  • JCarlos Dias:

    Dá para ganhar dinheiro com esta capacidade visual ?
    Qual a aplicação prática ?

  • Tamara Veronezi:

    eu n vi nada kkkkk

  • Masaharu Kurt:

    Vi um dinossauro nos 3.

  • Mimi:

    Eu não vi nenhuma letra.

  • Dragon _:

    droga como eu queria ser especial 🙁

  • Michel Conrado Diz:

    Eu vi “O” nos três círculos. kkkkkkkkkkkkkk
    Sou um tetracromata!

  • Agatha Silva:

    BED

    • Edilson Franca:

      Se você cerrar os olhos é possível perceber A, B, C respectivamente

  • Marco Silva:

    só percebo A B C em seus respectivos circulos
    sou um deles?

  • Jhonata Ferreira:

    consegui ver C,E,Y,X no amarelo, O,B,Ç,X no verde, mas no vermelho achei ter visto um X, mas tem um monte de figuras nas três cores.

    • Jhonata Ferreira:

      ops quis dizer laranja.

    • Jhonata Ferreira:

      me contento com daltonismo mesmo kkkk

  • Nath Dalbem:

    B no vermelho e C no verde

  • Erline Souza:

    Bom… eu vejo números e desenhos.

  • Ariel Garcia:

    vi um S, D, F, C, E… Mas, no laranja, vi tbm formas de desenhos.

  • Anderson’s Silva:

    Vi várias letras L por toda parte. Porém não sou tetracromata.

  • Leandro Carvalho:

    eu to vendo D G e T respectivamente

  • Adriano Oliveira:

    Da mesma forma que é mais fácil um homem ser daltônico, é mais fácil a mulher ser tetracromata. Logo, dificilmente o homem será um.

  • Rafael da Silva:

    Foi errado colocar esse teste aqui e apontar como válido, já que as pessoas irão vê-lo em monitores, ou seja, em RGB, que é mais limitado do que a visão humana, por isso mesmo que apareça alguém que tenha a capacidade de enxergar uma gama maior de cores, ela vai estar limitada pelo espectro do monitor, o que invalida o teste, pelo menos desse modo.

    • Luis Mendes:

      Pensei o mesmo no inicio, depois vi tanta gente falando um monte de letras e eu resolvi tentar 🙂

    • Cesar Grossmann:

      Pensei isto também, Rafael, mas isto não causaria um “falso positivo”, ou seja, ninguém veria nada. Quem está “vendo” alguma letra, então, está:

      1. ligando “pontinhos”: junta bolinhas até formar uma letra. Pareidolia, por assim dizer.
      2. vendo diferentes tons das cores, com diferença suficiente para que apareçam letras desenhadas.

      De qualquer forma, qual a quantidade de cores e tons diferentes que um monitor moderno (LCD, OLED, LED) pode representar?

    • mozart:

      Perfeito Rafael. o monitor de PC ou outros aparatos eletr^nicos obedecem os seus limites técnicos. E os bastonetes?

  • GillFarlei Santos:

    isso funciona mesmo ? por que eu duvido muito que meu monitor tenha esses 90 milhoes de cores a mais

  • EndL:

    B, B, B foi o que eu vi

  • Priscila Borges:

    Não sei se é isso mesmo
    mas eu encontrei um A um B e um R

  • Narinha Carvalho:

    Agora sei como um daltônico se sente ao fazer esses testes de cores, kkkkkkkkkk

  • Thomaz A. Tomazoni:

    Só consegui ver a letra A no círculo Azul, do meio, nos outros dois não vi nada.

  • Aryane Gabriella:

    Eu vi as letras muito bem nos círculos de cores verde e laranja, apenas no vermelho não consegui vê-las…. Será que sou? o.O

  • Fernando Leocadio:

    Só no círculo do meio consegui ver que é um ‘p’.

  • Clebson:

    Cesar Grossmann, eu consegui ver as letras B, B e B.

  • Luluca Guerra:

    Eu vi letras no centro das tres imagens, vi números também. Gostaria de saber se alguém viu e se foram as mesmas que eu…

  • Vilmar Alves:

    Sempre tive essa curiosidade, será que alguma espécie pode ver mais cores do que nós humanos? R:Outros humanos podem.

  • Safira Cris:

    O ser humano e sua mania de querer ser diferente, fiquei me matando para encontrar as letrinhas ai, hahahaha, não achei nada! 😛

    • Falcone Big:

      Ali onde????

    • Cesar Grossmann:

      Safira, não sei até que ponto o teste é válido. E não esperamos encontrar uma tetracromata assim, de cara, mas se você tem parentes com daltonismo, as chances de ser tetracromata aumentam.

    • Brian Carvalho:

      Abrindo a Imagem no Photoshop para analisar as cores. HUAEUH

    • Bach Bach:

      BOAAAA
      adorei seu comentario

    • Safira Cris:

      Tenho não Cesar! hahaaha, mas é divertido estes testes, é legal saber que tem muitas pessoas diferentes no mundo e que existem muitas ainda com dons até mesmo não descoberto pela ciência atual..

      Mas acredito que deve ser a mesma coisa do teste para daltonismo, a pessoa que tem, consegue visualizar com facilidade as letras nas cores acima.

    • Emy Morais:

      Eu também não vi absolutamente nada, nem de perto, nem de longe!!! Hahahahaha!!!

  • Rodrigo Duarte:

    A letra seria um D ?
    tem como confirmar isso.

    • Gabriel Suster:

      se você realmente encherga uma letra D nesses circulos, entao posso confirmar que você possui dois alelos X e no minimo alguma sindrome sexual, caso nao tenha entendido a publicaçao ela diz que se encontra no alelo X e somente pessoas portadoras de 2 alelos X poderiam ter tetracromia enquanto homens com genotipagem normal so podem ser daltonicos(dicromia) ou normais(tricromia)

    • Marcelo Ribeiro:

      Imagino que deveria ser tão fácil de ver quanto no teste do Detran. Se não é fácil, não deve ser tetracromata.

    • Marcos Barboza:

      encontrei um D também!

    • Leandro Assis:

      Juro que vi D tbm. Bastante nitido na cor verde pra mim…

    • Pablo Santos:

      Cara, só mulheres podem ser tetracromáticas.

  • Sandro Giongo:

    Interessantíssimo!

  • Pedro Arigoni:

    Não sou, haha!

    • Pablo Santos:

      Pq você é homem.

  • Doriedson Fortes:

    Tantas cores que deve ser daltónica! rsrs’

    • Bruno Piona Peterle:

      Eu mal consigo distinguir tons de vermelho/verde… Ja fiz o teste de Ishihara algumas vezes dando positivo pra daltonismo em tds a figuras xD, em uma daz vezes fiquei umas 2hs com dor de cabeça.

Deixe seu comentário!