Cientistas descobrem fósseis de tartarugas que morreram “no ato”

Por , em 20.06.2012

Nove casais de tartarugas, a fêmea identificada pelo casco menor, foram encontradas fossilizadas no Messel Pit, próximo a Darmsdat, na Alemanha e, pela posição de algumas delas, elas morreram durante o ato sexual.

Segundo o dr. Walter Joyce, da Universidade de Tuebingen, da Alemanha, as tartarugas pertencem a uma espécie já extinta conhecida como Allaeochelys crassesculpta.

Examinando o local, a história reconstruída pelos cientistas é que lá havia, 50 milhões de anos atrás, um conjunto de lagos no fundo de uma cratera de um vulcão inativo, cercados de uma floresta luxuriante.

A água dos lagos tinha uma porção superior habitável e um fundo tóxico. As tartarugas, nos seus abraços românticos, afundavam e acabavam envenenadas com as águas tóxicas do fundo.

Além das tartarugas, também foram encontrados cerca de 10.000 espécies de peixes, milhares de insetos terrestres e aquáticos, cavalos pigmeus, ratos gigantes, tatus e morcegos. Também encontraram várias aves predadoras, crocodilos, sapos, salamandras e outros répteis e anfíbios.

Mas os fósseis de Allaeochelys, que tinha o casco superior com cerca de 60 cm de comprimento e 30 cm de largura, são os primeiros fósseis de vertebrados encontrados que morreram e foram fossilizados durante a cópula.

O Messel Pit foi declarado patrimônio mundial (World Heritage) pela UNESCO em 1995.[DailyMail]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • Alberto Campos:

    Morte instantânea. Isto me lembra o caso da “combustão espontânea”. Ver na internet. Isto atinge humanos e animais.

  • Andhros:

    Tartarugas… se pelo menos fossem um pouco mais rapidinhas!

  • Jonatas:

    Barbaridade… Maior sacanagem do destino ter sua privacidade invadida milhões de anos depois!!!

  • Léo Melo:

    Ao menos morreram fazendo algo de bom..hehehehehheheh

  • Luanna Lyma:

    Coitado das tartarugas… isso é de fato que eu chamo de ser fudido…

Deixe seu comentário!