Comer carne é o que nos tornou humanos

Por , em 7.10.2012

Recentemente foi descoberto na Tanzânia um conjunto de ossos cranianos de uma criança que morreu 1,5 milhões de anos atrás. Ela não devia ter mais de dois anos, e não se sabe ainda a qual espécie pertenceu: poderia ser Homo habilis ou Homo erectus, ou mesmo o Paranthropus boisei.

Mas uma coisa se sabe: ela sofria de hiperostose porótica, e isto é aparentemente muito importante.

Por quê? A hiperostose está relacionada a várias causas possíveis, uma delas a deficiência de vitamina B2 e B12, que é o que parece ser o caso dessa criança. A deficiência acontece com crianças que estão mudando a dieta de leite para alimento sólido, e que acabam não ingerindo carne suficiente ou, se a criança ainda depende do leite da mãe, indica que ela, a mãe, não está ingerindo carne o suficiente.

E é aí que as coisas começam a ficar interessantes. Se a criança sofria de uma doença causada pela ingestão insuficiente de carne, isso implica que já naquela época a carne fazia parte da dieta regular do ser humano, e não de um alimento de ingestão ocasional. Os humanos teriam que ser caçadores para poder depender tanto assim da carne.

Especula-se que a ingestão regular de carne foi o que permitiu mudanças-chave na raça humana, como o desenvolvimento do cérebro, algo que nos define atualmente. Dada esta importância, os cientistas sempre quiseram saber quando o ser humano passou a comer carne regularmente.

Algumas descobertas anteriores indicavam que o australopiteco comia carne ocasionalmente. Haviam também algumas ferramentas que indicavam que o consumo de carne existia 2,5 milhões de anos atrás. Mas só agora, com as novas evidências de uma doença relacionada a uma dieta pobre em carne, ficou claro que o ser humano dependia de sua ingestão regular. Outra coisa que a descoberta sugere é que o desenvolvimento do cérebro também dependeu deste consumo.

Os cientistas agora querem saber como os humanos antigos obtinham sua carne, como quais as estratégias de caça usavam.[MSNBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,25 de 5)

19 comentários

  • Roberto Machado:

    Se o ser humano nao comer carne o que acontece?

    • Cesar Grossmann:

      Deficiência de vitaminas como a B12, e de minerais como o ferro e o zinco, o que por sua vez causa outros problemas. A ingestão de proteínas também é diminuída. Procure no Google por “problemas nutricionais vegetarianismo”.

    • César Gomes Cardoso:

      César Grossman, pode acontecer em uma alimentação mau planejada como em qualquer outra alimentação, não é exclusivo de uma dieta vegetariana

    • Cesar Grossmann:

      Xará, claro que pode acontecer com dietas mal planejadas. E também acontece com dietas vegetarianas, ou melhor, veganas. Existem componentes da nossa alimentação onde o equivalente vegetal é pouco absorvido, se for, e tem os que tem um caminho metabólico maior.

  • Rodrigo Albuquerque:

    De onde voce tirou que a deficiencia de B2 e B12 se deve a falta do consumo da carne? Da ciência que não é visto que o Reino Vegetal é fonte abundante de vitamina B2 e sinto-lhe dizer mas nem o reino vegetal nem o animal é fonte de B12. B12 na verdade é produzida por bactérias e encontrada em frutas, legumes, vegetais e plantações em geral quando estas não são limpas pelo homem. Você acha que os animais conseguem a B12 deles por onde? Suplementos? Portanto, todo o seu artigo não tem fundamento.

  • Jonas Lavarini:

    Se levarmos em conta que haviam períodos de escassez de alimentos de origem vegetal, animais que comiam de tudo ( tanto vegetais quanto carne) tinham uma vantagem evolutiva maior do que os vegetarianos.Essa vantagem, associada ao fato de que os humanos tinham que aprender a caçar e pensar em como criar armas e ferramentas para tal, que foi responsável pelo aumento do cérebro humano e à necessidade da vitamina b12, e não algum nutriente presente na carne que nos deixa mais inteligentes.

  • Sergio Augusto da Silva:

    pela lógica desse estudo o leão deveria ter um cérebro super desenvolvido e ser professor de doutorado desses cientistas, pois o leão come muita carne.

    • Marcelo Ribeiro:

      Esta lógica que você apresenta não é apenas um argumento fraco mas uma simplista falácia retórica.

  • Sidney de Souza:

    Vegetas dando ataque histérico em 3, 2, 1….

  • Henrique Telles Dos Santos:

    não;primatas modernos comem carne e não evoluiram nem mesmo a ponto de perder pelos,antes do homem já havia primatas que comiam carne.EX= australopthecus

    • Pablo Santos:

      Amigo, se você acha que a meta evolutiva é chegar a ficar parecido com um humano, você não entende a evolução.
      Dá pra perceber isso na afirmação “nem mesmo a ponto de perder os pelos”.

    • Pablo Santos:

      O exemplo do chimpanzé não se aplica. Além da alimentação à base de carne, outros fatores nos tornaram humanos, como o fato de que nossos ancestrais evoluiram em savanas, e os deles em florestas tropicais.

    • Marcus Motta:

      Mas não dominavam o fogo. Nosso corpo não digere bem carne crua logo não conseguíamos absorver os nutrientes

    • Daniel L.:

      Acho que você não faz idéia do que é evolução. Todos os seres vivos que existem hoje estão num mesmo grau de evolução. A evolução é constante e baseada no ambiente. Evolução não significa se tornar humano (ou mais inteligente) com o passar das gerações, significa simplesmente ser bom o suficiente para o ambiente que se existe (isso na verdade é a seleção natural) , como o ambiente muda constantemente, somente aqueles mais aptos sobreviverão ao novo meio.

  • Morinda Citrifolia:

    deve até ser verdade q no início nossa espécie dependesse de carne para sua sustentação e desenvolvimento; frutas e legumes deveriam ser raros e cereais ainda eram absolutamente escassos. O quê não justifica q ainda usemos essa alimentação primitiva, que condena os animais a vidas miseráveis, e o planeta à escassez de grãos e ao desmatamento descontrolado para formação de pastos.

    • Marcus Motta:

      “A hiperostose está relacionada a várias causas possíveis, uma delas a deficiência de vitamina B2 e B12, que é o que parece ser o caso dessa criança. ” Graças a nossa evolução que nos acostumou a comer carne não podemos parar de comer carne nos primeiros anos de vida sem ficarmos com a saúde mais frágil. Fora que é gostoso pra caralho

  • digiomni:

    Quer dizer que se dermos carne para macacos de espécies distintas durante muitos anos eles provavelmente um dia se tornaram tão inteligentes como humanos ?!?!?. Depois de olhar planeta dos macacos neste fim de semana a ideia não me pareceu tão absurda kkkk

    • Cesar Crash:

      Chimpanzés comem carne, e inclusive, caçam muito bem, veja AQUI e AQUI.
      Durante um tempo, até se acreditou que as prostitutas chimpanzés trabalhavam por carne.

    • Marcus Motta:

      Macacos já comem carne, o que nos diferencia é que nós dominamos o fogo e conseguímos aproveitar bem melhor os nutrientes da carne

Deixe seu comentário!