Depressão pós-parto pode estar ligada a abuso físico ou emocional do parceiro

Por , em 13.12.2011

Pesquisadores da Austrália afirmaram que até 40% das mulheres que sofrem depressão pós-parto (DPP) são abusadas fisicamente ou emocionalmente por seus parceiros.

Esse quadro alarmante serve de aviso aos médicos e profissionais de saúde. Se eles estão tratando uma mulher com DPP, eles devem considerar a possibilidade de violência do parceiro, que estaria contribuindo com o problema.

Uma possível solução é oferecer tratamento para o parceiro da vítima, aconselhamento para esses casais ou, dependendo do caso, até mesmo oferecer abrigo para mulheres vítimas de abuso.

O risco de sofrer DPP é três vezes maior em mulheres que sofreram abuso emocional e quatro vezes maior nas que sofreram abuso físico. [Reuters]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 2,00 de 5)

2 comentários

  • silvia:

    Ler este tipo de informação reforça a compreensão de que a violência ainda é a forma dominante nas relações interpessoais familiares e sociais. Dois elementos: patriarcalismo e a exploração do homem contra oi homem e contra a natureza. O EU autoritário, egoísta e abusador tem proliferado nestes tempos narcísicos.

  • Ezio José:

    Outrora era questão genética. Depois o uso abuso do álcool e tabaco. Agora é o abuso físico e emocional do parceiro.
    Continuo acreditando que depressão é um acidente geográfico denomnado pela geomorflogia e geologia comum os canions. Só passa por alí quem estiver disposto e ninguém vai por acaso.

Deixe seu comentário!