,

É possível que alguma coisa escape de um buraco negro?

Por , em 23.11.2011

Os buracos negros são possivelmente os elementos mais obscuros do universo. Graças à enorme gravidade da curvatura espacial, tudo o que vai para dentro deles é imediatamente partido e perdido. Os cientistas nunca viram um buraco negro porque nada, nem mesmo a luz, pode escapar dele.

Bem, na verdade, quase nada pode escapar…

Os estudantes que estão começando mecânica quântica aprendem que, no mundo subatômico, nenhuma barreira é intransponível. Partículas elementares – como fótons e elétrons – não são como bolas saltitantes que, quando jogadas em uma parede, ricocheteiam. Elas são mais parecidas com fantasmas.

Barreiras incentivam essas partículas fantasmagóricas a ficar dentro de uma determinada área, mas ocasionalmente as partículas passam através delas. Esse estranho comportamento é chamado de “efeito túnel”, e nem mesmo os assustadores buracos negros são imunes a esse fenômeno.

De acordo com Andew Hamilton, astrofísico da Universidade do Colorado, o horizonte de um buraco negro é de fato uma barreira intransponível para os seres humanos ou qualquer outra coisa maior do que um átomo. Mas, de vez em quando, uma partícula subatômica consegue passar por ele.

Acredita-se que todos os buracos negros emitam um lampejo incrivelmente fraco de material, chamado de “radiação Hawking”, efeito descoberto pelo físico inglês Stephen Hawking, em 1970. A teoria diz que a radiação faz com que os buracos negros percam massa.

Classicamente, se acredita que não há nenhuma maneira pela qual a radiação escape de um buraco negro. Dentro do horizonte, o espaço está caindo mais rápido do que a luz, por isso nada pode sair dele sem viajar mais rápido do que a luz do outro lado. Mas, de acordo com a mecânica quântica, existe alguma possibilidade de que algo possa sair do tunelamento quântico.

Para que isso aconteça, devem existir condições muito especiais.

Assim como a mecânica quântica permite o tunelamento quântico, ela também permite que as partículas aleatoriamente rebentem à existência. Na realidade, as “flutuações quânticas” acontecem o tempo todo: pares de partículas e antipartículas surgem espontaneamente do vácuo no espaço (e geralmente aniquilam umas as outras imediatamente).

Para que uma partícula possa escapar de um buraco negro, uma flutuação quântica deve ocorrer perto da borda do buraco negro. Quando isso acontece, às vezes uma partícula será colocada para fora antes que o aniquilamento aconteça. Seu parceiro imediatamente fica “espaguetizado” pelo buraco negro – alongado, assim que ele mergulha para o centro.

Para que esta separação dramática ocorra, as partículas produzidas na flutuação quântica devem ter comprimentos de onda muito longos. Por mais estranho que possa parecer, a mecânica quântica diz que todas as partículas também são ondas, e assim elas têm comprimentos de onda que descrevem a distância entre seus picos sucessivos. Quanto mais lentamente uma onda ou partícula se movimenta, maior seu comprimento de onda.

Partículas que são produzidas por flutuações quânticas e que têm comprimentos de onda que são comparáveis ao tamanho do buraco negro são capazes de sair dele. Usando a analogia anterior, podemos dizer que essas partículas são especialmente fantasmagóricas. Seus enormes comprimentos de onda as tornam livres para vaguear pelos domínios que ultrapassam o limite do buraco negro.

A radiação Hawking tem um comprimento de onda característico, que é comparável ao tamanho do horizonte do buraco negro. No caso do buraco negro que está no centro da nossa galáxia, a Via Láctea, as partículas que saem dele têm comprimentos de onda com cerca de 14 vezes o raio do nosso sol. Nos buracos negros supermassivos as partículas devem ter comprimentos de onda longos como o tamanho de bilhões de sóis para saírem dele.

Como você deve ter imaginado, não há muitas partículas que se encaixam nos critérios necessários para escapar dos buracos negros.

Mesmo os buracos mais brilhantes (que são os menores, porque têm menos gravidade e, portanto, permitem que mais partículas escapem) são muito escuros. A radiação Hawking de um “pequeno” buraco negro do tamanho de 30 sóis é apenas um bilhão de trilhão de trilionésimo tão brilhante quanto uma lâmpada de 100 watts.

Esta radiação é completamente inundada pela luz de outros objetos brilhantes no espaço, e por isso os cientistas ainda não conseguiram detectar a radiação Hawking. No entanto, eles afirmam ter certeza de que ela existe. [Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

55 comentários

  • John jones:

    mas para escapar do buraco negro não e necessário viajar mais rápido do que a luz?

  • diegonoxxx:

    Acho que a teoria descrita no blog olhandoouniverso.blogspot.com.br é mais coerente
    O centro da galáxia é um imenso espaço vazio com grande força gravitacional oriunda do somatório da gravidades dos corpos galácticos. esse campo eletromagnético tem grande força centrífuga desviando os fótons (assim como as manchas solares ou o olho de um furacão na terra que é vazio e negro devido a atividade centrífuga eletromagnética em seu centro.
    A força centrífuga empurra as matérias da borda do buraco negro contra as matérias a sua frente (horizonte de eventos), causando um choque entre matérias que se desintegram e se transformam num jato de gases e energia que é enviado para o espaço…
    Ver blog muito interessante

    • Matheus Martins:

      cara.. pode ate ser verdade, mas tem mt conceito errado.. Para começo de conversa, fisicamente não existe força centrifuga

  • Cristiano Rola:

    Olha pessoal, num entendo nada de buraco negro, mas buraco alvi-verde eu entendo, entendo o que meu Palmeiras está passando….um buraco sem fim nem começo….

  • Augusto Ricardo:

    acho melhor a gente comer, beber, meter e fumar antes que esse tal buraco negro ou radiação da casa do hawkinho resolva visitar nosso sistema solar

  • breno:

    sim , a gravidade de um buraco negro só tem um inimigo
    que pode vence-la.
    apesar da gravidade de um buraco negro ser imensa,
    a gravidade é uma força considerada fraca.
    e, em experimentos , se sabe que ela pode ser vencida pela força magnetica.

  • Nelson:

    Será que estes buracos negros podem engolir algum político? Se for verdade, Brasilia é um prato feito para estes buracos negros viverem bem gordinhos e jamais passarem fome. KKKKK…

  • Dudu:

    Minha sogra é tão FDP que se cair no buraco negro ele entope.

    • magoado:

      Quer ver buraco negro vomitar é só jogar minha ex sogra nele….

  • MIG10:

    Se a idéia sobre buracos negros são só teorias, e teorias podem estar tanto certas como erradas, e isso não parte somente dos cientistas, mas também de qualquer observador, também eu e você pode contribuir com teorias. Se eu estiver errado, estarei quase no mesmo nível dos famosos astrofísicos.
    Tenho impressão, que os buracos negros tem a mesma função dos ralos que temos em nossa pia.Teoria por teoria…

    • ayronD12:

      realmente voce esta certo, um buraco negro tem praticamente a mesma função que o ralo da pia, tudo entra nele com a força que o puxa, simplesmente um buraco sem fundo com tudo caindo dentro, isso se da pela gravidade do planeta que foi destruido, e quanto mais força da gravidade o buraco negro suga mais forte ele fica, eu acredito que buracos de minhoca existam realmente e que todos os buracos de minhoca estejam conectados, assim se algo entrasse inteiro dentro dele ficaria mais veloz pela força da energia que esta entrando no buraco negro e poderia ir parar em qualquer lugar do universo.

  • gustavo:

    esses cientistas não tem o que fazer eles vão mexe nesse buraco e vai acabar com o planeta eles querem fazer uma coisa quem deus que criou nem deus vai deixar acabar o mundo paren pra pensa se continua assim quem vai a cabar com o e os homens que bosta e essae queres fazer um buraco negro se isso não der serto o mundo vai ter tisunami terremoto furacão e etc… nos devia fazer auguma coisa porque esses cientis não tem o que fazer e ficam querendo ganhar dinhero eles ai da vão enfia nosso mundo na quele lugar pondo em risco milhares de pessoas a morte pensen pensen bem noque eles queren fazer com nosso planeta

  • bruno:

    esses cientistas não tem o que fazer eles vão mexe nesse buraco e vai acabar com o planeta eles querem fazer uma coisa quem deus que criou nem deus vai deixar acabar o mundo paren pra pensa se continua assim quem vai a cabar com o e os homens que bosta e essae queres fazer um buraco negro se isso não der serto o mundo vai ter tisunami terremoto furacão e etc… nos devia fazer auguma coisa porque esses cientis não tem o que fazer e ficam querendo ganhar dinhero eles ai da vão enfia nosso mundo na quele lugar pondo em risco milhares de pessoas a morte pensen pensen bem noque eles queren fazer com nosso planeta

    • ayronD12:

      não acho ser possível criar um buraco negro tão grande capaz de destruir a terra, você tem ideia da energia necessária para criar um buraco negro? Apenas estrelas tem energia suficiente para criar um buraco negro e nem mesmo o nosso sol criaria um buraco negro, sequer um pequeno, faria uma supernova, uma supernova é o que me preocupa de verdade, pois é uma explosão tão grande que destruiria todo sistema solar, e não é possivel chegar perto de um buraco negro sem ser sugado, para exemplificar a função de um buraco negro, é como puxar um grão de areia que seria um planeta, com um aspirador do tamanho de uma casa pequena, e dentro do aspirador(buraco negro) haveria milhares de serras finas como um grão de areia(isso seria a gravidade distorida que deixaria qualquer coisa que entre num buraco negro despedaçado), então não é sequer possivel estudar um buraco negro para medir sua força, eu tenho muitas teorias coerentes que explicariam ate a possibilidade de um teletransportador muito veloz, usando um buraco negro, mas nao posso provar sem que haja a possibilidade de matar alguem, então não é possivel medir isso, sem falar que nosso planeta esta por um fio ja que um buraco negro pode se deslocar milhões de quilometros da sua origem, e tem muitos destes perto do sistema solar.

  • Aline Laitarte:

    Muito interessante esse Buraco Negro. O que será que tem do lado de lá???
    Já que o Universo não tem fim, e sempre se expande mais, imaginem quantos desses buracos devem existir?
    A Terra é um cisco perto de tudo isso… estamos perdidos no meio de um infinito mundo de coisas incompreensíveis!
    Ai que frio na barriga me deu em pensar nisso…

    • Daniel Ferreira:

      Desculpe corrigir, mas ainda não sabemos se o Universo é infinito ou não devido ao horizonte cósmico que nos impede de sabermos se ele é ou não infinito.

      Estamos limitados devido a própria velocidade da luz de lugares distantes que demoram tempo demais para chegar até nós, por isso não sabemos o que realmente há em lugares remotos, se é o infinito ou o fim..

  • Alfeu71:

    “E se falasses magia, sonho e fantasia
    E se falasses encanto, quebranto e condão
    Não te enganarias, não te enganarias
    Não te enganarias, não!” (Bandoleiro – N. Matogrosso)
    Peço desculpas aos cientistas investigadores de todo o mistério que está sobre nossas cabeças mas, enquanto não me mostrarem a ciência do que falam ou mesmo a teoria aceitável, prefiro ver o Buraco negro como um inferno que se alimenta da luz para sempre se manter em trevas.

  • clóvis silva de oliveira:

    Eu acredito que o buraco negro é uma estrela tão imensa que a sua força de gravidade por ser superior a velocidade da luz não permite ser visto o seu brilho só que quando se choca com uma estrela a velocidade de esplosão supera a velocidade da luz por isso é vista.

  • K3:

    Em vez de os cientistas resolverem o que está lá no espaço há milhões de anos daqui , porque não resolvem coisas que já estão aqui?

  • GOLIMAR:

    Depende de que tipo de buraco negro!

    • CASTOR:

      golimar é classico d+
      huahauhauha

  • Ezio José:

    A hora que o Buraco Negro estiver de saco cheio de tantas especulações e tanto engolir sapos e matérias, acontecerá um novo Big Bem que se auto-denominará Big Fart. A explosão será tamanha que o universo falido não terá tantas olfaticep para sentir o odor de enxofre.

  • Andre:

    concordo ainda com a teoria de einstein que falou que o universo é como um pano…e que o material mais pesado faz com que esse pano se curve…pois até a luz se curva diante de uma concentraçao maior do que a 1°….eu acho que quando conseguirem alguma prova de que os buracos negros existem estariamos mais perto de descobrir sobre os multiplos universos,,afinal pra onde vai toda a materia sugada por um buraco negro ?? a natureza nao é capaz de criar uma arma que faça a materia simplismente sumir…eu acho que os buracos negros sao entradas para outros universos….einstein disse que existem 21dimensoes….estamos arreçem na 3°…..alguem ai nao concorda em dizer que o ser humano é muito superficial ao dizer que ja fizemos as maiores descobertas sobre o universo….se alguem aqui quizer me corrigir sobre meus erros de portugues tudo bem….mais nao admito que me deem um negativo sem pelo menos pensar no que eu disse….e dizer que as vezes as coisas sao descobertas por acauso…e que nem tudo vem igual para todos….talvez existam milhoes de plantes com vida inteligente no universo…neste e talvez em outros…posso fazer teorias loucas…e…nao me importo em cruzarem por cima de minha teoria…porque se cruzarem é porque estamos fazendo avanço….o meu avanço é eminente…pois tenho 11 anos e estou no 3° ano do 2° grau me formei no supletivo com 8 anos….espero que ainda venham a houvir meu nome…mas de uma forma boa…como alguem que ajudou a ciencia e religiao a acabarem com os conflitos e começarem a crescer juntos….embora eu ainda acredite mais na ciencia….a todos um otimo dia

  • CASTOR:

    quem sou eu pra falar que isso tudo é errado
    mais é complicado de acreditar

  • Glauco:

    A “Radiação Hawking”, a “Matéria Escura” e a “Energia Escura” são a Santíssima Trindade da astronomia moderna: vc não pode ver, sentir, medir ou comprovar a existência, mas existe com toda a certeza do coração dos astrônomos!

    • CASTOR:

      eu cheguei a um ponto
      que não to acreditando mais em nada
      não acredito na igreja e não acredito nos cientistas

      eu to é F#d1D0
      \o/

    • Glauco:

      Vc tá no ponto de descobrir que a Verdade está dentro de vc! É aí que se encontra Deus e a Ciência.

    • CASTOR:

      “não a ruas, partidos ou regras para me deter
      é ter altonomia pra guiar, olhar pra qualquer lado e ter
      o direito de me esburrachar”

      dead fish

    • Ezio José:

      Glauco resumiu tudo em poucas palavras.

  • Gui Melo:

    Goku.

  • Romário Huebra:

    Fala sério muito mal feita essa imagem da matéria.

    • Romário Huebra:

      O fato é qe pessoas qe tem pouco conhecimento astronômico vão pensar qe isso é um buraco negro.

    • fulano de tal:

      “…tudo o que vai para dentro deles é imediatamente partido e perdido…”

      o teu é assim?

  • Romário Huebra:

    “…tudo o que vai para dentro deles é imediatamente partido e perdido…”
    “Na natureza nada se cria nada se perde, tudo se transforma”
    Físicos de plantão me expliqem oqe acontece com essa matéria e essa energia qe um buraco negro absorve.

    • Cesar:

      Perdido é modo de dizer, “Romário”. É perdido para o resto do Universo, nunca mais vai sair do buraco negro, por isto é “perdido”, mas continua lá dentro. O equilíbrio de matéria e energia permanece válido.

    • Jonatas:

      Cesar, analisando os astros mais densos que pudemos observar diretamente, as estrelas de Nêutrons, são assim formadas porque a pressão aperta os átomos fazendo prótons engolirem elétrons se transformando em Nêutrons. Seguindo essa linha, que aberrações subatômicas teríamos em pressões ainda mais radicais? Estrelas de Quarks, de Múons, de Bósons? Como seria fisicamente o corpo de um buraco negro?

      Ou será que a alta gravidade engole até o pensamento que ousar cruzar o horizonte de eventos?

    • Evandro:

      teoricamente não se perde. O buraco negro é uma massa tão concentrada, que vai atraindo mais massa (engolindo), se mesclando a ela, e assim, aumentando ainda mais a sua massa e seu poder de atração; assim, atraindo e engolindo mais coisas. E por ai vai.

      Por isso, que a Teoria Genuina diria que o Universo iria se encolher, devido aos buracos negros, todas as galaxias, planetas, e etc, se comprimiram novamente num unico ponto extremamente ponto, que teoricamente, segundo o modelo padrão, num momento x implodiria no chamado Big Bang. E assim, uma das teorias é que o Universo e a sua história se repetia em ciclos periódicos.

      Até que veio a constantação de que o Universo está aumentando, no sentido, que os corpos estão se repelindo numa velocidade acelerada; o que contradiz ao modelo da idéia dos buracos negros. E aí, inventaram a tal coisa da Energia Escura, como um fantasma que faz isso acontecer; que ninguem faz a minima idéia do que é (só mais um monte de teorias)

    • Romário Huebra:

      Obg por me explicar como funciona um buraco negro.

  • Val:

    Sei lá, este negócio de “buraco negro” me parece algo meio preconceituoso. O correto seria “buraco afro-descendente”.

  • Blade Filth:

    P.s.: Sr. Chuck. Provar o buraco negro? Tem gosto de feijoada?

  • Blade Filth:

    Concordo com Glauco. . . Pra bom bebedor meia cachaça basta. Glup!

  • Chuck Norris®:

    Primeiro deveriam provar a existência dos buracos negros.

  • jops:

    acho q isso ainda ta muito além da nossa compreensão

  • Jonatas:

    “Esta radiação é completamente inundada pela luz de outros objetos brilhantes no espaço, e por isso os cientistas ainda não conseguiram detectar a radiação Hawking. No entanto, eles afirmam ter certeza de que ela existe.”
    Esse trecho me parece mais um dogma astronômico, não da pra ter certeza de algo apenas por resultados matemáticos, teorias e teoremas, depois ficam batendo nas cabeças porque vêem que as galáxias não se comportam de acordo com as teorias da matéria e energia escuras. Tem que abrir mais os horizontes, é preciso entender o Universo do jeito que ele é, um campo infinito pra infinitas teorias, e não do jeito que esperaríamos que fosse.

    • Glauco:

      Falou bonito!

    • Cesar:

      Antes de decretar a falência da ciência, não seria melhor colocar a culpa nos repórteres que cobrem o assunto, e nos tradutores? O artigo original fala:

      This radiation is completely swamped by light from other bright objects in space, and so scientists have not yet managed to detect Hawking radiation. Nonetheless, they’re sure it exists. “Hawking radiation is considered one of the most robust predictions of quantum gravity,” Hamilton said.

      Os cientistas tem tanta certeza que a radiação Hawking existe quanto podem ter certeza de qualquer coisa, ou seja, com uma certa probabilidade. Para ser exato, eles tem mais de 90% de confiança de que a Radiação Hawking exista, e isto é classificado como ‘certeza’. Mas se provarem que ela não existe, ninguém vai ficar teimando que existe.

      Outra coisa, não existem dogmas em ciência. O que existe é um conservadorismo saudável: antes de descartar um conhecimento que já foi comprovado, vamos verificar se as provas de que ele está errado não estão elas mesmas erradas por sua vez. As hipóteses da matéria escura e da energia escura não foram abraçadas imediatamente, até por que não havia previsão teórica para elas. O acúmulo de evidências, as reanálises dos dados, tudo isto levou à conclusão que elas são provavelmente verdadeiras.

    • Glauco:

      Se até hoje não detectaram diretamente essa tal “Radiação Hawking”, então esses astrofísicos não estão fazendo melhor do que aquele padre que calculou a idade do Universo em 6 mil anos à partir da Bíblia.

      A “Radiação Hawking”, a “Matéria Escura” e a “Energia Escura” são a Santíssima Trindade da astronomia moderna: vc não pode ver, sentir, medir ou comprovar a existência, mas existe com toda a certeza do coração dos astrônomos!

  • Glauco:

    Tem uma coisa que escapa dos buracos negros: a minha mente, que não cai na armadilha dessa teoria ridícula. A Natureza não cria aberrações.

    • EltonPaes:

      É claro que cria meu filho, vc principalmente deveria saber que nada é perfeito.

    • Glauco:

      Aberrações são o cúmulo da imperfeição. Só os homens conseguem criar quimeras.

    • Raul:

      Cara, a natureza não é perfeita, logo o acúmulo de imperfeições, pra gerar uma aberração, seja ela qual for, é completamente plausível.

    • Gil Cleber:

      A aberração no presente caso está na cabeça do Glauco. Aberração é, na Terra, milhões passarem fome e uns poucos viverem na opulência excessiva, logo, aberração é algo que o ser humano produz. A natureza segue leis, não produz aberrações: se o Glauco entendesse um pouco do que seja gravidade, compreenderia que um buraco negro é apenas um corpo celeste com excesso de massa e, portanto com uma força de gravidade altíssima. Natural. Nada aberratório.

    • MGK:

      Eu diria que a natureza só cria ”aberrações”.

    • Cesar:

      Já cogitou da possibilidade da Natureza ser diferente da imagem que você faz dela?

      Acho engraçado isto, os cientistas constróem suas teorias e hipóteses em cima de análise de dados. Em cima de evidências, tentam encontrar erros de medição, erros de análise, erros na teoria, e só ganham alguma confiança na teoria ou hipótese quando não conseguem demonstrar que ela está errada, e vem alguém que não estudou nada, olha tudo isto, e decreta que está tudo errado, sem nunca ter feito uma análise, sem nunca ter estudado nada, sem nunca ter feito uma tentativa de refazer cálculos, experimentos, coletas de dados, etc.

      Só por que para eles “não faz sentido”, ou “é uma aberração”. Esta atitude é no mínimo arrogante, os sujeitos se decretam como os expoentes máximos da racionalidade e da percepção limpa e clara da realidade. Eles não duvidam um único instante que o que eles sabem é verdade, que o que eles vêem é a realidade, e que o que eles pensam é coerente e lógico. O erro sempre está nos outros.

    • Glauco:

      César, já falei inúmeras vezes, eu só repito o que o Prof. McCanney diz. Eu não sei analizar nada dessas coisas, mas consigo seguir a linha lógica de raciocínio que levou à conclusão da possibilidade da existência de buracos negros. O problema é que até hoje nenhum buraco negro foi diretamente detectado, só regiões de alta concentração de Raios-X e algumas vezes estranhas interações gravitacionais entre corpos na imensidão do espaço. Mas a Natureza de um buraco negro é tão bizarra, que o mais sincero seria encontrar uma explicação melhor para esses sinais – e as Correntes Elétricas presentes no espaço fazem isso de forma muito mais elegante.

      Você poderia dizer que o buraco negro é por sua própria natureza indetectável para nossa tecnologia, mas prá mim isso é desculpinha de quem não quer rever seus conceitos – no caso os PhD’s que vêm recebendo seus títulos estudando esses fenômenos a mais de cinquenta anos. Melhor ficar com o McCanney.

Deixe seu comentário!