Escultura de 1,4 mil anos é descoberta em pirâmide maia na Guatemala

Por , em 6.10.2013

Uma enorme escultura de 1,4 mil anos feita em pedra pela antiga civilização maia foi descoberta dentro de uma pirâmide na Guatemala. O alto-relevo é ricamente decorado com imagens de divindades e governantes, e mostra uma batalha de superpotências que, de acordo com os arqueólogos, pode ter acontecido no século VI na América Central.

A descoberta foi feita em julho no centro arqueológico pré-colombiano de Holmul, no departamento de Petén, 600 km ao norte da capital guatemalteca.

article-2386763-1B330768000005DC-477_634x425

O alto-relevo tem oito metros de largura e dois metros de altura, e fica dentro de um edifício retangular de vários cômodos, localizado em uma pirâmide maia de 20 metros construída no século VIII.

O arqueólogo Francisco Estrada-Belli, diretor do Projeto Arqueológico Holmul, fez a descoberta enquanto explorava a pirâmide. “Este é um achado único. É uma ótima obra de arte que também nos dá muita informação sobre o papel e o significado do edifício, que era o foco de nossa pesquisa”, conta Estrada-Belli. [DailyMail/G1]

article-2386763-1B330774000005DC-635_634x349

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

  • Marne:

    É um assunto que gosto muito, bem como muitos outros do HypeScience; mas gostaria de ter maiores comentários, dados etc., dessa nova descoberta de Escultura em Pirâmide da Guatemala!
    Muito obrigado, e meus parabéns por suas matérias,
    Marne Dulinski

  • Samuel Alencar:

    Arte milenar!

Deixe seu comentário!