Esta imagem do telescópio Hubble é tão linda que parece de mentira

Por , em 9.11.2018

Esta imagem do Telescópio Espacial Hubble mostra a galáxia NGC 5033, localizada a cerca de 40 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Canes Venatici (os Cães de Caça). A galáxia é semelhante em tamanho à nossa própria galáxia, a Via Láctea, com pouco mais de 100.000 anos-luz de diâmetro.

Como na Via Láctea, os braços espirais da NGC 5033 são pontilhados de regiões azuis, indicando a formação contínua de estrelas. As manchas azuis abrigam estrelas jovens e quentes no processo de formação, enquanto as estrelas mais antigas, mais frias, povoam o centro da galáxia, fazendo com que ela pareça mais avermelhada.

Sem barra central

Em contraste com a Via Láctea, o NGC 5033 não possui uma barra central. A barra é uma banda central de estrelas que se estendem de um lado ao outro da galáxia. Em vez disso, ele tem um núcleo brilhante e energético chamado núcleo ativo galáctico, que é alimentado por um buraco negro supermassivo.

Por conta deste núcleo ativo, ele é uma galáxia Seyfert, aquelas que possuem núcleos extremamente luminosos. Devido à atividade contínua, o núcleo da NGC 5033 brilha em todo o espectro eletromagnético. Esta energia liberada mostra que o buraco negro central está atualmente devorando estrelas, poeira e gás se aproximando dele.

Quando esta matéria cai no buraco negro supermassivo, irradia-se em muitos comprimentos de onda diferentes. Embora sua proximidade relativa à Terra o torne um alvo ideal para os astrônomos profissionais estudarem seu núcleo ativo com mais detalhes, seu grande tamanho aparente no céu noturno e seu brilho também o tornam um belo alvo para os astrônomos amadores. [ Phys.org]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (49 votos, média: 4,88 de 5)

Deixe seu comentário!