Estes óculos especiais te darão visão sobre-humana

Por , em 21.03.2017

Diferenciar cores semelhantes é mais difícil do que parece. Salmão e coral, por exemplo, enlouquecem muita gente por aí, especialmente os homens, que têm maior dificuldade em discriminar cores. Eles precisam de um comprimento de onda ligeiramente mais longo para observar a mesma tonalidade que as mulheres.

Um novo tipo de óculos promete resolver este problema, dando a nós uma melhor habilidade para identificar cores. Alguns dos usos práticos desta nova tecnologia são identificar rapidamente notas ou documentos falsos, impressos em cores fora do padrão, e localizar pessoas ou objetos camuflados.

Os óculos foram desenvolvidos por um grupo de pesquisadores da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA). A ideia surgiu quando o físico Makhail Kats dava uma aula sobre o funcionamento das células dos olhos que reconhecem cores. Ele explicava que os cones respondem à luz de comprimentos de ondas longos (vermelho), médio (verde) e curto (azul). Ele teve um “momento eureka” e se perguntou se os olhos poderiam ser enganados para reconhecer outra cor, como os peixinhos dourados, que são tetracromáticos e enxergam luz ultravioleta.

Para fazer os óculos, Kats e seus colegas projetaram dois tipos de filtros para cores, um para cada olho, que retiram partes específicas do espectro azul. Com cada olho recebendo informações espectrais ligeiramente diferentes sobre os objetos azuis, os pesquisadores se perguntaram se qualquer diferença sutil nas cores as tornariam mais pronunciadas. E eles estavam certos.

Eles testaram o equipamento em pessoas ao pedir que elas tentassem diferenciar cores idênticas na tela do computador. Ao olhar sem os óculos, elas realmente pareciam iguais, mas com os óculos se tornavam bastante diferentes.

Os pesquisadores decidiram usar dois filtros porque apenas um deixaria iguais duas cores diferentes. Dois filtros contrabalanceam este efeito.

Jay Neitz, pesquisador da Universidade de Washington (EUA), já havia tentado criar óculos deste tipo antes, mas se deparou com uma dificuldade. Seus filtros eram muito diferentes, o que causava desconforto na visão. Como os filtros de Kat são apenas ligeiramente diferentes, este desconforto não chega a ocorrer. Neitz aprovou a criação da equipe de Kat.

No momento, os filtros distinguem apenas cores semelhantes que são azuladas. O próximo objetivo de Kat é criar filtros para as cores verdes, que serão especialmente úteis para discriminar dólares falsos. [New Scientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votos, média: 4,71 de 5)

Deixe seu comentário!