Fetos masculinos são menos afetados por problemas de saúde da mãe

Por , em 22.07.2010

Se você já passou pela experiência de ser mãe, deve se lembrar de como ficava, psicologicamente falando, durante o período da gravidez. É possível que se preocupasse em levar uma vida saudável para que o feto se desenvolvesse o melhor possível. O estresse, que produz o hormônio cortisol e afeta de várias formas a sua própria saúde, é sim capaz de afetar também a saúde de seu futuro bebê – mas só se o bebê em questão for uma menina.

Há também outras maneiras pelas quais os níveis de cortisol no organismo aumentam. Uma delas é a asma, doença respiratória na qual os picos de incidência (os chamados “ataques de asma”) são acompanhados por um brusco aumento do hormônio do estresse. Baseados nessa relação de causa e consequência, pesquisadores da Universidade de Adelaide (Austrália) reuniram 174 mulheres grávidas para um estudo, das quais 123 sofriam de asma, e observaram seus quadros médicos durante a evolução da gravidez, até fazer um exame conclusivo 45 minutos depois do nascimento da criança.

Os pesquisadores analisaram o sangue do cordão umbilical das mulheres. Quando o bebê era menina, a quantidade de cortisol encontrado no sangue do cordão era 20% maior do que se o feto era de um menino. Ou seja, os meninos recebem “menos estresse” de suas mães do que as meninas. Além disso, meninas de mães asmáticas nasciam, em média, com 22,5% a menos de massa corporal do que meninas de mães saudáveis, e não houve nenhuma diferença no caso de bebês meninos. Em suma, fetos femininos são mais suscetíveis ao que acontece no organismo de suas mães. [New Scientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Lilian Cipriano:

    Nerdgf,
    Os espermatozóides são x e y, os óvulos todos são só x.
    Os espermatozóides x com o óvulo x, geram meninas e os y com o óvulo, sempre x, geram meninos.
    Os espermatozóides y (masculinos) são menos resistentes à acidez vaginal, porém, são mais velozes.
    Os espermatozóides x são mais resistentes à acidez, só que mais lentos.
    O que vai chegar primeiro e fazer gerar um menino ou uma menina depende de fatores como o Ph da vagina. Se no dia do ato sexual o ph for ácido, os x tem mais chance de sobreviver. Se o Ph da vagina for alcalino, os y tem mais chances de chegar primeiro.

  • Nerdgf:

    Lucas, como assim os espermatozóides masculinos são mais fracos que os femininos, não existem espermatozóides femininos, a célula sexual feminina é denominada óvulo

  • Lucas:

    Isso é uma compensação, já que os espermatozóides masculinos são mais fracos que os femininos.

Deixe seu comentário!