A física explica porque ninguém mais consegue levantar o martelo do Thor

Por , em 16.11.2014

Você certamente já viu o trailer de “Os Vingadores 2” (não viu? tá esperando o quê?) e ficou bastante feliz com a cena em que nossos queridos heróis estão em uma confraternização e tentam levantar o martelo do Thor, o lendário Mjolnir.

O Capitão América até chega perto, mas nenhum deles consegue. Segundo o Thor, “porque nenhum deles é digno”. Bom, a ciência precisa mais do que uma frase de efeito. Então por que, cientificamente falando, ninguém mais consegue levantar o martelo além do Deus do Trovão?

O astrofísico e diretor do Planetário Hayden, Dr. Neil deGrasse Tyson, já especulou que, se Mjolnir é composto de matéria de estrelas de nêutrons, o material mais denso no universo fora de um buraco negro, então ele iria pesar tanto quanto 300 bilhões de elefantes. A água tem uma densidade de um grama por centímetro cúbico, e o chumbo tem uma densidade de onze gramas por centímetro cúbico. A matéria de uma estrela de nêutrons tem uma densidade de cem milhões de milhões de gramas por centímetro cúbico.

Neste caso, Mjolnir pesaria cerca de cinco mil trilhões de quilos. “Não, temos que procurar outra explicação de por que só Thor (e um seleto grupo de poucos outros) pode levantar Mjolnir”, afirma Jim Kakalios, professor da Escola de Física e Astronomia da Universidade de Minnesota, nos EUA.

A mitologia nórdica e a Marvel Comics nos dizem que o martelo do Thor é composto de “metal uru”, forjado há séculos pelo ferreiro ETRI no coração de uma estrela moribunda. Presumivelmente, o metal uru é mágico na natureza e, portanto, transmite o encantamento colocado sobre ele pelo pai de Thor, Odin. Mas, nesta questão, não estamos preocupados com a fantasia de mitos ou histórias em quadrinhos, e sim o mundo real dos filmes de Hollywood.

No trailer de “Vingadores 2”, Tony Stark especula que há um biossensor no eixo do martelo que reconhece quando Thor pega Mjolnir. Segundo Kakalios, “ele está correto, em certo sentido, embora não sejam as impressões digitais de Thor que o martelo lê. O mais provável é que ele capte algum perfil biológico e psicológico complexo que calcula o “mérito” de quem está tentando levantar o martelo. Isto é consistente com a cena do trailer onde Steve Rogers (Capitão América) é capaz de mover o martelo (embora ligeiramente), enquanto os outros não fazem nem cócegas no martelo.

Mas se alguém que a nanotecnologia do martelo determina ser “indigno” tenta levantar Mjolnir, como ele evita de ser movido?

“Aqui, a resposta encontra-se na Primeira Lei de Newton do Movimento”, explica Kakalios, “que afirma que um objeto em repouso permanecerá em repouso, se não houver força atuando sobre ele. Quando o martelo repousa sobre a mesa do café, há uma força descendente sobre ele a partir da atração gravitacional entre a massa do martelo e a massa da Terra (o que chamamos de seu “peso gravitacional”) e uma contra-força do livro e da mesa em que ele se apoia empurrando o martelo para cima. Esta contra-força, referida na física como “força normal”, é fundamentalmente de natureza eletrostática, e é fácil a pressupor, exceto quando ela falha (como quando se coloca um objeto de mil toneladas em uma mesa que só pode fornecer uma contra-força de algumas centenas de quilos).

Quando Tony Stark tenta levantar Mjolnir usando a luva do Homem de Ferro, ele exerce uma grande força para cima, maior do que o seu peso, e ainda assim o martelo permanece em repouso. Então de onde é que a força descendente adicional vem?

Só se pode concluir que uma propriedade única do metal uru é que, sob o estímulo adequado, ele pode emitir grandes quantidades de grávitons. Na Terra, a existência dessas partículas fundamentais não foi confirmada experimentalmente, mas como estipulado, os asgardianos estão à nossa frente cientificamente.

Conjectura-se que grávitons transmitam a força gravitacional, e se um objeto emite grávitons adicionais, é o equivalente a aumentar a sua massa. “Assim, quando uma pessoa ‘indigna’ aplica uma força para cima, o metal uru aumenta o peso do martelo para cancelar exatamente esta elevação, e o martelo permanece impassível”, explica Jim Kakalios, que é autor do livro “The Physics of Superheroes” (A Física dos Super-Heróis, em tradução livre).

Quando Tony e Rhodey exercem, simultaneamente, uma força ascendente maior, a taxa de emissão de grávitons aumenta, para novamente neutralizar os seus esforços. O maior peso não irá danificar o tampo da mesa, já que apenas grávitons suficientes para equilibrar todas as forças para cima são emitidos, para manter o martelo parado. Uma vez que a força de elevação seja parada, a emissão do excesso de grávitons também cessa.

Nada que a ciência não possa explicar, não? [Wired]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

4 comentários

  • pedromoisesjunior:

    No avengers 1 o Hulk tenta levantar o Martelo, mas o chão da “nave” em que eles estão começa a quebrar. Como se explica essa cena?

    • Braz Souza:

      Ótima lembrança, toda essa teoria exposta foi para o vinagre! kkkkkkkkkkkkk

    • Edu Jiu:

      Simples, o martelo não afunda no chão da nave, o martelo fica na posição zero, equilibrado com a força empreendida por Hulk. continua…

    • Edu Jiu:

      o martelo não afunda no chão da nave. o que afunda são os pés do grosso do Hulk!

Deixe seu comentário!