Fralda com alarme musical ensina crianças a usar o penico

Por , em 4.06.2009

Uma fralda que aciona um alarme sonoro toda vez que fica suja pode ser uma nova aliada para ajudar a treinar crianças pequenas a controlarem suas funções corporais. A conclusão foi feita após uma pesquisa realizada com 39 crianças entre 18 e 30 meses.

O processo é simples: a fralda emite um sinal sonoro toda vez que fica suja. Deste modo, a pessoa que cuida da criança não necessita ficar sempre alerta para trocar as fraldas, além de ter maior facilidade em identificar quando a criança pode ser levada ao penico, para começar o treinamento.

As crianças que participaram do treinamento com o alarme sonoro apresentaram controle da bexiga em 51.9% do tempo, enquanto as que não participaram tiveram controle em 8.3%. Os hábitos de cada criança foram observados durante dez horas diárias antes do início do estudo, ao fim da pesquisa, que durou três semanas, e dois meses após o treinamento.

De acordo com Jean-Jacques Wyndaele, da Universidade da Antuérpia, co-autor do estudo, a fralda sonora auxilia o treinamento e também ajuda a tranqüilizar os pais ou babás: “Uma das maiores vantagens do treinamento com a fralda com alarme sonoro é que tanto a criança quanto a pessoa que está cuidando dela são imediatamente avisados”, afirma. “O próprio alarme distrai a criança e fortalece a noção do comportamento corpóreo. Quando a criança é levada ao penico neste momento, isso é novamente reforçado”, diz.

O treinamento para controlar funções corporais é um passo importante no desenvolvimento das crianças. Os efeitos colaterais da falta de treinamento passam desde problemas de saúde, como irritações na pele, até problemas sociais, quando a criança não consegue controlar seu próprio corpo na escola, por exemplo.

A idade de iniciação no treinamento vem sendo adiada cada vez mais tarde desde os anos 40, quando a iniciação era feita aos 21 meses, enquanto hoje em dia é feita aos 36 meses. A conveniência de fraldas descartáveis e facilidades na limpeza de fraldas tradicionais podem ser as causas do fenômeno, assim como a idéia de que a criança é ainda muito nova para aprender a controlar o próprio corpo. [Science Daily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!