Este pólipo imortal poderá prolongar nossa vida

Por , em 18.11.2012

Quem observa uma hidra (uma esponja marinha um cnidário com poucos centímetros de altura) não imagina que está diante de uma criatura potencialmente imortal: se estiver livre de doenças ou predadores, a hidra é capaz de viver indefinidamente. O segredo? Uma produção respeitável de células-tronco.

Tanto nos humanos como em outros animais, o envelhecimento se deve basicamente à diminuição da produção de células-tronco (que permitem a regeneração de tecidos) no organismo. Se não fosse por esse fenômeno, poderíamos ser imortais como a hidra – que tem sido objeto de pesquisas sobre o envelhecimento há anos. Por trás disso tudo está o gene FoxO.

Ao analisar três tipos de hidra (normal, com o gene desativado e com o gene fortalecido), um grupo de pesquisadores observou a importância do FoxO no envelhecimento. Nps animais em que ele estava desativado, a produção de células-tronco foi significativamente reduzida e o sistema imune foi prejudicado de modo similar ao observado em idosos.

“O Fox0 se mostrou particularmente ativo em pessoas com mais de cem anos, e é por isso que acreditamos que ele desempenha um papel fundamental no envelhecimento – não apenas na hidra, mas também em humanos”, explica o pesquisador Thomas Bosch, do Instituto Zoológico da Universidade de Kiel (Alemanha).

Contudo, verificar essa hipótese em humanos demandaria manipulação genética, o que inviabiliza a pesquisa. Ainda assim, o estudo com a hidra permitiu grandes avanços na compreensão do envelhecimento.

No futuro, pesquisadores pretendem estudar mais a fundo o funcionamento do gene no animal e descobrir como questões ambientais podem afetá-lo – o que possivelmente dará margem a métodos para retardar o envelhecimento.[Medical Xpress]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • Neto Alves:

    Acredito que em breve esses estudos se aprofundarão, saindo do campo teorico e partindo para o pratico, mas manipulação genetica em humanos é um crime grave, mas isso não impedi que essas manipulação de genes seja feioto por alguns cientitas em outros animais, se esse espeimentos se mostrarem eficazes e viaveis com toda a certeza essa regra de “nada de manipulaçao generica com humano” seria quebrada, por um lado seria bom, teriamos pessoas vivendo mais, muito mais, mas por outro lado iria implicar com questões eticas e culturais em alguns lugares , a ingreja catolica mesmo iria condena esse ato. Eu não veria problemas algum, se os ser humano pudesse viver uns 200 anos a mais.

  • Lucas Moraes:

    Alguém já leu “Admirável Mundo Novo”? =)

  • Rafael Andrette:

    Hidra (filo dos Cnidários) e esponjas marinhas ( filo Porifera) são animais marinhos bem distintos. Sugiro uma revisão no texto, pois hidras não poderiam ser classificadas de esponjas marinhas.

  • Erick da Silva:

    entao é assim que o Dr. Niermeir ta se.mantendo né… =)

  • Lucas Noetzold:

    Como seria possível alterar os genes de todas as células do corpo humano em tempo necessário para não sofrer com efeitos indesejados? Ainda não consigo especular uma forma.

    • Mateus Felipe Martins Da Costa Cota:

      Um jeito seria antes de ser fecundado onde que alteraria antes de começar a divisão os genes e fazesse controlado a fecundação de um jeito que o gene ativo fosse o modificado.

Deixe seu comentário!