Helicóptero elétrico com 18 rotores tem capacidade para levar duas pessoas

Por , em 26.11.2013

A geringonça da foto acima pode parecer uma usina heólica ambulante, mas é um Volocopter. A máquina voadora é um parente do helicóptero, mas é muito diferente e tem a intenção de ser uma resposta futura à ecologização dos veículos barulhentos e trepidantes que conhecemos. Um protótipo de dois lugares da Volocopter, produzido pela empresa e-volo, fez sua viagem inaugural no início deste mês, em Karlsruhe, Alemanha. A equipe usou um protótipo com capacidade para carregar duas pessoas, o VC200. Com base neste modelo, vai ser preparada uma produção em série.

O primeiro Helicóptero elétrico

Anunciado por seus criadores como primeiro helicóptero ecológico do mundo, o Volocopter é uma aeronave tripulada livre de emissões de poluentes, tem decolagem e pouso vertical e outras características que o distinguem de aeronaves convencionais. Em primeiro lugar, a máquina, em vez de ser equipada com um motor de combustão, carrega dezoito rotores acionados eletricamente para movê-la. Através das hélices, o Volocopter pode decolar e pousar verticalmente, assim como faz um helicóptero.

A equipe responsável pelo projeto disse que os 18 rotores apresentam uma vantagem considerável, além da construção simples, não exigindo uma mecânica complexa. A vantagem, afirmam os criadores, está na redundância de unidades. Isso permite o pouso seguro do Volocopter, mesmo que algumas das hélices falhem. Os Volocopters também estão equipados com um paraquedas que permite que a aeronave desça ao solo no caso de uma emergência.

Durante os primeiros voos do protótipo em novembro, a equipe tomou nota que o dispositivo tinha um nível de ruído mais baixo do que os helicópteros convencionais, confirmou a ausência de vibrações visíveis em voo e um trem de pouso amortecedor de impacto. Stephan Wolf, da e-volo, diz que as vibrações na estrutura da aeronave têm sido um problema para helicópteros normais, e que estas, juntamente com o alto nível de ruído, levam ao desconforto do passageiro. Porém, estes incômodos são resolvidos com a sua versão “verde”.

Os planos para o VC200 Volocopter de dois lugares envolvem as seguintes características: velocidade de cruzeiro de pelo menos 100 km/h, uma altitude de voo de até 6.500 pés, peso máximo de decolagem de 450 kg e mais de uma hora de tempo de voo – atualmente, o tempo de voo da bateria chega a 20 minutos, de acordo com o site da empresa, mas em um futuro próximo isso será estendido a uma hora ou mais. “Acreditamos que o desenvolvimento do Volocopter seja uma promessa significativa para mudar radicalmente o transporte de curta distância”, declarou Erik Lindbergh. A e-volo foi o vencedora da edição de 2012 do Prêmio de Inovação Lindbergh. “Ele tem um longo caminho de desenvolvimento pela frente, mas se este projeto inovador chegar ao mercado comercial, vai mudar radicalmente a forma como nos movemos sobre o planeta”. [Phys]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Bruno Porto:

    Qualquer um, com muita grana, pode construir um desses usando um APM da 3DRobotics e peças da HobbyKing. Da inclusive pra ele voar sozinho, decolando e pousando de forma autônoma.

Deixe seu comentário!