Humanidade pode ser responsável por 74% do aquecimento global

Por , em 4.01.2012

Pesquisadores de um instituto de climatologia da Europa elaboraram um relatório que pretendia responder, entre outras perguntas, o seguinte questionamento: qual a parcela de “culpa” pode ser atribuída às atividades do homem pelas mudanças climáticas pelas quais o planeta está passando? O resultado, no final das contas, pode ser mensurado em uma porcentagem: 74%.

Este número, resultado de um estudo da entidade EHT, de Zurique (Suíça), foi alcançado por etapas. A primeira, já conhecida pelos cientistas há décadas, foi assumir a influência do efeito estufa: gases como o metano e o dióxido de carbono, liberados para a atmosfera em grande escala, prendem calor abaixo dela e elevam sensivelmente a temperatura global.

Isso abre, segundo os pesquisadores, duas questões: quanto do recente aumento de temperatura da Terra pode ser atribuído a isso? E até quando essa situação vai perdurar até atingir um ponto de equilíbrio? Os cientistas divergem nesses quesitos, mas a impressão geral é que os modelos de mudança climática desenvolvidos recentemente são muito rasos: analisaram apenas a temperatura do planeta.

A mudança de análise está exatamente nesse ponto. O que está em questão não é apenas a temperatura, mas a energia de radiação solar que circula entre a superfície e a atmosfera. Ou seja: o sol, lá de onde está, influencia também na temperatura da Terra a partir de aumento de energia descarregada no planeta em forma de raios.

Os cálculos dos pesquisadores acabaram no seguinte veredicto: 26% do aquecimento global, nas últimas décadas, foram causados devido à radiação e outros fatores naturais que fogem do controle do homem. Os outros 74%, no entanto, estão diretamente relacionados às nossas atividades após a revolução industrial.

Esta pesquisa, no entanto, não está passando sem críticas. Cientistas com teorias dissonantes afirmam que estes resultados são muito simplistas, e que não se pode mensurar dessa maneira a relação entre radiação solar que incide sobre o planeta e temperatura global. Pode haver, segundo os contestadores, outros pesos na balança do clima, além da radiação e temperatura aparente, e a pesquisa não levou isso em conta de forma clara.

A influência dos oceanos, por exemplo, é um ponto de discussão. Os pesquisadores suíços adotaram um método de análise que não se encaixa, de acordo com os críticos, nos demais processos da pesquisa. Dessa maneira, a pesquisa continua sendo posta em dúvida: será que a atividade humana é de fato responsável pelos tais 74% das mudanças climáticas?

Este resultado pode influenciar medidas de escala global, segundo os cientistas. Se no futuro chegarmos à conclusão de que o número é real ou ainda maior, medidas extremas como o corte nos créditos de carbono industrial e até racionamento de carne devem aumentar. Se, por outro lado, for provado que 74% é um exagero, até medidas básicas como desenvolver a energia solar em detrimento da nuclear, por exemplo, podem ser desnecessárias do ponto de vista climático. [DailyTech]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

19 comentários

  • D. R.:

    E agora?

    Quem será que está dizendo a verdade?

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=oJTNJBZxX6E

    • Cesar Grossmann:

      Quem é que tem ESTUDOS para apresentar? Quem é que tem DADOS COLETADOS para apresentar?

  • John jones:

    nao seria 100% responsável?

  • Guto:

    Procurem no youtube um video da bbc chamado “a grande farsa do aquecimento global”

  • aguiarubra:

    Se os críticos apontam “…outros pesos na balança do clima, além da radiação e temperatura aparente, e a pesquisa não levou isso em conta de forma clara…”, fico intrigado com o fato de que, só agora no século XXI, tais fatores “ocultos” estejam sendo “exumados” em 200.000 anos de existência do Homo Sapiens sobre a Terra. É peculiar que, segundo outro grupo de críticos do Aquecimento Global, em 2012 haverá um pico na atividade solar, tão imensa, que talvez seja a causa real das mudanças climáticas em nossa época. Na “era Bush”, quem fosse a favor dos avisos do IPCC era perseguido qual herege. Hoje, querem “ressuscitar” esse “clima petro-político” numa tentativa de reverter os investimentos na economia verde que, mais cedo do que se imagina, terá que substituir o uso de combustiveis fósseis independentemente do Aquecimento Global ser ou não uma farsa.

    • Cesar Grossmann:

      Agora que 2013 já está no fim, podemos afirmar, o astrônomo Neil deGrasse Tyson estava certo (ele e os outros astrônomos que trabalham com a observação do sol): o pico de atividade solar do presente ciclo é um dos mais baixos já observados.

      A baixa atividade solar com certeza descarta o Sol como sendo o principal agente da mudança climática que estamos observando atualmente.

  • Danilo Torres:

    Existe um lei que sempre funciona em relação a terra:

    Tudo o que plantamos colhemos!

    Infelizmente, mudar o hoje é difícil, mais talvez podemos mudar o amanhã, vamos plantar em nossos filhos educação de qualidade!

  • Carlos Veiga:

    Com a informação a navegar à velocidade da luz, não é novidade afirmar que outros factores estão a influir o dito aquecimento. Isso é confirmado pela observação de fenómenos mais radicais noutros planetas fora do nosso sistema. Para além do mais a nossa existência é tão curta e a ciência tão criança que ainda precisamos de milénios para entender ciclos ou comportamentos galácticos. Espero que os números agora divulgados, sejam revistos, corrigidos e que a verdade seja reposta.
    O cidadão comum não pode ver visto como apenas comum. O conhecimento é que vai ficando cada vez mais COMUM.

  • Rofas:

    Que o planeta está deteriorado nao se discute, mas atribuir o aquecimento do planeta (se é que existe) somente ao ser humano, é achar que todo mundo é idiota. O aquecimento do planeta nao passa de outro grande negócio e nao podemos perder de vista que talvez seja mais um meio de manipulaçao, para difundir o medo e implantar controles. Nao conseguimos saber com certeza se vai chover daqui a 3 dias, como podemos fazer previsoes para daqui a 50 anos?

    • Cesar Grossmann:

      Rofas, o fato de haver evidências comprovando

      1. que o aquecimento global é um fato

      2. que o homem é o maior responsável pelo aquecimento global

      3. que tudo isto está documentado em estudos, que todo mundo tem acesso;

      prova que o homem é um idiota. Que outra explicação a gente pode ter para os negadores da ciência que, mesmo diante de tantas evidências, ainda insistem que é tudo uma conspiração mundial?

  • Fist of God:

    O clima do nosso planeta é tão dinâmico e dependente de tantos fatores que, com os conhecimentos atuais, é impossível determinar quanto do aquecimento global é de responsabilidade dos seres humanos. Existem, por exemplo, os raios cósmicos que só agora se descobriu contribuírem com os regimes de chuva na Terra, ou seja, com nosso clima; a capacidade dos oceanos profundos de armazenar calor é outra questão pouco estudada que também influencia nossa atmosfera. Enfim, falar de certezas e consenso sobre aquecimento é muita imprudência (ou mesmo má fé), uma vez que tais opiniões podem influenciar as políticas governamentais no quesito economia/clima e tais políticas precisam de bases sólidas, principalmente num planeta com 7 milhões de bocas para alimentar.

  • jader pereira:

    possivelmente sim o uso indiscriminado dos derivados do petroleo e a causa num um deste aquecimento global.as destruiçoes das floresta e do meio ambiente natural para o agronegocios esta nos levando ao caos ambiental no mundo inteiro.urgentimente precisamos mudar drasticamente o nosso meio de vida dando mais valor a ecologia de que a economia.estamos apenas no inicio do aquecimento global e o pior ainda esta por vir

  • ALX:

    É, esse ano sera o mais quente desde 1800, depois desse ano o homem ja detonou muito o planeta ate os dias de hoje né? ENTÃO É OBVIO QUE TUDO É COISA DO HOMEM. Não se fazem mais inventores geniais como antigamente para resolver os problemas de hoje, so pensam no dinheiro e em si proprio

  • eduardo:

    “Pesquisadores de um instituto de climatologia da Europa”…
    Duvido, que essa pesquisa foi feita por esse instituto… mas muito provável e porcamente, por alguma ONG “verde”….

    Não estou defendendo que os carros continuem poluindo o ar, que nós continuemos a jogar lixo na natureza, nem que vc fique abrindo a geladeira….
    O meu pensamento é que o aquecimento global está vinculado principalmente por reações climáticas periódicas (ao longo de milhões de anos) do planeta…

  • Rolando Sanches:

    Acho 74% muito elevado. Qual a percentagem de culpa do Sol? Afinal a Terra não é o único planeta do sistema solar a passar por um aumento de temperatura.

  • ísis:

    O fato de que os humanos não são responsáveis por todo o aquecimento global não é nenhuma novidade, entretanto 74% é um número bastante alto. Sem falar que o aquecimento global não é o único prejuízo à Terra; todas as substâncias artificiais despejadas no solo, água e ar, a destruição das florestas, o genocídio de espécies de fauna e flora e as transformações geológicas artificiais (represas, por exemplo) causam tanto prejuízo ao planeta quanto o aumento na temperatura.

    • Fernando:

      Nao queria estar vivo quando a agua potável começar a faltar na terra.

    • Gustavo Augusto R. Abreu:

      O aumento da temperatura e o consequente aquecimento global também vem da extinção dos ecosistemas no mundo, uma coisa não esta separada da outra.

      O fato é que a humanidade está contribuindo significativamente para o aumento do aquecimento global, existe circunstâncias que estão fora do nosso controle e que neste sentido são naturais, como a grande atividade do sol e o pico das explosões solares, mas não tenho duvidas que a maior parte do aquecimento global é causada pelos homens.

    • José:

      A grande farsa do Aquecimento Global
      http://www.youtube.com/watch?v=RDzuXPM1W3k

Deixe seu comentário!